Conheça a equipe por trás da superestrela Giovanna Antonelli

“Estávamos no batizado da Giovanna quando sentenciei: ‘Essa menina vai ser uma estrela’”, conta a mãe Sueli Antonelli.

O relógio não marcava nem 8 horas quando Giovanna Antonelli chegou animadíssima para a sessão de fotos de CLAUDIA. Cumprimentou a todos e distribuiu sorrisos para a equipe. Em uma única frase, quase sem respirar, contou que vinha de uma maratona. Tinha voltado de helicóptero no dia anterior, depois de gravar em Búzios cenas da novela das 6 da TV Globo, Sol Nascente. Foi direto para o estúdio, onde trabalhou até tarde da noite. Dormiu às 2 horas da manhã e acordou antes das 6. “Estou me sentindo em outro mundo, ligadona”, disse, soltando uma de suas sonoras gargalhadas. Por esse ritmo acelerado, recebeu do cantor Zeca Pagodinho, seu amigo, o apelido de “pilha”.

Aos 40 anos, mãe de Pietro, 11 anos, de sua união com o ator Murilo Benício, e das gêmeas Sofia e Antônia, 6 anos, do atual casamento com o diretor Leonardo Nogueira, Giovanna aguenta o ritmo porque leva a vida em alto-astral. É difícil tirá-la do sério. Amante de uma boa noite de sono, nem mesmo quando precisa acordar cedo perde o humor. “Sou prática. Se fico chateada, falo com a pessoa e sigo em frente”, assegura. Esse pique todo é essencial para encarar o dia a dia. Além da bem-sucedida carreira de atriz, Giovanna tem tino para os negócios. A intérprete de Alice assina uma linha de óculos em parceria com a Triton, uma de bijuterias com a Rommanel e uma de esmaltes com a Colorama. Mas o foco agora é a expansão das 20 franquias da clínica de depilação a laser GioLaser. Por não poder dispensar ao empreendimento o tempo que ele merecia, optou por sair da sociedade no restaurante Pomar Orgânico, especializado em raw food (culinária baseada em alimentos crus).

Leia mais: Você vai perder o ar com Giovanna Antonelli e Bruno Gagliasso na nova novela. Veja trailer inédito!

Para dar conta de tantas funções, a carioca comanda sua rotina e a da família com disciplina de general. “Controlo absolutamente tudo – dos meus negócios à minha casa e a vida das crianças. Sei até se meus filhos foram ao banheiro ou não. No intervalo das gravações, corro para o celular, que considero uma das melhores invenções depois do ar-condicionado”, conta. Esse excesso de zelo, porém, traz incômodos. “Quando algo sai do controle, eu me desestabilizo. Por isso, tenho feito um exercício diário para abrir mão de coordenar tudo”, diz. Ela já tentou mudar o jeito acelerado com ioga, exercícios de respiração e terapia – mas não se empolgou com nenhum e, agora, queima a energia no crossfit. Para não pirar com a lista de afazeres, montou um time de peso. Da babá ao empresário, passando pela mãe e pela melhor amiga: todos são fundamentais. “Somos como um moinho em que um precisa da engrenagem do outro para funcionar. E faço questão de que cada um esteja em paz e feliz”, afirma. Conheça o time de Giovanna.

giovanna-antonelli

A governanta – Regina de Azevedo, 60 anos

“Cuido da Giovanna e da casa dela há 12 anos. Quando comecei, o Pietro nem era nascido! Ela sempre foi brincalhona e carinhosa. Às vezes, me chama para perguntar o que fiz no fim de semana e se diverte com as minhas histórias; quer saber até se arrumei um paquera. Durante esse tempo em que estamos juntas, nunca a vi de mau humor. A Giovanna gosta de tudo arrumado, e eu sou a responsável por isso: as roupas do armário são organizadas por cores; as toalhas, separadas por tamanho. Também fico atenta para que o iogurte e o xampu preferidos dela não faltem. Ela mantém uma horta no sítio, na região serrana do Rio. Então, quando comemos uma fruta, guardamos o caroço para plantar. Eu faço a rega e adubo até que a mudinha esteja pronta para ser levada. Giovanna tem um coração enome e me ajudou na reforma da minha casa. Só tem um defeito: é preguiçosa e dá trabalho para sair da cama. Desligo o ar, abro as cortinas, mas nada disso funciona. Ela já me autorizou a jogar um balde de água para ela levantar mais rápido, mas ainda não testei.”

Veja também: Foto das filhas gêmeas da atriz Giovanna Antonelli encanta seguidores.

A babá – Gislene dos Santos, 37 anos

“Comecei a cuidar da Sofia e da Antônia quando elas tinham 6 meses. O ritmo da Giovanna me assustou. Ela parecia ligada nos 300 volts! Pensei que não ia aguentar a função por muito tempo e, depois de 30 dias, achei que tinha feito um péssimo trabalho. Hoje, passados quase seis anos, estou adaptada. Ela é exigente, quer saber o tempo todo como as crianças estão e, por isso, ando com o celular no bolso. Também combinamos um código para ela não se assustar quando ligo. Assim que ela atende, logo a chamo de ‘veado’. A Giovanna está sempre disposta a ajudar, e com ela não tem frescuras. Se percebe meu cansaço, me chama para deitar na cama dela e faz massagem em mim! Vivemos de dieta. Dividimos o mesmo shake à noite e o suco verde em jejum. Ela vive dizendo que quer ver todo mundo feliz, e é a mais pura verdade. Meu filho, de 10 anos, já torceu o braço e ela o levou ao ortopedista que cuida da família dela. Quando ele tem crise de asma, passa por consulta com a pediatra das meninas.”

A preparadora artística – Rossella Terranova, 75 anos

“A primeira vez que vi Giovanna atuar foi em Laços de Família (2000). Fiquei surpresa com o desempenho dela. Começamos nossa parceria no ano seguinte, na novela O Clone, quando a TV Globo me contratou como preparadora corporal dos atores principais. Desde então, nunca mais nos separamos. A Giovanna tem um fogo interno, muita vontade. Focada, sabe o que quer e sabe ouvir. Hoje, nosso entrosamento é tanto que nos entendemos pelo olhar. Se tivesse de destacar uma só vantagem nessa troca, diria que ela traz muito amor para nossos encontros. Até mantra, ela me ensinou! Às vezes repito: ‘Abundância entra na minha vida de maneira surpreendente e milagrosa!’ Outra qualidade que admiro nela é a humildade. Mesmo depois de tanto sucesso, ela ainda se sente insegura. E é muito generosa com os colegas. Entendeu cedo que o trabalho fica melhor quando todos têm a oportunidade de brilhar!”

Leia mais: Giovanna Antonelli fará par romântico com Bruno Gagliasso, em “Sol Nascente”.

giovanna-antonelli

A mãe – Sueli Antonelli, 74 anos

“Estávamos no batizado da Giovanna quando sentenciei: ‘Essa menina vai ser uma estrela!’ Desde pequena, parece um raio de luz. Sempre passou muita alegria e nunca acordou de mau humor. Aprendeu a tirar proveito da sua simpatia desde cedo. Como tinha dificuldades para acordar, convencia os inspetores a deixá-la matar aula para dormir num cantinho qualquer do colégio. Quando tirava notas baixas, combinava com um amigo meu de falsificar a minha assinatura nos boletins. Até hoje ele só se refere a ela como 171. Giovanna dizia que eu era uma mãe carrasca porque não a deixava viajar com as amigas nos fins de semana. Hoje, me divirto em saber que ela é pior que eu! Brinco que precisa pegar mais leve com as crianças.”

O marido – Leonardo Nogueira, 37 anos

“Em 2008, um amigo dirigiu Giovanna na série Casos e Acasos e logo em seguida me disse: ‘Conheci a mulher da sua vida!’ Ri e acabei esquecendo a profecia. Afinal, nem era próximo da Giovanna. Mas, um ano depois, trabalhamos juntos em Viver a Vida (2009). Nem sei precisar como começamos a namorar. Foi natural: um estalo e estávamos juntos. Ela diz que foi um encontro de almas. Estamos casados há sete anos e o relacionamento só fica melhor. Somos muito parceiros. Hoje, além de gravarmos a novela (ele é diretor de Sol Nascente), malhamos juntos e somos sócios na clínica de depilação. Não cansamos da companhia um do outro. Giovanna é tudo na mesma pessoa: amiga, companheira e a mulher da minha vida!”

Veja também: Em rara aparição, Pietro, filho de Giovanna Antonelli, aparece com a mãe no salão.

A assessora de imprensa – Piny Montoro, 39 anos

“Até hoje, após seis anos de parceria, fico impressionada com a Giovanna. Ela é determinada, mas, ao mesmo tempo, escuta a opinião do outro e acata. Logo que começamos a trabalhar juntas, briguei com meu namorado e fiquei um pouco displicente. Ela me ligou dizendo que entendia meu sofrimento, que ia me apoiar, mas que era a assessora dela, não podia deixar o barco afundar. Com a Giovanna, não tem estrelismo. Se é para organizar um bazar beneficente, senta no chão, coloca etiqueta nas peças, pendura…”

giovanna-antonelli

O secretário – Edmar Duarte, 37 anos

“A Giovanna me deu oportunidades. Comecei a trabalhar para ela como caseiro, mas ela me pagou cursos e hoje cuido de toda a agenda. É uma relação de confiança; sei até as senhas do cartão de crédito. Mas, acima disso, Giovanna me fez deixar de ser tímido, bicho do mato. Esse jeito eletrizante pega. Ela tem até o raciocínio rápido. Às vezes, ficamos horas tentando resolver um problema e ela vem com a solução em um minuto. Giovanna trata todo mundo igual, não faz distinção entre pobres e ricos, empresários ou porteiros. Ainda cria os filhos da mesma maneira, e acho isso o máximo.”

A melhor amiga – Christiane Alves, 53 anos

“Sabe aquela amiga pau para toda obra? É a Giovanna! Com ela, sei que posso contar. Se estou precisando conversar, vou para o quarto de hóspedes que ela tem em casa. Na minha separação, foi Giovanna quem segurou a barra. Ela sabe o que dizer e também a hora certa. Mas os papos passam longe de sermões – são palavras que alegram, não deixam ninguém ficar para baixo. Ela não baixa a bola nem dentro de avião, mesmo odiando voar. Um dia, pegamos um voo e a aeronave parecia velha. Quando começou a trepidar, ela berrava: ‘Amiga, que furada! Esse avião está todo costurado!’ Óbvio que quem estava por perto caiu na gargalhada e esqueceu o sufoco. Não posso me esquecer de um hábito maravilhoso da Giovanna, que é o de formar redes. Uma vez, ela chegou para uma maquiadora que estava triste com o cabelo e disse que ia lhe pagar um aplique. Na mesma hora, ligou para uma cabeleireira que conheceu e marcou um horário. Num único movimento, ajudou duas pessoas. Por isso, o universo é tão generoso com ela: ela dá muito e recebe em troca.”

Leia mais: 4 looks de Atena, personagem da Giovanna Antonelli, para copiar.

O empresário – Marcos Brandão, 42 anos

“Giovanna tem um conjunto de características que, em Holywood, costuma ser definido como star quality: uma combinação de talento, beleza estonteante e carisma. Ela já nasceu com isso. Ao mesmo tempo, é a cara da mulher brasileira: luta para conciliar carreira, casamento, filhos. E, como tudo nela é verdadeiro, é como se ela fosse próxima, vizinha de quem a assiste. Por isso, os produtos que anuncia são sucesso de vendas. Ela tem uma qualidade rara, que é a de prestar atenção no que as pessoas falam, se comover e ajudar a resolver qualquer problema. Giovanna é generosa; não tem essa ambição de acumular. Você também nunca vai ouvi-la julgando ou falando mal de alguém. Se como profissional ela é maravilhosa, como pessoa é melhor ainda.”