Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bruno Gagliasso: “Meu corpo está a serviço da minha profissão”

O ator conversou com a Contigo!Online e revelou como foi se preparar para dar vida a Lauro, do filme Isolados. Aproveitou também para adiantar detalhes do perfil de seu personagem em Dupla Identidade

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 02h03 - Publicado em 1 set 2014, 21h00

Bruno em cena de Isolados
Foto: Luis Paulo Mendes/Casé

Na segunda-feira (01), Bruno Gagliasso marcou presença em um shopping de São Paulo para a pré-estreia do filme Isolados. O longa é dirigido por Tomás Portella e conta a história de um casal que resolve viajar para a região serrana do Rio e se hospeda em uma casa pouco convidativa.

Em conversa com a Contigo!Online, Bruno contou como foi se preparar para o filme, que é marcado pelo suspense psicológico, um dos primeiros do gênero no Brasil. Ele contracena com José Wilker, Regiane Alves e Juliana Alves, além de Orã Figueiredo e Silvio Guindane.

Regiane dá vida à artista plástica Renata, que tem um passado cheio de traumas, e é isso que traça seu caminho com o de Lauro, vivido por Bruno. Ela frequenta uma clínica psiquiátrica, em que ele é residente e tem como tutor o Doutor Fausto, interpretado por Wilker. Já a personagem de Juliana, Luzia, é a moça que cuida da misteriosa casa.

Bruno Gagliasso: "Meu corpo está a serviço da minha profissão"

O ator teve a honra de contracenar ao lado de José Wilker no longa que tem o roteiro de Mariana Vielmond, filha de Wilker
Foto: Dan Behr

Para as grandes telas

Além de atuar em Isolados, Bruno Gagliasso também é coprodutor do filme, que chega aos cinemas no dia 18 de setembro. Para arrasar na atuação como o residente Lauro, o ator revelou que se inspirou em filmes estrangeiros como O Iluminado, O Anticristo, O Chamado e O Sexto Sentido. “Foi uma preparação intensa e muito importante, porque a gente teve pouco tempo de filmagem”, contou. E, embora ele dê vida a um residente de psiquiatria, não chegou a visitar clínicas. “Isso não era o mais importante, na verdade é só uma lapidação do que ele é. O foco é a relação entre ele e ela (Renata).

Continua após a publicidade

Como o filme é de suspense e tem cenas fortes, que mexeram com a equipe, eles fizeram uma terapia em grupo. “Quando a gente estava gravando ficava conversando, trocando ideia, foi um filme que mexeu muito com o nosso emocional”, disse.

Bruno Gagliasso: "Meu corpo está a serviço da minha profissão"

O ator caracterizado de Edu, o protagonista de Dupla Identidade
Foto: TV Globo/Divulgação

Serial Killer

E o ano está corrido para o dono dos belos olhos azuis. Apesar de Isolados ter sido gravado em 2012, o lançamento é em setembro deste ano, mesma época de gravação e estreia da série Dupla Identidade. O novo trabalho do ator na TV é da autoria de Gloria Perez, velha conhecida dele. “Ela é minha mãe da televisão. Me entende muito, sabe o que eu gosto e me dá personagens que eu gosto. Isso é maravilhoso para qualquer ator”, revelou.

Na série que será exibida pela Globo, ele vive Edu, um serial killer que vai dar trabalho aos investigadores Vera (Luana Piovani) e Dias (Marcello Novais). “Ele se faz de bonzinho só que é um monstro. É a pessoa que você menos desconfia”, explicou. Em comparação com o personagem do filme, disse: “O Lauro você já vê que tem um problema emocional. O Edu não tem problema emocional, ele é um monstro e pronto. Ele é consciente e sabe o que quer”.

Projetos

Bruno ainda não abandonou a barba e o cabelo comprido que adotou depois de Joia Rara. “Os personagens que pedem isso, meu corpo está a serviço da minha profissão. São eles que pedem, faz parte”, disse. Empolgado com o lançamento de Isolados como estreia de sua produtora, ele adianta que tem mais uma produção saindo do forno. A Vida Sexual da Mulher Feia, baseada na peça estrelada por Otávio Müller, virará filme!

Continua após a publicidade
Publicidade