CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Diego comete infração grave no BBB19 e toda a casa sofre a punição

Brothers terão restrição alimentar pesada por causa de atitude de Diego.

Por Fábio Garcia Atualizado em 16 jan 2020, 00h46 - Publicado em 10 fev 2019, 07h22

Nem eu e provavelmente nem você que lê esta matéria botou os pés na casa do Big Brother Brasil, mas acompanhamos o programa há tanto tempo que sabemos ao menos das regras básicas no reality show. Sabemos, por exemplo, que é extremamente proibido danificar os microfones usados pela produção, principalmente se for entrando na piscina com ele. Porém, Diego se esqueceu dessa instrução simples e acabou causando uma crise que afetou todo o BBB19.

Sem a divisão de grupos nessa temporada, o programa ficou com uma dinâmica diferente. Dessa vez, o dinheiro semanal que todos os brothers ganham é somado e precisa ultrapassar uma meta estipulada pelo programa. Se, por algum motivo, o dinheiro ficar abaixo dessa meta (devido a punições, etc) toda a casa vai para o Tá com Nada, com uma dieta ainda mais restritiva que nas temporadas anteriores. A ideia da nova dinâmica é aumentar a chance de dar conflito.

A casa já estava a um passo de entrar no Tá com Nada após uma punição de 200 estalecas dada a Hariany, mas as pessoas estavam se segurando. No entanto, no meio da festa realizada essa noite no BBB19, Diego pulou na piscina de microfone e tudo. Resultado: punição grave de 500 estalecas, causando um baque nas finanças dos participantes do reality. Com esse valor de multa, a casa inteira entrou no Tá com Nada e sofrerá as consequências.

Nessa manhã de domingo (10) as geladeiras já foram lacradas e os brothers agora podem se alimentar apenas de arroz, feijão, goiabada e dois ovos por pessoa. Nas temporadas anteriores havia um sorteio de proteína, mas isso foi abolido no BBB19. Como se não bastasse a restrição alimentar, o público votou no Big Boss para que os brothers ficassem uma semana inteira sem academia.

Pelo visto, será uma longa e estressante semana para os moradores.

Continua após a publicidade

Publicidade