Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Veja como fazer uma minicisterna que coleta a água que vem da calha

Em tempos de crise hídrica, nada de deixar a água da chuva se perder pelo ralo!

Por Minha Casa Digital - Atualizado em 19 fev 2020, 14h54 - Publicado em 10 mar 2015, 11h34

Gastando pouco e valendo-se de muita disposição e de materiais fáceis de encontrar, o técnico agropecuário Edison Urbano, do site Sempre Sustentável, criou uma minicisterna que coleta a água que vem da calha e, depois de filtrar a sujeira mais grossa, a armazena em um tanque com capacidade de 200 litros – que, é importante lembrar, vive tampado, a fim de evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue.

Edison ressalta também que, embora faça o tratamento com cloro e a correção do pH, essa água não é potável e não deve, em hipótese alguma, ser utilizada para beber, cozinhar ou lavar roupas – apenas para limpar pisos, dar descarga no vaso sanitário e regar o jardim. “Com isso, consigo economizar até 50% na conta no fim do mês”, afirma.

Feita por você ou comprada, a minicisterna pede alguns cuidados

❚ Somando a bombona – o tanque azul que serve como reservatório –, os tubos e conexões de PVC e itens diversos, os gastos para construir a minicisterna são de, aproximadamente, R$ 428*. A lista completa dos materiais, bem como o tutorial detalhado, você encontra em www.sempresustentavel.com.br.

❚ Atenção: há, no mercado, oferta de bombonas usadas por preços mais em conta. No entanto, é preciso se informar sobre a procedência desses tanques. “Opte por recepientes que armazenavam alimentos. Jamais utilize os que continham produtos químicos”, alerta Henrique da Cunha Sant’Ana, presidente da Associação Catarinense de Engenheiros Sanitaristas e Ambientais. Ele observa ainda que é necessário lavar a bombona com sabão neutro antes do uso e também uma vez por ano.

Continua após a publicidade

❚ Qualquer pessoa pode montar o aparato. Algumas partes exigem um pouco mais de paciência, como o filtro e o separador de águas, formado por desvio, reservatório temporário e saída (veja na pág. ao lado para que serve e como funciona cada componente) . Nesse caso, se quiser poupar trabalho, é possível adquirir um dispositivo ( Coletor de Chuva Advanced . Harvesting Brasil , R$  500) que agrega as funções das peças citadas, embora isso aumente bastante o custo final.

❚ Para quem não tem muita habilidade, uma opção é comprar a minicisterna já pronta. O coletivo Permacultores Urbanos , por exemplo, cobra R$  730 pelo sistema instalado, com adicionais de R$  60 para pintura monocromática e R$  200 para colorida.

❚ Se preferir aprender a fazê-la em um curso com Edison, do Sempre Sustentável, consulte valores e datas no site.

*PREÇOS PESQUISADOS EM FEVEREIRO DE 2015, SUJEITOS A ALTERAÇÃO.

Continua após a publicidade
Publicidade