Henri Castelli sobre paternidade: “Queria que acontecesse logo para poder curtir bastante”

Ele é fã de esportes radicais, mas também sabe de cor as músicas da "Galinha Pintadinha", que canta com os filhos: o galã de várias facetas é eclético. E empresta um pouco de si para Ralf, o tatuador que interpreta na novela "Sol Nascente"

Henri Castelli nunca foi muito fã de cozinhar. Mas, há alguns domingos, se viu em frente ao fogão participando de um campeonato de ovo frito. Na frigideira ao lado, o oponente: Lucas, o filho de 9 anos. “Ele adora assistir ao Masterchef e só fala de comida”, conta o galã, 38 anos. Desde o nascimento do primogênito (da união com a modelo Isabeli Fontana), os fins de semana já tinham outra cara, mas agora, com a caçula Maria Eduarda (de um breve relacionamento com a jornalista Juliana Despírito), 2 anos, completando a trupe, os programas de adulto perderam a vez definitivamente. “Já assistimos Angry Birds três vezes e dou risada só de lembrar da cara de espantada da Duda quando fomos à peça da Galinha Pintadinha”, diz.

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

Leia mais: 14 fotos que comprovam: Henri Castelli é o pai mais coruja do Instagram​.

Para este paulista de São Bernardo, ter filhos sempre foi um sonho: “Queria que acontecesse logo para poder curtir bastante”, diz ele, que perdeu o pai aos 11 anos. Seu modelo acabou sendo a mãe. “Lembro o que ela fazia, vejo com o que concordo e o que quero mudar, mas a figura paterna para me espelhar fez falta”, admite. Henri assume tarefas como trocar fralda e dar banho – e faz questão de registrar muitos dos momentos de diversão em sua conta no Instagram, onde não economiza as declarações de amor aos pequenos.

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

Desmontar-se em fofuras levou algum tempo neste encontro com a editora de CLAUDIA, em um restaurante árabe, no bairro de Pinheiros, São Paulo. De óculos escuros e semblante sério, chegou contando que mal dormiu à noite, com dores de estômago. Ainda assim, não se furtou a provar esfihas de carne com muito limão e charutos de folha de repolho – acompanhados de cerveja gelada . “A família da minha namorada é árabe. Estou acostumado e adoro.” Na mesa, a atenção de Henri é constantemente disputada. As mensagens não paravam de chegar no celular e, ao final do almoço, as clientes queriam fazer selfies. Qualquer brecha na intensa rotina de gravações deixa os amigos em polvorosa. Alguns ainda não o encontraram depois da transformação no visual para viver Ralf, o tatuador durão de Sol Nascente, nova trama das 6 da Globo.

Veja também: Henri Castelli: “Tenho o sexto sentido muito apurado. Sempre soube que seria pai de uma menina”​.

Além do megahair, que levou sete horas para ser aplicado, ele ganhou 36 “tatuagens”. São decalques de silicone, que fazem companhia às quatro originais – o nome dos filhos aparece entre elas. Como o personagem anda de moto, o ator retomou o hobby que andava esquecido e já se enturmou com os fãs das motocicletas clássicas Harley-Davidson. “Nos encontramos em Campinas e curtimos o som de bandas cover de rock, como AC/DC e Credence Clearwater”, diz.

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

O look rústico, combinado com a voz grossa e marcante, não deixam que o ator passe despercebido. Mas a fama não o comove. De uma família de classe média, ele jura que não imaginava ter a vida de hoje. “Faço questão de mostrar para o Lucas que tanto eu quanto a mãe dele batalhamos pelo que temos. Eu era vendedor de uma loja de roupas; nada veio fácil”, ressalta. Já são 18 anos de Globo. Se fosse escolher outra atividade, ele gostaria de dirigir novelas. “Mas no futuro. Ainda tenho muito para aprender e é um cargo cheio de responsabilidades”, afirma.

Leia mais: Henri Castelli: relembre os personagens do ator.

Enquanto não passa para o outro lado das câmeras, aproveita as folgas para curtir a namorada, a advogada Maria Fernanda Saad, 25 anos. Juntos há um ano, compartilham o gosto pelos esportes e por mergulho. A camiseta que ele veste leva o nome do naufrágio Corveta, ponto popular entre os mergulhadores de Fernando de Noronha, e o faz lembrar de uma experiência recente, em que achou que fosse morrer. A 45 metros de profundidade, ficou sem oxigênio. “O ponteiro do cilindro estava quebrado e não percebemos. Foi desesperador!” Revezando com o instrutor o gás dele, conseguiu voltar à superfície. O susto, entretanto, não abalou o casal, que saiu para outro passeio no mesmo dia. “Maria Fernanda é muito parceira”, justifica.

Reprodução/Instagram Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram (/)

Os dois se conheceram há nove anos por meio de amigos em comum, mas nunca tinham tentado levar a relação a sério. Hoje, nem casamento está fora dos planos. “Já me divorciei (de Fontana, após três anos juntos), mas não tenho trauma. O que importa é ser feliz e fazer bem ao outro. Se a Maria Fernanda quiser, podemos casar, morar juntos ou separados… O que conta é o amor”, declara-se.

Veja também: Filhos de famosos que se parecem com os pais​.