Bru Marquezine revela que passou por depressão antes de ‘Deus Salve o Rei’

Atriz também contou que via o próprio corpo distorcido e chegou a tomar laxante para emagrecer. Desabafo veio para rebater críticas dos seguidores

A atriz Bruna Marquezine, 23 anos, usou sua conta no Instagram para fazer um longo desabafo após receber críticas por seu corpo. Ela rebateu os comentários de que estaria magra demais e aproveitou para contar momentos difíceis vividos nos últimos tempos.

“Vivi uma época em que diziam que eu estava gorda, com o quadril largo demais, as bochechas grandes demais. Comecei a acreditar nisso e odiar meu corpo. Via meu corpo de forma distorcida. Cheguei a tomar laxante por três meses, todos os dias, para tentar emagrecer”, desabafou.

Bru falou ainda que estava encarando um quadro de depressão. “Não entendia o que estava acontecendo, mas quando os problemas de saúde começaram a chegar fiquei assustada. Minha família, que convive mais comigo, percebeu e me incentivou a procurar ajuda”.

“Depois, quando a Catarina, da novela Deus Salve o Rei, chegou para mim, decidi que gostaria de emagrecer de forma saudável para viver a personagem. O instrumento do trabalho do ator é o próprio corpo e não é só o cabelo que muda. Quando engordo, fico com rosto de menina, e a Catarina era uma vilã. Então, com ajuda profissional, cheguei a um resultado que gostei de ver na TV”, disse.

“Eu estou saudável e feliz. Não estou preocupada em emagrecer. Estou até comendo muita besteira, mas gosto de comer saudável e me cuidar. Não vou compartilhar meus exames, porque é mais legal postar foto de viagens”, continuou.

“Mas as pessoas não devem comentar sobre o corpo das outras sem que a opinião seja solicitada. Vejo mulheres criticando outras mulheres. Todos precisam ter consciência e responsabilidade sobre o que dizem para os outros. As palavras de alguém podem abençoar ou amaldiçoar o outro. Se eu tivesse com anorexia, como disseram, essa afirmação faria muito mais mal do que bem a mim”, exemplificou.

Por fim, ressaltou a importância da autoestima e de não se deixar abalar pelo que dizem. “A opinião do outro, seja boa ou ruim, não pode interferir na opinião que você tem de si”, finalizou.