Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Alexandre Nero é o queridinho das gravações de Império

Chamado de Comendador até pelos colegas de trabalho, Alexandre Nero resgatou o galã à moda antiga: decidido, corajoso e muito sedutor. Romântico assumido, o ator venceu os desafios que a vida lhe impôs sem perder a ternura.

Por Manuella Menezes (colaboradora) Atualizado em 14 jan 2020, 21h06 - Publicado em 9 fev 2015, 09h53

Em uma recente votação popular feita por um jornal carioca, Alexandre Nero, protagonista de Império, levou o prêmio de melhor ator, desbancando Cauã Reymond e Chay Suede. Causou alvoroço na hora do agradecimento ao simular um beijão em Tatá Werneck no palco.”Sou galã. Eu posso”, disse, rindo. O humor, com pitadas de ironia, é uma das características do astro do horário nobre. Aos 44 anos e esbanjando virilidade, ele incorpora um homem irresistível e misterioso – e sem clichês. ”O Zé Alfredo não tem nada do galã que a gente imagina, e sim uma pegada máscula, que faz sucesso”, afirma. 

Mesmo antes de ganhar o papel principal, Nero já roubava a cena. Foi assim na novela A Favorita, de 2008, quando interpretou o verdureiro Vanderlei. Emendou um trabalho no outro desde então. Fez drama, comédia e colheu elogios. ”Acredito na dedicação, e não no acaso”, diz. A determinação é outro de seus traços marcantes. O ator paranaense nunca se fez de coitado: superou a morte dos pais na adolescência e, para garantir a independência financeira, tocou violão em barzinhos e bandas em sua cidade natal, Curitiba. Até que descobriu seu lado ator, desembarcou no Rio de Janeiro para fazer testes e não voltou mais – nem para o Sul nem para o anonimato. 

E qual o papel das roupas nessa reinvenção? Como define seu estilo?
Gosto de criar meu próprio estilo, pois acho que a roupa revela muito da personalidade. Misturo terno com chinelos, por exemplo. Acompanho as novidades, mas o mais importante é ter liberdade para vestir o que tiver vontade.

Karen Brustolin, sua namorada, é consultora de moda. Você pede a opinião dela?
Ela me dá ótimas dicas e sabe o que cai bem em mim, o que eu não vou gostar, essas coisas. É sempre uma tranquilidade tê-la por perto porque, como namorada, ela me aconselha.

Elas falam sobre Alexandre Nero, o queridinho das gravações 

Sergio Santoian
Sergio Santoian

Lília Cabral – atriz, par romântico em Império 
”Desde a primeira vez em que contracenamos, em A Favorita, nos demos muito bem. Soube desde o começo que ele cresceria rapidamente.”

Marina Ruy Barbosa – atriz, par romântico em Império 
”Além de extremamente competente e generoso, Alexandre tem um humor inteligente. A gente se diverte muito gravando. É um amigo que quero para a vida toda.”

Fernanda Lima – apresentadora de Amor & Sexo 
”Nero, ‘não aprendi a dizer adeus’, mas posso tentar se você voltar ao Amor & Sexo para cantar essa música para a gente. Seu senso de humor único – e mau humor único também – me encanta. Na nossa bancada, você é mais que o Comendador. É nosso imperador! #voltanero.”

Leia entrevista completa em ESTILO, ed 149.

Continua após a publicidade
Publicidade