Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Carolina Dieckmann: “Nunca fiz planos para o futuro, não sou assim”

A atriz conta como se vira para driblar a distância do marido, Tiago Worcman, que se mudou para São Paulo

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 12h58 - Publicado em 15 out 2013, 21h00

A atriz conversou com a Contigo! antes da pré-estreia do longa Entre Nós, no Festival do Rio
Foto: Selmy Yassuda

A paixão tem movido Carolina Dieckmann, 35 anos. Literalmente. Na quarta-feira (2), por exemplo, mesmo com a agenda lotada com as gravações da novela das 6, Joia Rara, a pré-estreia do filme Entre Nós, no Festival do Rio, e a rotina de mãe de Davi, 14, e José, 6, a atriz se desdobrou e correu para pegar a ponte aérea Rio-São Paulo. Tudo para passar apenas uma noite com o marido, Tiago Worcman, 35, que recentemente se mudou do Rio de Janeiro para a capital paulista para dirigir a nova MTV. Naquele dia, era aniversário de Tiago, e ela quis fazer uma surpresa. Conseguiu. “Morro de saudade… Mas sei que ele está feliz, então eu fico também. Vamos fazer dez anos juntos e continuo muito apaixonada pelo Tiago”, declarou Carolina após a maratona. Antes, ela já havia declarado seu amor publicamente pelo Instagram. “Príncipe dos meus sonhos, paixão platônica da minha adolescência, marido e amor da minha vida… Eu só te desejo uma coisa boa, todos os dias!!!! Parabéns, @tworcman, você me faz tão bem que eu também quero fazer isso por você!”
 

Ao desembarcar de volta ao Rio de Janeiro, no dia seguinte, a correria continuou. A atriz foi do aeroporto direto para o hotel Windsor Miramar, em Copacabana, trocou de roupa e em meia hora estava estonteante para encarar o tapete vermelho, como se pode ver na foto desta página. Carolina, que está em sua 17a novela, mas interpretou apenas quatro papéis de cinema na carreira, quis fazer o longa Entre Nós, de Paulo Morelli, 56, após se apaixonar pelo roteiro, que conta a história de um grupo de amigos que se reencontra dez anos depois. “Adoro cinema e, sempre que dá, eu faço. Nesses últimos anos, fiz dois filmes, então acho que estou num baita lucro! Recebo muitos roteiros, mas infelizmente nem sempre consigo fazer todos os que gosto. Esse eu quis muito fazer, porque fala de amizade, tempo, transformação. Tive de fazer até teste de elenco, coisa que há muito tempo não fazia, e adorei”, lembrou.

Mamãe à distância

Na época das filmagens, em julho do ano passado, foi a atriz quem se viu obrigada a ficar longe da família por um período. Por um mês, ela ficou praticamente isolada em uma casa de campo na Serra da Mantiqueira, onde o celular mal pegava. “Eu me senti de férias da minha própria vida. Realmente, não tinha como resolver as coisas práticas à distância. Mas, por um lado, foi bom delegar, ver as coisas acontecerem sem mim. Me dá paz ver meus meninos crescendo, se virando, de bem com a vida”, contou Carolina, que reencontrou no set grandes amigos, como Paulinho Vilhena, 34. “Amo o Paulinho. Ele é um cara muito sensível, bom de estar junto e bom também para trabalhar. Foi ele quem me ensinou a surfar”, recordou a atriz.

Pensando sobre o tempo

A passagem de tempo no filme fez Carolina pensar em sua história ao passar dos anos. Afinal, ela teve um “amor platônico” na época da escola por Tiago e, quando o reencontrou, após mais de dez anos, se reapaixonou, casou pela segunda vez e teve mais um filho. Agora, ela pensa até em se casar novamente com o diretor. “As histórias não são parecidas, mas há esse lance do tempo… Eu adoro ter raízes em comum com o Tiago. Até hoje, meu coração bate mais forte quando vou a Santa Teresa (bairro na zona sul do Rio de Janeiro, onde ela morou e estudou) com ele. Passamos em frente à nossa escola e sentimos o mesmo prazer… é lindo”, resumiu apaixonada.
“Nunca fiz planos para o futuro, não sou assim. Mas acho que hoje estou muito melhor que há dez anos! Estou mais feliz, mais bonita”, resumiu ela, que também está realizada por viver sua primeira personagem de época, como a mocinha Iolanda de Joia Rara. “É muito boa essa coisa de viver uma outra época, aprender com o figurino, o cenário, entender como viviam… Tem sido um grande aprendizado.”

LEIA A ENTREVISTA COMPLETA NA EDIÇÃO 1987 DA CONTIGO!, NAS BANCAS EM 16/10/2013.

Carolina Dieckmann: "Nunca fiz planos para o futuro, não sou assim"

Para brilhar, a atriz vestiu Reinaldo Lourenço
Foto: Selmy Yassuda

Continua após a publicidade
Publicidade