CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Felipe Titto sobre mudanças após Malhação: “O mínimo que poderia acontecer era aparecer barba”

De volta à TV, ator que vive mordomo de Edith (Bárbara Paz) fala ainda do romance com a estilista em Amor à Vida

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 19h21 - Publicado em 30 jul 2013, 21h00

O antes e depois de Felipe Titto: ator agora está mais sarado e tatuado do que no tempo de Malhação
Foto: Montagem

Desde que começou a ter um caso com Edith, personagem de Bárbara Paz, em “Amor à Vida”, Felipe Titto virou um dos assuntos mais comentados entre os telespectadores da novela das nove da Globo. Pudera, além da pegação com a patroa, o rapaz chama a atenção também pelo corpo sarado e cheio de tatuagens, principalmente quando aparece sem roupa na telinha.

Não à toa, a estilista não consegue tirar o mordomo de Félix (Mateus Solano) da cabeça e até vai arriscar perder o casamento e as mordomias da mansão dos Khoury. “Tudo indica que ele é apaixonado por ela. Não é só um passatempo”, argumenta o ator, que havia despertado os olhares interessados do chefe, que o chamava carinhosamente de “tapete persa”.

Mas a história vai mudar a partir do capítulo desta quarta-feira (31), quando o administrador do San Magno descobrir o caso de Edith. “No início, eu pensei que Félix não ligaria porque é ótimo alguém dando conta da mulher dele (risos). Mas ele é um cara muito egocêntrico, né?”, questiona o rapaz, que está prestes a completar 27 anos e já coleciona histórias para contar.

Pai de Théo, de 10 anos, Felipe Titto morou em Los Angeles durante dois anos, formou-se como chef de cozinha e fez cursos para se aprimorar na profissão que pretende se dedicar no futuro: a de apresentador.

E para quem acha que já o viu em algum lugar antes, tem uma explicação: ele estrelou inúmeros comerciais de TV desde criança e atuou na temporada 2005 de “Malhação”. Na época, ele era magrinho e tinha um “pouco” mais de cabelo. “Eu estava em uma fase de mudança para o homem. O mínimo que poderia acontecer agora era aparecer barba na minha cara e eu ganhar um pouco de peso”, explicou.

Confira entrevista completa com Felipe Titto na entrevista abaixo:

CONTIGO! ONLINE: Como é trabalhar com o elenco poderoso de Amor à Vida?
Felipe Titto: É ótimo, gratificante trabalhar com essa galera, Antonio Fagundes, Susana Vieira, Mateus Solano, que é um gênio, fora do normal. É muito bom, muito gostoso estar entre eles, você adquire um pouco de aprendizado por osmose (risos).

CONTIGO! ONLINE: E conseguiu o papel de primeira?
Felipe Titto: Fiz um teste para Sangue Bom, no papel do Tito, que é feito por Rômulo Neto, mas não passei. Depois, recebi uma ligação e me chamaram para o teste de Amor à Vida, daí consegui.

CONTIGO! ONLINE: Sempre se dedicou à carreira de ator?
Felipe Titto: Trabalho desde molequinho na carreira artística, sempre fiz publicidade de todo o tipo. Na TV, comecei com Retrato Falado, antigo quadro do Fantástico, depois fiz participações em A Diarista e na sequência rolou um teste para Malhação, em 2005. Fiz quase duas temporadas na pele do Marley, e em seguida vieram Aline e Casos e Acasos. Depois, fiquei um pouco sem trabalho. Estava naquela passagem de menino para homem. Não tinha um perfil muito específico.

CONTIGO! ONLINE: E o que você fez até voltar à TV?
Felipe Titto: Fui para Los Angeles, nos Estados Unidos, com 21 anos, fiquei morando lá. Precisava mudar algumas coisas em relação ao meu trabalho, sabe quando você esta brochando? Aí eu falei assim: ‘Peraí, tem muita coisa para aprender ainda’.

Continua após a publicidade

CONTIGO! ONLINE: O que aprendeu?
Felipe Titto: Fui me aperfeiçoar, fiz cursos. Eu tenho vontade de trabalhar como apresentador, aliás, eu vou ser um. Como ator eu fico limitado, só posso fazer o que autor escreve. E já criei dois programas, inclusive. São programas de entretenimento, culinária, viagem e um sobre esportes. No futuro, pretendo parar de atuar, quero ser um profissional na linha de Marcos Mion, Luciano Huck… uma mescla deles.

