Dony de Nuccio pede demissão da Globo

Ele estava havia dois anos na bancada do Jornal Hoje e tomou decisão depois que trabalho para o Bradesco foi revelado

O apresentador Dony de Nuccio pediu demissão da Globo, onde estava desde 2011, depois que um trabalho que ele fez para o Bradesco foi revelado e pode ter contrariado o código de ética da empresa, segundo o “Notícias da TV”. Na edição desta quinta-feira (1), ele já não estava na bancada do “Jornal Hoje“, onde trabalhou por dois anos, e o noticiário foi apresentado por Sandra Annenberg, a outra titular. Dony já era apresentador substituto do “Fantástico” e do “Jornal Nacional” e visto como candidato à vaga de William Bonner. Na carta de demissão que Dony entregou a Ali Kamel, diretor de jornalismo da Rede Globo, afirma que passa por uma “contínua tentativa de destruir minha reputação” e que pediu para sair para não constranger a família e a empresa. Ali respondeu que aceitava a demissão “com pesar”.

Veja o que está bombando nas redes sociais

Dony de Nuccio pode ter violado código de ética do Grupo Globo ao assinar, sem avisar a emissora, um contrato com a Bradesco Seguros, se tornando o rosto do banco em vídeos utilizados para treinamentos de funcionários e em eventos com clientes, por meio da empresa Prime Talk Produções e Assessoria, do qual Samy Dana também é sócio (ele foi demitido do Grupo Globo na última semana). O valor revelado inicialmente é de cerca de R$ 7 milhões.

Nos vídeos, acessados pelo portal, o apresentador do Jornal Hoje usa o pronome “nossos” para se referir aos clientes da empresa. “Pois é, mais uma vez a Bradesco Vida e Previdência sai na frente e lança um novo plano de Previdência Privada que traz muito mais facilidade para nossos clientes”, diz o jornalista. No Código de Ética e Conduta da emissora, há um capítulo intitulado Conflito de Interesses, no qual consta um parágrafo que explicita que atitudes como a de De Nuccio não são permitidas.

Ele havia explicado a situação à chefia, que o advertiu oficialmente, mas considerou que ele não agiu de má-fé. Nesta quinta (1), com novas informações, a situação mudou depois que o “Notícias da TV” teve acesso a um email em que Dony negociava contrato que geraria uma receita de R$ 60.436.800 em três anos. “Eu e Samy ficamos super empolgados [sic] e pensando em muitas possibilidades a partir da reunião que tivemos em dezembro. Tenho certeza que podemos fazer uma baita parceria! Produtiva, desafiadora, inovadora. E com resultados incríveis”, relata email a que o “Notícias da TV” teve acesso.

“Jamais tive o intuito de burlar regras ou obter benefício que julgasse incompatível com as funções que ocupava na emissora (isso sim, seria incompatível com a minha história pessoal). Trabalhei, duro e dobrado, para complementar renda, fora do horário da Globo, e dentro dos limites que ao meu ver eram compatíveis e aceitáveis. Se errei, não foi com dolo, e humildemente peço desculpa”, escreveu Doni.

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA