Conheça a casa da youtuber Alice Salazar

Depois de uma bela repaginada com direito a móveis e objetos de cores vibrantes, o apê alugado em São Paulo ficou tão divertido quanto ela

O lugar deveria ser espaçoso, ter armários, não exigir reformas, e, de preferência, estar no bairro dos Jardins, região nobre da capital paulista. Esses eram os desejos básicos da maquiadora e youtuber gaúcha Alice Salazar, 33 anos, quando começou a planejar sua mudança de Porto Alegre para São Paulo. Segundo ela, que criou em 2010 um canal de beleza no YouTube com seu nome, e que virou um fenômeno (são mais de 1,6 milhão de inscritos), foram umas 40 visitas até chegar ao endereço.

Para assinar o visual da nova residência, ela e seu namorado convocaram a arquiteta Camila Klein. “Ela tem um projeto muito bacana, o Packing by Camila Klein, que transforma e decora ambientes com rapidez e sem que seja preciso fazer obras e grandes investimentos. Era perfeito para o nosso caso, já que o apê foi alugado”, explica a digital influencer. Espelhos para ajudar a ampliar os espaços e aumentar a luz natural, móveis de lojas que oferecem design descolado e almofadas, tapetes e pôsteres coloridos foram os principais recursos escolhidos pela arquiteta para dar mais vida ao local e para que ele passasse a refletir 100% a personalidade dos novos moradores.

Um tour pelos ambientes

Ao abrir a porta de entrada, a sala de clima bem pop, com peças de tons vibrantes e muitos quadros na parede, logo indica que ali vive gente alto-astral. O espaço é integrado à sala de jantar e a um cantinho de música. “Eu e o Maikel adoramos cantar e tocar e por isso criamos essa área com microfone, vitrola e instrumentos.” Nas paredes, ficam capas de álbuns das bandas prediletas – como Beatles, The Police e Jackson Five.

Casa Alice Salazar

 (/)

Logo ao lado está a cozinha. Quando fecharam o negócio, ela já contava com armários, mas a combinação de cores não agradava e o proprietário não permitiu que pintassem. A saída? Simples: adesivar os móveis, que passaram a ser P&B. Para dar aquele indispensável toque mais pra cima, novamente o casal recorreu aos adesivos, agora para imitar ladrilhos hidráulicos.

No hall que dá acesso aos três quartos da casa ficam os armários que acomodam as dezenas de pares de sapatos dela. “Sou louca por eles”, admite. Os quartos se dividem assim: o primeiro é reservado aos hóspedes e funciona também como closet, o segundo é a suíte da dupla, decorada com cores mais claras e neutras do que o restante, e o terceiro é o home office de Alice. Transformado em escritório e estúdio de gravação, foi o único lugar que ganhou móveis sob medida desenhados por Camila. Foram feitas uma bancada para os computadores, onde ela mesma edita os vídeos que leva ao ar, uma estante, uma luxuosa penteadeira azul-turquesa, com um grande espelho, gavetas e nichos mil, e um mural metálico, que serve para compor o cenário de suas gravações.

“Sou bagunceira e tenho muitas roupas, acessórios e produtos. Por isso, antes de me mudar, contratei uma empresa de organização para arrumar tudo”, conta. Assim, veio a sugestão de compra de um carrinho de acrílico transparente para os inúmeros itens de make – ele se tornou uma das peças mais especiais não só do estúdio como também da casa toda – e de fazer outro mural, dessa vez com ganchos e cortiças, para pendurar colares, brincos e pulseiras. Tudo fica à vista.

Montagem Alice Salazar

 (/)

O período em São Paulo tem se mostrado produtivo. Além de ter mudado de lar, de estilo de vida e estar o tempo todo perto do namorado, projetos profissionais nascidos na cidade empolgam. Em dezembro, lançou novos produtos de maquiagem da linha que leva o seu nome e foi idealizada por ela, em 2013. Ainda este ano, vai publicar um segundo livro (o primeiro é o De Bem com o Espelho, sobre como se maquiar sozinha), para mostrar imagens de antes e depois de seus tutoriais, aplicados em diferentes pessoas. Espere ver nas páginas o resultado das dicas que mais curte dar, como passar a base com as mãos “para uma cobertura natural”, colocar cílios postiços “sempre que der vontade, e não só em ocasiões especiais”, e usar muita maquiagem. “A expressão ‘menos é mais’ não me representa”, afirma, rindo.