Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Chá de alecrim com limão tem efeito calmante e ajuda a emagrecer

Priscila Live emagreceu 62 kg com o auxílio do chá de alecrim com limão. A bebida ajudou a acabar com a gula e o inchaço e controlou a ansiedade da leitora. Conheça a história dela e siga o cardápio da dieta.

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 15 jan 2020, 07h00 - Publicado em 26 mar 2014, 21h00

Priscila Live, 34 anos, estilista de moda, de São Paulo, SP, tem 1,75 m e foi dos 140 kg para os 78 kg.
Fotos: Alan Teixeira / Arquivo pessoal

No Réveillon de 2009, eu estava reunida com uma turma de amigas para tirar uma foto da virada de ano na praia. Flash! Corri para ver a imagem na câmera e quase morri do coração! Somos todas de idades semelhantes, mas, ao lado delas, parecia que eu tinha uns 20 anos a mais! Eu parecia mãe delas… Isso sem falar da minha barriga enorme, que na foto parecia ainda maior. 
 
Minha reação foi de engolir o choro, respirar fundo e manter minha pose de durona. Mas não por muito tempo. Saí para uma caminhada à beira-mar e fiquei sozinha por algumas horas. Aí, desabei. Chorei sem parar, pensando em como havia chegado àquele ponto. Deitei na areia e repassei as cenas dos anos anteriores na minha cabeça. Eu tinha largado os esportes e a vaidade para trabalhar dia e noite, pensando apenas em dinheiro. E esse estilo de vida me deixava muito ansiosa e me fazia comer demais. Caiu a ficha. Voltei para minhas amigas e falei, convicta: “Vou dar uma reviravolta na minha vida no próximo ano!”.
 

Troquei as atividades físicas por horas em frente ao computador

 
Até meus 24 anos, eu levava uma vida tranquila, com estudos, trabalho e treino de vôlei. Era muito ativa e conseguia manter meu corpo em forma sem sacrifício, gastando todas as calorias nos treinos. O jogo era minha grande paixão! Tinha o sonho de viver do esporte, mas minha altura me impedia de conseguir ingressar em times profissionais.
 
Mesmo assim, eu era uma garota popular, que fazia sucesso na turma de meninos e liderava o grupo de amigos. Tinha um namorado e uma vida social bem agitada. Saía muito para dançar e viajar com a turma.
 
Como o esporte amador não me dava futuro, decidi ingressar no trabalho de estilista de moda autônoma, minha outra paixão. Só que essa mudança de rotina teve consequências graves no meu humor e no meu peso. Troquei os treinos físicos por muitas horas em frente ao computador. E o pior: comendo o tempo todo.
 

Esqueci da minha aparência e engordei 20 kg em um ano…

 
Deixei de mexer o corpo para trabalhar a cabeça. Vivia para o novo trabalho, para ganhar dinheiro. E isso atacou minha ansiedade. Eu percebia que estava engordando, mas pensava: “Depois eu cuido disso, agora não tenho tempo, preciso trabalhar. O importante é faturar”. Fui muito idiota e caí na armadilha de me preocupar com o bolso, mas esquecer da saúde e da aparência.
 
Já no primeiro mês, ganhei 5 kg. Em um ano, engordei 20 kg! Dá para acreditar? Perdi meu armário cheio de shorts e vestidinhos da moda. Também via o desprezo no olhar da minha mãe, que não admitia meu corpo redondo. “Onde é que você vai parar com essa gordura toda?”, ela me perguntava, com razão. Eu só resmungava. Meu namorado na época não dizia nada, mas dava para sentir que a relação andava morna. Meu ganho de peso atrapalhou até meu lado profissional, já que eu vivia de legging e camisetão e trabalhava no mundo da moda. Não orna, né? Era difícil manter o bom humor…
 

Obesa, anoréxica e obesa de novo

 
Aos 25 anos, com 93 kg, perdi o controle total sobre minha alimentação. Comia sem sentir fome e depois queria vomitar. Quando não conseguia, me arrependia e batia a depressão. Aí, para consolar a tristeza, comia tudo outra vez. Isso me deixou tão paranoica que decidi que era hora de parar de comer. E fiz isso de forma radical: em quatro meses, perdi 38 kg.
 
Fui parar no hospital cinco vezes por fraqueza, com anemia severa. Até que o médico contou para minha mãe que eu estava sofrendo de anorexia, distúrbio em que a pessoa não enxerga seu corpo como é e deixa de comer.
 
