Juliana Paes: “Eu me sinto mais bonita e gostosa aos 35 anos do que quando tinha 20!”

A atriz, que vive a Catarina em Meu Pedacinho de Chão, fala da personagem, dos filhos, do casamento, de beleza, felicidade e muito mais...

Juliana Paes
Foto: TV Globo/Divulgação

Linda e com um corpo escultural, Juliana Paes nem parece que teve o segundo filho há apenas oito meses. Aos 35 anos, a mãe de Antônio e de Pedro, 3 anos, afirma que a maturidade lhe trouxe mais segurança e aumentou a autoestima. “Estou realmente em um momento especial da minha vida”, diz.
 
Apaixonada pelo marido, o empresário Carlos Eduardo Baptista, ela se declara uma mulher muito feliz. E comemora os 15 anos de Globo, fazendo Meu Pedacinho de Chão, sua oitava novela. “Estou com um elenco maravilhoso e um diretor (Luiz Fernando Carvalho) que sempre admirei!”
 
A atriz, que estava de licença-maternidade quando recebeu o convite para participar da trama de Benedito Ruy Barbosa, não pensou duas vezes e aceitou na hora. “Continuei amamentando o Antônio e gravando”, conta. 
 
Na entrevista a seguir, ela revela como foi essa grande aventura.
 
Você abriu mão da licença-maternidade para entrar em Meu Pedacinho de Chão… Como foi isso?
Juliana Paes – A TV Globo nos deixa optar por três ou seis meses de licença-maternidade. Escolhi seis porque queria amamentar meu filho até pelo menos o sexto mês. Mas quando pintou o convite para trabalhar com Luiz Fernando abri mão de dois meses da licença. Era meu sonho atuar sob a direção dele.
 
E como continuou amamentando o Antônio?
Ele só se alimentava do meu leite. Às vezes eu trazia o Antônio junto comigo, e em outras tirava o leite com uma bombinha e mandava entregar em casa. Não foram nada fáceis esses dois meses, pois os workshops eram bem intensos.
 
Considera-se perfeita como mãe?
Trabalho bastante, mas também cuido bem dos meus filhos. Mesmo assim, vivo com sentimento de culpa por estar muito tempo longe deles. Mas no fim de semana compenso dando toda atenção aos dois.
 
O Pedro tem ciúme do irmãozinho caçula?
Ele tem, fica fazendo gracinha para chamar a atenção. Tento equilibrar, às vezes até deixo de dar atenção ao Antônio para proteger o Pedro. Fico num malabarismo danado (risos)!
 
E como vai o casamento?
O maridão anda meio abandonado, tadinho. Mas nós temos um ritual lá em casa. Eu coloco o Antônio para dormir e ele coloca o Pedro. Depois a gente se encontra no quarto. Ufa, enfim sós! Aí a gente se arruma para sair, ou para assistir a um filminho juntos, ou para namorar, que ninguém é de ferro (risos)!
Juliana Paes: "Eu me sinto mais bonita e gostosa aos 35 anos do que quando tinha 20!"

Em setembro de 2008, a estrela se casou com Carlos Eduardo
Foto: Renata Xavier

Você completou 35 anos no dia 26 de março. Como está se sentindo?
Eu me sinto mais bonita e gostosa aos 35 anos do que quando tinha 20! Com a maturidade, aprendi a me resguardar mais, a dizer não e a priorizar o que de fato é mais importante. Tenho dois filhos lindos e saudáveis e um marido que amo. É muita felicidade!
 
Quer ter mais filhos?
Não, a fábrica fechou. O Antônio é porreta, vale por dois. Você acredita que ele engatinhou com seis meses?
 
E o que você faz para manter a boa forma?
Eu me alimento bem no almoço e no jantar. Como arroz integral, feijão, uma carninha, legumes e salada. Cortei o pão e só como tapioca no café da manhã. Tenho muita disposição e estou creditando isso a uma frutinha altamente nutritiva, com grande concentração de vitamina C, chamada goji berry. Você acha em qualquer loja de produtos naturais. Como todos os dias!
 
Você malha?
Estou sem tempo para praticar exercícios físicos, mas faço drenagem e tratamentos em equipamentos que agem sobre a flacidez na pele. Tem dado certo, ainda bem!
 
Valeu a pena encurtar a licença-maternidade?
Sim, claro! Em três semanas que estou gravando intensamente já transcendi como atriz de diversas formas.
 
E como tem sido trabalhar com o Luiz Fernando?
É muito trabalho, entrega, concentração… Ele tira da gente o que até nós mesmos nem sabíamos que tínhamos. É gratificante.
 
Como é sua personagem?
A Catarina Epa é casada com o coronel Epaminondas Napoleão, interpretado pelo maravilhoso Osmar Prado. É uma perua caipirona, uma mulher expansiva, que ri alto e não respeita muito as convenções sociais. É um fio desencapado.
 
Qual o principal drama dela?
Ah, a Catarina é cheia de contradições e segredos. Mas no decorrer da história vocês vão descobrir. Supermãe, ela defende a filha com unhas e dentes. E cuida do filho do marido como se fosse dela.
 
O que seu filho Pedro achou ao vê-la caracterizada?
A primeira vez que ele me viu foi na chamada da novela na TV e gritou: “Mamãe, mamãe, você é a princesa da peruca azul!” Depois, o levei nas gravações e ele ficou dizendo que eu estava linda.
 
Quanto tempo demora sua caracterização?
Dá trabalho me transformar em Dona Epa. Eu demoro quase duas horas para ficar pronta. A roupa é cheia de detalhes, um figurino delicado, com tecido de um material emborrachado que gruda no corpo.
 
Está gostando de viver esse tipo tão diferente de tudo que já fez?
Eu me sinto uma verdadeira boneca! Tudo na novela tem jeito de brinquedo. O cenário é feito de lata, de borracha… Até os bichos são de brinquedo. Está sendo maravilhoso!
 
Mas a novela não é voltada para as crianças, certo?
Não, já gravei cenas com cargas dramáticas altíssimas, com choro, angústia e sofrimento. Temos uma realidade a mostrar e uma linda história a contar!