Perdi 30 quilos com a nova dieta da linhaça

Tentei de tudo antes de conhecer a sementinha. E garanto que ela é milagrosa!

Além de me ajudar a emagrecer, a linhaça 
me fez virar uma pessoa saudável
Foto: Alan Teixeira

No consultório do cardiologista, ouvi a bomba: eu precisava emagrecer se quisesse evitar a hipertensão e o diabetes, que chegariam em poucos anos. Gelei. Meu exame de sangue acusou uma taxa de colesterol ruim muito alta. Culpa daquela gordura toda, me garantiu o médico. Fiquei arrasada. Mas o alerta ajudou a mudar minha vida.

Notei os primeiros sinais de obesidade na pré-adolescência. Enquanto minhas amigas espichavam, eu crescia para os lados. Também, lá em casa era difícil fugir da comilança. Tudo era motivo para comemorar. Fazíamos até festa de aniversário para o cachorro! Apesar de aproveitar esses momentos, quando me olhava no espelho tinha vontade de me livrar de toda aquela gordura. Cheguei a criar dietas malucas. Em uma delas, passei o dia com uma pera no estômago e nadei duas horas para perder as calorias da fruta. No dia seguinte, exausta, comi o dobro do normal.

Desisti de lutar

Meu maior problema era o tal efeito sanfona. Se perdia 10 kg em dois meses, recuperava tudo na metade desse tempo. Aos 16 anos, tomei moderadores de apetite e achei que aquilo me deixaria magra pra sempre. Bobagem. Quando larguei os remédios, engordei 30 kg em um ano. Aí, desisti.

Ao acordar, traçava sanduíches com café. Às 10h, devorava bolachas. No almoço, carnes gordas com batatas fritas e massas. À tarde, comia salgados. E, à noite, mandava ver um pratão de arroz, feijão e carne.

Fiquei com 88 kg por dez anos. O sobrepeso me causava dores nas costas e nos joelhos. No trabalho, sentia tonturas ao subir escadas ou após caminhar de um setor a outro.

Usava a semente todo dia no jantar

O alerta do cardiologista veio por acaso. Fui visitá-lo para acompanhar meus pais. Assim que notou meu peso, ele me aconselhou a fazer exames. Após o resultado, procurei uma amiga que havia perdido 10 kg sem passar fome.

Ela deu a receita: refeições em porções pequenas e balanceadas. Mas havia um segredo: a linhaça! A semente podia substituir as porções de carboidratos da dieta. Isso fez toda a diferença. Perdi 30 kg em um ano!

Comecei a seguir o novo cardápio em janeiro do ano passado. Comia todo dia uma colher de linhaça no jantar. Moía a semente e misturava no prato com a comida. Às vezes, acrescentava o pó ao leite ou suco de frutas.

Meu intestino começou a funcionar!

Já no primeiro mês, senti uma diferença fundamental: meu intestino funcionou todos os dias! Antes, eu passava até uma semana sem ir ao banheiro.

Até agosto, perdi 20 kg. Passei a caminhar diariamente antes do trabalho. Em cinco meses, perdi mais 10 kg. Hoje tenho o peso com que sonhava na adolescência: 58 kg!

No fim do ano passado, voltei ao cardiologista. Ele quase não me reconheceu. Após a bateria de exames, ouvi: ”Sua saúde está perfeita!”. E estava mesmo. O nível do colesterol ruim estava muito baixo. Eu não corria mais o risco de ser diabética nem hipertensa. Apesar disso, sigo comendo a linhaça. Ela me ajudou a virar uma pessoa saudável.

A semente milagrosa

A linhaça ajuda a perder peso porque combina a riqueza de nutrientes com propriedades emagrecedoras. ”O segredo está na quantidade de fibras, Ômega 3 e lignanas, nutrientes que controlam a sensação de fome e ajudam a regular o intestino”, diz a nutricionista Roseli Ninomiya. Além de emagrecedora, a semente tem uma lista de propriedades benéficas que a tornam unanimidade entre os nutricionistas. ”Ela combate anemia, acnes, distúrbios causados pela TPM e menopausa e reduz os níveis de açúcar do sangue. Também previne contra diabetes, ajuda a reduzir o colesterol ruim e combate a retenção de líquidos”, explica a nutricionista Fernanda Machado. A linhaça contribui para rejuvenescer a pele e previne o aparecimento de doenças cardíacas e câncer.

Outras formas de comer linhaça

Dá para comer linhaça em forma de azeite ou de óleo em cápsula. Ambas condensam as propriedades da semente. Se escolher o azeite, uma colher de sopa ao dia é suficiente para ter o efeito emagrecedor. Caso prefira cápsulas de 500 mg, tome duas ao dia. Se for pílula de 1 g, uma única basta. Ainda há o pão: coma duas fatias ao dia.

Como usar
. Existem dois tipos de linhaça: a dourada e a marrom. As duas têm a mesma quantidade de nutrientes.

. O ideal é consumi-la moída e misturada aos alimentos. A semente tem casca dura, que não é bem digerida. E é no interior do grão que estão as propriedades emagrecedoras.

. Jogue os grãos moídos por cima dos alimentos em qualquer refeição. Se preferir, use em vitaminas (veja receita).

. Coma os grãos logo após triturá-los. Após 15 minutos, ele perde os nutrientes. Há ainda o pó de linhaça, mais prático, mas com menos nutrientes. Uma colher de sopa ao dia é o ideal.