Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Do desenho da planta à marcenaria, cada detalhe ganhou o dedo dos donos nessa casa!

Como resultado, nasceu uma morada de espírito tão alegre quanto o da família

Por Minha Casa Digital
Atualizado em 19 fev 2020, 14h49 - Publicado em 30 mar 2015, 12h00

Depois de muitas contas, os professores de matemática Leidimar Cardoso e Pedro Emílio de Melo decidiram encarar a construção da primeira casa própria.

Sair do aluguel era o plano de Leidimar e Pedro, que dão aulas de matemática e entendem de números como ninguém. O cálculo era simples: o casal queria se livrar da dívida mensal e ainda oferecer mais espaço para o filho, Léo, brincar à vontade. Ao colocar tudo na ponta do lápis, perceberam que construir a casa própria seria a solução. Então, bastou encontrar um terreno que somava bom preço a ótima localização para que eles começassem a obra, em  Planaltina, DF. Esboçado pelos próprios moradores – e detalhado pela engenheira Jacira Maciel e pelo projetista Juliano Faria Caxito –, o imóvel de 155 m² foi saindo do papel aos poucos. Exatos seis anos depois, estava tudo pronto para a mudança da família. Valeu a pena todo o esforço e exercício de paciência: “Adoro morar aqui!”, anima-se Leidimar, que finalizou o tão esperado lar, doce lar, com muito capricho na decoração.

Uma sala, mil encantos

❚ A moradora fez questão de uma parede de tijolinhos à vista: “Era meu sonho”, confessa. Para que o visual ficasse leve, a escolha recaiu sobre o acabamento com tinta acrílica semibrilho na cor branco-gelo.

❚  Cada trecho da ala social foi bem aproveitado: além de área de visitas, jardim  de inverno, home thater  e escritório, Leidimar criou pontos de interesse com móveis em estilo vintage – difícil escolher o preferido entre o buffet amarelo  e a cristaleira verde!

❚ Um trio de bastões  de ferro (2,80 m de altura) foi fixado no contrapiso e na laje para oferecer privacidade à entrada  do banheiro social.

Continua após a publicidade

❚ Próximo ao home office, tábuas reaproveitadas da obra dão vida a uma pequena biblioteca.  Veja que boa ideia: invertidas, as duas mãos francesas mais altas suportam livros pesados.

A professora provou ter muitos talentos! Todos os móveis feitos sob medida foram desenhados por ela e encomendados a marcenarias de  confiança. Para o home office, a moça bolou uma criativa escrivaninha-estante – de MDF laminado, o móvel formado por mesa (1,45 x 0,60 x 0,76 m)  e painel dotado de nichos e prateleiras (1,45 x 1,55 m) foi produzido pelo marceneiro Mauro Antônio Gomes e custou R$ 1 600.

Continua após a publicidade

Jardim de inverno: bonito e funcional

❚ Como a casa foi construída próxima ao muro alto de um dos vizinhos, a sala acabou ficando sem janelas. Mas quem disse que os moradores aceitaram abrir mão de iluminação e frescor? A saída foi construir um poço de ventilação, que também permite que a luz do sol banhe, generosamente, o setor social. Logo veio a ideia de transformar esse poço em um jardim de inverno (1) e, desse modo, a família ganhou a companhia de um exemplar de palmeira-ráfia, flores variadas e pedras decorativas. A área, que tem 1,8 0 m², foi fechada com vidro temperado 8 mm.

Para os quartos, tons suaves, porém marcantes

Continua após a publicidade

❚ O refúgio do casal esbanja romantismo. Enquanto a área da cabeceira foi revestida de um papel de parede com delicada estampa xadrez (do álbum Abby Rose 2, ref. AB 2892298. WG Papel de Parede, R$  324,20 o rolo de 10 x 0,53 m), as demais divisórias receberam tinta acrílica na cor Rosy Outlook (ref. SW 6316, da Sherwin-Williams. Tintas MC, R$  61 o galão de 3,6 litros).

❚ Herança de família, a cômoda foi reformada por Leidimar, que conseguiu um belo efeito antiguinho: “Passei uma demão de spray dourado e, por cima, apliquei uma camada de tinta acrílica verde-clara. Para finalizar, bastou lixar levemente a peça.

❚ Já o dormitório de Léo foi inspirado no jogo de videogame Mario Bros. Note que a parede na cor Azul Vento (ref. 89BG 70/116, da Coral. Tintas MC, R$  70 o galão de 3,6 litros) não foi pintada até o teto. Para fazer uma graça, o casal imprimiu adesivos e os colou rente ao forro.

Continua após a publicidade

❚ Pastilhas de vidro na cor musgo (ref. HDS29, da Colormix. C&C, R$  22,50 o m²) dão identidade ao banheiro social.

Vermelho poderoso e charme retrô na cozinha

❚ Em L, a bancada de granito tem um diferencial: a área maior (3 x 0,57 x 0,90 m) ficou reservada para o fogão e para as atividades de apoio. A pia, por sua vez, está no espaço menor (1,78 x 0,57 x 0,90 cm).

Continua após a publicidade

❚ Responsável por conectar a cozinha à sala, o balcão americano (1,62 x 0,44 x 1,22 m) foi produzido com o mesmo tipo de pedra.

❚ Para facilitar a limpeza, a superfície da mesa foi coberta com um tampo de vidro, fixado com silicone.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.