Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Adolescência: como navegar nesse mar de mudanças?

Estabelecer parceria com os filhos nem sempre significa virar melhor amigo. Menos julgamento e interesse autêntico pelos gostos deles ajudam a criar laços

Por Abril Branded Content - Atualizado em 4 ago 2020, 17h45 - Publicado em 10 ago 2020, 10h00

O período é de transformações. Um dia eles acordam com espinhas no rosto, pelos novos, um corpo diferente. Não restam dúvidas: é a infância ficando para trás. Enquanto a puberdade é um marco biológico, a adolescência é a maturação do ser. “Nessa fase, o adolescente tem várias tarefas psíquicas para exercer, como por exemplo, reaprender a viver e a se relacionar com um corpo completamente novo”, explica Helena Lima, psicanalista clínica, pós-doutora em educação e doutora em saúde pública.

Ao se descobrir como um indivíduo único, e não mais como uma extensão dos pais, é esperado que esse momento venha acompanhado de um certo distanciamento da família. De acordo com a especialista, esse afastamento – que não pode ser confundido com um rompimento – é essencial, pois a partir daí serão construídas as bases da privacidade, da identidade e, também, da confiança.

Paralelamente, em busca de seu lugar no mundo, os jovens buscam por novas referências. Se na infância a sensação de pertencimento era suprida apenas pelo papel do pai e da mãe, na adolescência, ganhar o respaldo de um grupo passa a ser algo de extrema importância.

Mas, então, como manter um vínculo saudável com meu filho? “Trata-se de uma dinâmica que será transformada. Muitos pais confundem proximidade e acham que o filho deve contar tudo para eles. Não é bem assim. Investir em um tempo de qualidade, em que estejam verdadeiramente presentes, é algo essencial para a construção dos limites”, defende a psicanalista.

Reforçar a importância do diálogo nunca é demais. Entretanto, é importante avaliar: se a conversa se aproxima mais do monólogo, a conexão dificilmente se estabelecerá. Que tal, então, demonstrar curiosidade genuína em relação aos gostos dele? Pedir para assistir a uma série juntos ou convidá-lo para montar uma playlist com as novidades do momento são tarefas simples, mas que indicam respeito e igualdade. “Os adultos têm uma certa tendência ao julgamento, de desqualificar, de julgar o seu como superior. Aproximar-se com interesse autêntico ajuda na criação de laços verdadeiros”, ressalta Helena.

Além disso, o caminho das artes pode ser um grande aliado nessa fase. Propor, sem impor, que o adolescente faça um curso de música, fotografia, dança ou teatro, por exemplo, auxilia na sensação de pertencimento assim como ajuda na organização das ideias e na construção da identidade.

Para finalizar, é importante que cada pai e mãe tenham um termômetro de normalidade. Atentando, assim, para situações de exagero e faltas. Isolamento em excesso assim como falta de interesse e de amigos são pontos que demandam atenção. “No geral, os pais são ancoradouros, um porto seguro. Os filhos são os navios, que de tempos em tempos partem, mas é importante que saibam sempre ter para onde voltar”, finaliza Helena.

3 dicas da psicanalista para lidar com adolescentes

– Não fique vasculhando a vida do seu filho. Dê um voto de confiança e acredite que ele terá discernimento para fazer as escolhas certas ao se deparar com momentos de dificuldade.

– Lembre-se da sua própria adolescência. O que você gostaria que tivesse sido diferente em relação aos seus próprios pais?

– Busque apoio, informe-se, leia sobre o assunto. Para começar, Helena Lima sugere O Palhaço e o Psicanalista, de Christian Dunker, um livro que aborda a questão da escuta.

Fragrâncias que expressam e comunicam

Sempre respeitando o seu público, a linha de fragrâncias CAPRICHO do Boticário é uma maneira lúdica – e deliciosa – de os adolescentes expressarem seu mood do momento. Conheça as possibilidades que estão à venda nas lojas da marca em todo o Brasil, no site do Boticário e, também, com os revendedores – a partir de R$ 20,90 e até 30% de desconto.

Colônia Day&Night para as versáteis

Continua após a publicidade

Os produtos podem ser usados separadamente ou juntos, criando uma fragrância única e personalizada. CAPRICHO Day tem o frescor das notas cítricas combinadas a um delicado buquê floral. Já CAPRICHO Night traz uma deliciosa composição de frutas e flores com notas quentes.

CAPRICHO Tenho Super Poderes  para as empoderadas

Entre suas notas estão menta, pimenta, frutas vermelhas, amêndoas e baunilha.

Estúdio Abril/Divulgação

CAPRICHO Dancing para as cheias de energia 

A fragrância oriental floral apresenta o poder envolvente das rosas e das frutas vermelhas.

CAPRICHO Connecting para as descoladas

Essa fragrância oriental gourmand é perfeita para quem ama sua própria companhia. As notas do musk e o toque adocicado da laranja trazem relaxamento e conforto. 

CAPRICHO Wish para as sonhadoras  

A fragrância floriental gourmand tem um toque de baunilha, que traz uma sensação de conforto e alegria. 

Estúdio Abril/Divulgação

CAPRICHO Be Myself para garotas apaixonadas por sua essência 

Ideal para celebrar a liberdade. O mix de notas como mandarina, jasmim, coco e baunilha é delicioso! 

CAPRICHO Loving para as delicadas

O docinho da baunilha e o arrepio da framboesa nessa fragrância oriental deixam aquele amor no ar. 

Continua após a publicidade
Publicidade