Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Crimes da escada: As 5 vilãs que deram um empurrãozinho em seus inimigos

Nazaré Tedesco, de 'Senhora do Destino', deixou um legado cruel usado em outras tramas

Por Letícia Quatel Atualizado em 21 jan 2020, 22h03 - Publicado em 29 Maio 2015, 16h59

A novela Senhora do Destino (2004) já tem mais de 10 anos, mas com certeza não sairá da memória dos noveleiros. Afinal não tem como esquecer a história que deu vida à Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), uma das vilãs mais marcantes e queridas da televisão brasileira. Famosa por matar os inimigos empurrando-os da escada, Nazaré deixou um legado que inspirou vilãs de outras novelas ao mesmo crime. Confira abaixo as adeptas do empurrãozinho degraus abaixo:

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Nazaré TedescoSenhora do Destino (2004)

Ela é com certeza a maior autoridade de crimes na escada. Dos muitos assassinatos e tentativas que cometeu na trama, a maior parte foi por meio do empurrãozinho. As vítimas eram as pessoas que pudessem revelar o segredo da vilã: o roubo do bebê Lindalva (Carolina Dickman), filha de Maria do Carmo (Susana Vieira).

O primeiro a rolar escada abaixo foi o marido da megera José Carlos Tedesco (Tarcísio Meira). A antiga colega de bordel Djenane (Elizângela) também não escapou e teve seu fim nos degraus. A enteada Maria Cláudia (Leandra Leal) não morreu, mas ficou ferida após levar um empurrãozinho da madrasta. O papel rendeu à atriz Renata Sorrah seis prêmios de Melhor Atriz!

Você sabia? Na novela Império (2014), o fim de Jurema, também personagem de Elizângela, foi igual ao de Djenane, em Senhora do Destino: ela morreu ao cair da escada, só que desta vez ninguém a empurrou. 

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Tereza Cristina: Fina Estampa (2011)

Aprendiz de Nazaré, a vilã vivida pela atriz Christiane Torloni, também recorreu à escada como arma para exterminar quem fosse uma ameaça para ela. Sobrou até para a filha Patrícia (Adriana Birolli), que mesmo grávida, não foi poupada pela mãe, mas sobreviveu ao empurrão. 

Fred (Carlos Vieira) não teve a mesma sorte, o ambicioso cozinheiro rolou escada abaixo depois de cobrar e ameaçar a ‘Rainha do Nilo’, como o mordomo Crô (Marcelo Serrado) a chamava. Fim de jogo também para o mafioso que ameaçava Íris (Eva Wilma), a tia da megera. O rapaz morreu ao ser empurrado por Tereza Cristina, que ainda mencinou sua mentora“Obrigada, Nazaré Tedesco”. 

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Brenda: Sangue Bom (2013) 

Falsa e mau caráter, a golpista tem uma aluniação em que mata a rival Rosemere (Malu Mader) a empurrando da escada. A personagem de Letícia Isnard aparece na cena vestida igual a vilã de Senhora do Destino e Rosemereigual a vítima Djenane também de Senhora do Destino. E o delírio até é colocado em prática, mas ao empurrar Rosemere, quem acaba se desequilibrando é a megera que não morre, mas acaba se machucando feio.

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Cora: Império (2014)

Maldades não faltaram na trajetória da beata. Papel brilhante de Drica Moraes, a tia azeda de Cristina (Leandra Leal), tenta acabar com a vida de Fernando (Erom Cordeiro), ex-namorado da sobrinha empurrando-o da escada, mas para o azar da vilã, não é desta vez que o advogado, que é também seu ex-comparsa nas maldades contra o comendador José Alfredo (Alexandre Nero), morre. Ela então, convence Jairo (Júlio Machado) a jogá-lo do precipício e acabar de vez com a vida de seu ex-aliado. 

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Beatriz: Babilônia (2015)

Desde o começo da novela, Beatriz (Glória Pires) não poupou ninguém de suas maldades. Para a vilã, vale qualquer coisa para exterminar quem representa uma ameaça. Com a promessa de denunciar a assassina do motorista Cristovão (Val Perré  para a polícia, Sebastião (Nelson Xavier) é empurrado por Beatriz em uma cadeira de rodas escada abaixo e morre na hora. 

Continua após a publicidade
Publicidade