Elenco feminino do novo “Caça-fantasmas” sofre preconceito

Atrizes e diretor se declararam surpresos com a reação adversa na internet

Crianças ou adultos: são poucas as pessoas que nunca ouviram falar em “Os Caça-fantasmas”. Lançado em 1984 com um elenco genial, incluindo Bill Murray, o filme causou furor. Levou milhares de pessoas aos cinemas e até hoje é reprisado pelos canais de TV. Os personagens voltaram em um segundo filme em 1989. Desde então, boatos ressurgiam com frequência a respeito de um terceiro episódio. Mas foi só no começo desse ano que a produção foi confirmada. Com o elenco original preferindo não fazer parte do novo projeto, o estúdio optou por uma versão feminina do filme. 

O gesto foi superantenado. Combina com a presença cada vez maior de mulheres em papeis poderosos. Assim, formou-se outro elenco genial com algumas das melhores comediantes da atualidade: Melissa McCarthy e Kirsten Wiig, que estouraram no filme “Missão Madrinha de Casamento”, Leslie Jones e Kate McKinnon, ambas do programa semanal americano Saturday Night Live. Mesmo com a promessa de outro blockbuster, a reação de algumas pessoas na internet não foi positiva: “Parem de estragar o filme das nossas infâncias!”, protestou um usuário do Twitter. 

Essa semana, Kirsten Wiig reagiu aos comentários: “Fiquei chateada porque a comoção foi pelo fato de sermos mulheres”, disse ela ao Los Angeles Times. “Algumas pessoas falaram coisas horríveis. Não fiquei brava, só triste. Estamos realmente honrando os filmes anteriores”, esclareceu. Enquanto isso, o diretor, Paul Feig, do filme levantou outra bola: “Parem de perguntar se mulheres dão conta de fazer comédia. Não acredito que estamos em 2015 tendo essa discussão”.