Clique e assine com até 75% de desconto

Lola Kirke recebe ameaças por mostrar pelos no Globo de Ouro

A atriz de 'Mozart in the Jungle' aproveitou os holofotes do tapete vermelho para falar sobre algo ~polêmico~: pelos.

Por Giovana Feix Atualizado em 20 jan 2020, 23h01 - Publicado em 11 jan 2017, 13h33

No último episódio da quinta temporada de Girls, a personagem de Jemina Kirke, Jessa, mostra algo bastante inusitado para um programa de televisão: pelos em suas axilas. “Eu só fiz isso porque minha irmã fez primeiro”, revelou a atriz ao NY Daily News. “Eu pensei: ‘Ficou bonito! Quero fazer isso!'”. E fez. Simples assim.

Além de compartilhar gostos, uma das irmãs de Jemina também compartilha com ela a profissão. Lola Kirke, de 26 anos, protagonizou o longa Mistress America, com Greta Gerwig, em 2015, e atualmente está no seriado Mozart in the Jungle, da Amazon Studios, ao lado de Gael García Bernal.

The 74th Annual Golden Globe Awards sponsored by Lavazza, an Italian coffee brand
Ari Perilstein/Freelancer

Na 74ª edição do Globo de Ouro, no último domingo (8), a jovem vestiu um vestido florido com lindos brincos. O que mais chamou a atenção, no entanto, foi o “acessório” que usou embaixo dos braços.

View this post on Instagram

Red carpet ready!

A post shared by Lola Kirke (@lolakirke) on

Continua após a publicidade

Depois de compartilhar um vídeo divertido de seus preparativos para a noite da premiação, Lola escreveu no Instagram: “Obrigada a todas as pessoas que não me enviaram ameaças de morte por causa dos meus pelos incríveis! Vocês são ótimos”.

View this post on Instagram

Ok! Now I'm really ready. Thanks to all you beautiful people who didn't send me death threats on account of my #awesome #hairyarmpits! You rule. And thank you @susanwinget for always making me feel cool and @reginaharris for my make up, @blakeerik for my hair and @andrewgn for my kickass dress!

A post shared by Lola Kirke (@lolakirke) on

Continua após a publicidade

Além disso, na mesma noite ela fez questão de adornar o vestido com um pin, digamos… especial. “Vá se foder, Paul Ryan”, é a mensagem que ele trazia.

Ryan é Presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos desde 2015. A opção de Lola por usar o adereço se deu porque o político tem planos de desfragmentar a ONG Planned Parenthood, que garante a norte-americanas de baixa renda acesso à saúde reprodutiva – como métodos contraceptivos e, quando necessário, abortos.

Continua após a publicidade
Publicidade