Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

A dieta do Mediterrâneo prolonga a vida

Saboroso e variado, o cardápio adotado por quem vive na região do mar Mediterrâneo traz elegância e saúde

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 04h24 - Publicado em 16 jan 2010, 21h00

Abuse dos peixes. Eles são mais saudáveis
que o frango e a carne vermelha
Foto: Getty Images

Um belo dia, cientistas perceberam algo muito curioso: os europeus que vivem na região do Mar Mediterrâneo têm menos câncer e doenças do coração. Além disso, eles estão entre os povos mais magros do planeta. 

Por isso, há cerca de 50 anos a dieta mediterrânea vem sendo estudada. A cada nova pesquisa, mais aspectos positivos são descobertos. Muitas pessoas resolveram modificar os hábitos alimentares e aderir a este poderoso jeito de se nutrir. 

Descubra os milagres que essa deliciosa cultura gastronômica pode fazer pelo seu corpinho. 

Óleo faz bem à cintura! 

O azeite extravirgem é uma das bases da dieta mediterrânea: ele acompanha quase tudo que se come por lá. Ele possui gorduras que combatem o mau colesterol. Contém também substâncias anti-inflamatórias que fortalecem o organismo contra doenças e funcionam bem na prevenção do câncer. Mas o melhor é que ele diminui a gordura abdominal! Bastam 2 cols. (sopa) por dia para que esse óleo ajude a eliminar o acúmulo dos pneuzinhos, que aumentam o risco de diabetes. Que tal incorporá-lo às suas refeições? 

Como funciona o regime 

O cardápio mediterrâneo evita carnes vermelhas, leite e doces. No lugar, favorece o consumo de peixe, que é mais magro e barato do que o porco e o boi. Sobremesas? Só uma ou duas vezes por semana. Outro segredo de magreza dos povos dessa região é usar e abusar de azeite de oliva extravirgem, grãos integrais, cebola, alho, vegetais frescos, castanhas, frutas secas, queijos magros e (sim!) vinho tinto. Esses itens são ricos em substâncias benéficas ao ser humano. 

Para se ter uma ideia, a substância resveratrol, presente no vinho tinto, evita o entupimento das artérias e previne contra o envelhecimento precoce. Pesquisas recentes mostram: o resveratrol ainda reduz as taxas de açúcar no sangue. Mas o consumo de vinho deve ser moderado. Você não toma álcool? Tudo bem. O suco de uva integral tem o mesmo efeito que o vinho. 

Continua após a publicidade
Publicidade