Aí, por ordens médicas, tive que voltar a me alimentar. Só que passei a comer mais do que antes. Em um período de ansiedade na TPM, por exemplo, devorava uma caixa inteira de bombom e mais um pacote de biscoitos recheados. Tudo isso em uma hora e meia! A ansiedade sempre foi meu calcanhar de aquiles. Não sabia mais o que era equilíbrio.
 
Aos 26 anos, eu já estava com os 93 kg de novo. Nisso, perdi o namorado e continuei engordando loucamente. Quando cheguei aos 30 anos, atingi meu auge: 140 kg! Já não havia roupas que me servissem, não tinha vaidade, amor-próprio… E ainda precisava lidar com a reprovação das pessoas no trabalho.
 

Fiz “autolavagem cerebral”!

 
Quando voltei daquela viagem de Ano-Novo que me fez cair na real, marquei consulta com uma nutricionista e um endocrinologista. Estava determinada a controlar minha ansiedade, que bagunçava todo o meu peso. Sumi do meu ciclo social por três meses para fazer minha mudança radical, tomando cuidado para não cair na anorexia outra vez.
 
Meu primeiro passo foi preparar minha mente para a reeducação alimentar, com revistas e livros sobre o assunto. Brinco que fiz uma autolavagem cerebral, porque mudei completamente o meu jeito de pensar. Varri da minha casa e do meu ambiente de trabalho tudo que me lembrasse comida, como os telefones de entrega de pizza e lanches. Também bloqueei todos os e-mails que divulgavam restaurantes.
 
Aí, parti para a segunda parte do meu projeto de emagrecimento: abandonei a rotina sedentária e as comidas engordativas. Passei a estacionar o carro mais longe para me obrigar a caminhar 30 minutos todo dia, comecei a carregar frutas na bolsa, cortei doces, refrigerantes e fast food. Se comia em casa ou na rua, meu prato era cheio de verduras, carne magra, arroz integral e nada de fritura.
 

Tudo ficou mais fácil quando controlei a ansiedade

 
O terceiro passo foi driblar minha grande inimiga, a ansiedade. Apostei no chá de alecrim com limão: tomava meio litro todo dia. Sentia uma tranquilidade que controlava aquela vontade louca de atacar a geladeira. Minha ansiedade ficou zerada! Além disso, senti meu corpo desinchar!
 
Já no primeiro mês, emagreci 10 kg. Na volta às rodinhas sociais, no terceiro mês, já me sentia muito mais disposta, com 20 kg a menos. Eu ainda tinha um longo caminho pela frente, mas, com a ansiedade controlada, tudo ficou possível!
 
E a luta continuou: as caminhadas diárias passaram a ter duas horas, na rua ou na esteira. Fui emagrecendo de forma saudável ao longo de quatro anos. Em dezembro do ano passado, finalmente conquistei o que chamo de peso final: sequei 62 kg! Fiquei tão orgulhosa de mim…
 

Emagreci e investi na minha vingancinha contra os homens

 
Agora sou mais bem-vista na minha profissão, reconquistei o orgulho da minha mãe e aprendi a me dedicar ao trabalho na medida certa, sem esquecer da minha saúde. Não me mato mais por dinheiro e respeito o horário das minhas caminhadas e da minha alimentação como rituais sagrados.
 
E tem mais: me vinguei de todos os homens que me menosprezaram quando eu era gorda! Durante meu processo de emagrecimento, excluí das minhas redes sociais todos os homens pelos quais eu tinha algum interesse. Aí, quando fiquei magra, adicionei um a um e postei fotos maravilhosas do meu novo corpo. Bingo: meu perfil bombou de elogios, mas dispensei todos os pretendentes! Foi a minha volta triunfal! Hoje me sinto poderosa e no controle da minha vida!
 

Chá que detona a ansiedade e tem efeito emagrecedor

 
A bebida tem efeito calmante e emagrecedor mesmo. “As folhas de alecrim combatem a tensão nervosa, controlando o apetite e a ansiedade, principalmente na TPM. Elas também reduzem a absorção de açúcar pelo organismo, fazendo com que o corpo procure novas fontes de energia, como a gordura, e potencializando o emagrecimento”, explica o nutricionista César Torres. De acordo com a nutricionista Roseli Ueno, o alecrim é muito diurético, o que ajuda no combate da retenção de líquido. Agora imagine juntar as propriedades dessa erva natural aos poderosos benefícios do limão? “A união é perfeita. A fruta, com seu ácido adstringente, age como um detergente, dissolvendo as toxinas e gorduras. Ela também contribui para controlar o apetite, a gula e o inchaço”, diz César. E Roseli completa: “A combinação do alecrim com o limão garante a boa circulação sanguínea, tem ação digestiva, diminui o acúmulo de gases e deixa a barriga mais sequinha”. 
 
