Aos 81 anos, morre o ator Paulo Goulart

Ele estava internado em São Paulo e não resistiu a um câncer renal avançado

Paulo Goulart morreu, nesta quinta-feira (13), em São Paulo. Ele estava internado no Hospital São José, na região central da capital paulistana, sob os cuidados do oncologista Fernando Cotait Maluf e do cardiologista Marcelo Sampaio. Segundo a nota oficial, Paulo faleceu às 13h15 decorrente de um câncer renal avançado. O enterro será realizado na sexta-feira (14), no Cemitério da Consolação.

Em 2012, o ator havia sido internado para o tratamento de um câncer no mediano – canal da região dos pulmões – e, dois anos antes, já havia sido submetido a um tratamento de câncer nos rins.

Família

Nicette Bruno, esposa de Paulo, e a família conversaram com a imprensa no hospital ainda na tarde de quinta-feira. Sem esconder a tristeza, eles esclareceram que acreditam que estarão juntos novamente em outra vida espiritual. “Eu estava de mãos dadas com ele, porque nosso amor é eterno. Vamos ter este momento de separação, mas estaremos sempre juntos”, declarou a atriz.

A união de Paulo Goulart e Nicette Bruno era conhecida como uma das mais duradouras do mundo artístico. Em 2013, o casal comemorou Bodas de Diamantes pelos 60 anos juntos. A história de amor não para aí: eles nasceram no mesmo ano, com apenas dois dias de diferença. Tiveram três filhos, Bárbara Bruno, Beth Goulart e Paulo Goulart, que seguiram a mesma carreira dos pais.

Aos 81 anos, morre o ator Paulo Goulart

Nicette Bruno e família conversam com a imprensa
Foto: Amauri Nehn/Photo Rio News

Carreira

Paulo Afonso Miessa, seu nome real, tinha 81 anos de vida e desde a adolescência se dedicava à carreira artística. Ele nasceu em uma fazenda de Ribeirão Preto, em 9 de janeiro de 1933. Logo cedo, interessou-se pelo teatro e, mesmo se formando em Química Industrial, passou a trabalhar como rádio-ator. Em 1952, Paulo começou a atuar na Companhia Nicette Bruno e Seus Comediantes, e, no mesmo ano, casou-se com a atriz Nicette Bruno.

Ainda em 1952, estreou na televisão, atuando em Helena, novela da TV Paulista. Em 1954, fez seu primeiro filme, Destino em Apuros. Desde então, tornou-se um dos grandes talentos brasileiros. Atuou no SBT, TV Tupi, SBT, Record, TV Bandeirantes e na Rede Globo, onde ficou pelo período mais longo. Na emissora, seu primeiro trabalho foi em A Cabana do Pai Tomás, novela de 1969.

O último trabalho de Paulo foi como Horácio na série Louco Por Elas, em 2012. Seu contrato com a TV Globo estava em vigor até o próximo ano.

Repercussão

Nas redes sociais, a morte foi lamentada por diversas personalidades, que mostraram seu respeito pelo ator e sua família. “Meu coração está absolutamente triste. Estou derrotado. Acabei de receber a notícia do falecimento do meu amigo Paulinho Goulart. Que tristeza. Que pessoa excepcional, que profissional, que companheiro. Tantos bons papos, risadas e trocas de experiências. Um mestre da nossa arte e repito: uma pessoa extraordinária. Parece que perdi alguém de minha família. Falamos pela última vez por telefone e estava tudo bem, com seu infalível carisma e voz sempre cheia de muita ternura e carinho. Meu Deus, dê absoluto conforto a nossa Nicete e seus filhos queridos”, escreveu Otaviano Costa em seu Instagram.

Veja as mensagens de outros famosos.

Aos 81 anos, morre o ator Paulo Goulart

Nicette mostra a aliança de casamento. “Nosso amor é eterno”, afirmou
Foto: Amauri Nehn/Photo Rio News

Aos 81 anos, morre o ator Paulo Goulart

Paulo com a esposa, Nicette, e os filhos Bárbara Bruno, Beth Goulart e Paulo Goulart
Foto: Fernando Moraes