Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Jane Fonda foi estuprada na infância: “pensava ser culpa minha”

A atriz também revelou ter sido assediada por um ex-chefe.

Por Da Redação - Atualizado em 20 jan 2020, 19h11 - Publicado em 3 mar 2017, 15h29

Aos 79 anos, Jane Fonda decidiu quebrar o silêncio. Em entrevista a Brie Larson – atriz vencedora do Oscar em 2016 por O Quarto de Jack, filme no qual sua personagem sofre abuso – para a revista The Edit, a diva revelou ter sido estuprada na infância e assediada por um ex-chefe.

“Fui estuprada e abusada sexualmente quando era criança. Também já fui despedida por não ter dormido com meu chefe. Sempre pensei que tudo isso fosse minha culpa, que isso acontecia porque eu não tinha falado ou feito alguma coisa certa”, contou a protagonista da série Grace and Frankie.

Leia mais: Os looks do tapete vermelho do Oscar 2017

As experiências traumáticas do passado motivaram a norte-americana a se tornar uma ativista pelos direitos das mulheres. Em 2001, Jane fundou a Jane Fonda Center for Adolescente Reproductive Health, instituição que busca prevenir a gravidez na adolescência. Além disso, ela faz parte do movimento V-Day, que busca o fim da violência contra mulheres, e trabalha com vítimas de abuso sexual para “fazê-las entender que a culpa não é delas”.

Continua após a publicidade

Esta não é a primeira vez que Jane Fonda traz o assunto à tona. Em 2014, ela revelou que sua mãe cometeu suicídio – quando a atriz tinha apenas 12 anos – após anos de abuso sexual. “Naquele momento, soube a razão da promiscuidade, das cirurgias plásticas intermináveis, da culpa e da sua incapacidade de amar ou de ter intimidade.  Naquele momento a perdoei e me perdoei”, falou na época.

Publicidade