Confira os benefícios do chá 
· Acalma e controla a ansiedade
· Diminui o apetite
· Reduz a absorção de açúcar pelo corpo
· Combate a retenção de líquido e o inchaço
· Dissolve as toxinas e gorduras do organismo
· Melhora a digestão
· Seca a barriga
· Diminui o acúmulo de gases
 
Receita do chá
 
Ingredientes
200 ml de água + 1 colher (chá) de erva seca de alecrim + ¼ de limão
 
Modo de fazer
Esquente a água (sem ferver), coloque a erva e deixe por cinco minutos. Coe, esprema o limão e beba.
 
Mais potente
Para potencializar os efeitos do chá, o nutricionista César Torres sugere um pedacinho de gengibre.
 
Cardápio inserido
div#cardapio_wrap div,div#cardapio_wrap span,div#cardapio_wrap div#cardapio_wraph1, div#cardapio_wraph2, div#cardapio_wraph3, div#cardapio_wrap p, div#cardapio_wrap a, div#cardapio_wrap em, div#cardapio_wrap img,
div#cardapio_wrap strong, div#cardapio_wrap b, div#cardapio_wrap u, div#cardapio_wrap i, div#cardapio_wrap center, div#cardapio_wrap table, div#cardapio_wrap tr, div#cardapio_wrap td{margin:0;padding:0;border:0;font-size:100%;font:inherit;vertical-align:baseline;}
body{line-height:1;}
table{border-collapse:collapse;border-spacing:0;}

div#cardapio_wrap{font-family:Arial,sans-serif;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header{background-color:#404042;display:table;height:38px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header span{color:#fff;display:table-cell;font-size:18px;font-weight:bold;vertical-align:middle;}
div#cardapio_table{display:table;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#f6f6f6;display:table-cell;padding-bottom:20px;vertical-align:top;width:205px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{border-left:2px solid #fff;border-right:2px solid #fff;background-color:#eeeeee;margin:0 2px;width:206px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{float:left;width:204px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{color:#000;display:block;font-size:14px;font-weight:bold;letter-spacing:0px;margin:15px 0 11px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.bottom div.cardapio_item h3{margin-top:0;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item p{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;line-height:19px;margin:0 auto;width:90%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h4{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;font-weight:bold;margin:15px auto 0;text-align:left;width:90%;}

@media only screen and (max-width: 620px), only screen and (max-device-width: 620px){
div#cardapio_table,div#cardapio_wrap{width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#fff;display:block;float:left;margin:0 0 3px;padding-bottom:0;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{background-color:#fff;display:block;margin:0 0 3px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle div.cardapio_item{background-color:#eeeeee;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{background-color:#f6f6f6;float:left;padding-bottom:20px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{margin:15px auto 11px;text-align:left;width:90%;}
}

br.clear{clear:both}

O cardápio da Priscila

Café da manhã

½ mamão papaia + 1 colher (sopa) de mel + 1 iogurte desnatado + 2 biscoitos integrais light pequenos

Dica da nutricionista:

Como opção, no lugar do biscoito consuma uma torrada com requeijão light.

Lanche da manhã

1 copo (200 ml) de suco de abacaxi com hortelã natural

Continua após a publicidade

Almoço

1 bife grelhado pequeno + 2 colheres (sopa) de arroz integral + 1 colher (sopa) de feijão + 2 colheres (sopa) de legumes no vapor + Salada de folhas à vontade + 2 rodelas de tomate + 1 colher (sopa) de azeite + 1 pote médio (100 g) de gelatina light de abacaxi com pedaços da fruta

Lanche da tarde

1 taça pequena de salada de frutas adoçada com mel

Jantar

1 bife de frango grelhado pequeno + 2 colheres (sopa) de arroz + 2 colheres (sopa) de legumes no vapor + Salada de folhas à vontade + 1 fatia média de mamão papaia + 1 colher (sobremesa) de granola + 1 colher (sobremesa) de mel

Ceia

1 maçã ou pera

(Cód. Conteúdo: 777886)

 
Publicidade