CONTIGO! ONLINE: Como foi a experiência de viver fora do país tão novo?
Felipe Titto: Ótima! Não sabia nem falar hot dog, nem fritar um ovo. Tive de arrumar um emprego, virei pizzaiolo e meu chefe pagou um curso de chef de cozinha. Trabalhei em um restaurante israelense e hoje eu falo quatro línguas (português, inglês, espanhol, hebraico). Fiquei lá durante dois anos, entre idas e vindas, porque voltava ao Brasil para ver meu filho.

CONTIGO! ONLINE: Seu filho?
Felipe Titto: É, o Théo, que vai fazer 10 em agosto. Fui pai aos 17 e ele me ajudou muito em termo de amadurecimento. Em tudo o que eu fiz até agora, é óbvio que ele participou, me ajudou demais. Mas não abri mão de nenhum sonho por ter sido pai novo. Acho que quando você não quer, deve ser ruim. Eu não sei o que é isso porque, claro, a gravidez da minha ex-mulher foi um acidente, mas o melhor acidente da minha vida.

CONTIGO! ONLINE: E que tipo de pai você é?
Felipe Titto: Eu sou um pai bem chato, não sou do mais legal, não (risos). Mas a gente conversa de igual para igual. Agora, por causa da novela, eu, que sou de São Paulo, tive de me mudar para o Rio, então, a gente se fala mais por telefone. Mas sempre procuro saber de todas as coisas dele, participar de tudo. No final do ano, quero levar ele e a Mel (Martinez, sua atual mulher) para conhecer Los Angeles. E o Théo também quer ir à Disney.

CONTIGO! ONLINE: Como é a relação do Théo com a Mel?
Felipe Titto: Além de o nome rimar, eles se gostam muito (risos). Ela adora criança. Pra mim, não foi nem um pouco difícil fazer um conviver com o outro. E o Théo é uma criança que até o monstro do pântano vai gostar dele. Ele é muito educado.

CONTIGO! ONLINE: E vocês querem ter filhos?
Felipe Titto: Eu queria mais uns cinco filhos e ela quer ter dois. Além disso, queremos adotar uma criança também, mas isso é em uma média de cinco anos.

CONTIGO! ONLINE: Quando você voltou à telinha, em Avenida Brasil, chamou atenção pelo físico e as tatuagens. Passou a se preocupar mais com o corpo depois de Malhação?
Felipe Titto: Eu estava em uma fase de mudança para o homem. O mínimo que poderia acontecer agora era aparecer barba na minha cara e eu ganhar um pouco de peso. Além disso, eu fui vegetariano por quase dez anos, passei a me alimentar melhor depois de adulto. Eu como limpo, tenho uma alimentação saudável. Tenho um nível baixo de gordura, nunca fui de fritura, gordura. Treino, sou hiperativo, faço atividade física, musculação, boxe, treino, corro, e ainda frequento aula de circo.

CONTIGO! ONLINE: Quantas tatuagens você tem?
Felipe Titto: Não faço ideia (risos). A primeira, fiz com 14 para 15 anos, um mago no bíceps esquerdo. Peguei muito gosto e não parei mais.

CONTIGO! ONLINE: Já atrapalhou você em algum trabalho?
Felipe Titto: Não. Eu acho que um dia já limitou mais essa questão do trabalho. Hoje, ela não limita, ela especifica. Eu fiz um filme recentemente, inclusive o Kiko Pissolato (que interpreta o motorista de Félix, Maciel, em Amor à Vida) estava no elenco, e eles apagaram todas com maquiagem. Quando querem, dá para tirar.

Felipe Titto sobre mudanças após Malhação: "O mínimo que poderia acontecer era aparecer barba"

Atualmente, o rapaz está no ar em Amor à Vida
Foto: Divulgação

Felipe Titto sobre mudanças após Malhação: "O mínimo que poderia acontecer era aparecer barba"

Na trama, Felipe vive um tórrido romance com Edith (Bárbara Paz)
Foto: Reprodução/TV Globo

Felipe Titto sobre mudanças após Malhação: "O mínimo que poderia acontecer era aparecer barba"

O artista com a mulher, Mel Martinez, e o filho, Théo, em evento de 2012
Foto: AgNews

Continua após a publicidade
Publicidade