CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Diferente e descolado

A cabeceira foi feita com chapas de pínus – além de serem baratas, dão um ar jovem e descontraído

Por Texto: Daniel John Furuno Atualizado em 19 fev 2020, 13h49 - Publicado em 15 set 2016, 13h15

A arquiteta Alê Amado criou um jogo de assimetria na superfície da cabeceira da cama. À esquerda, foram posicionados uma cômoda e um abajur; no lado oposto, entraram um criado-mudo (Loft, 60 x 35 x 37 cm, de madeira com estrutura metálica, Fernando Jaeger, R$ 1 495) e uma arandela (Orfeu, 3 x 17 x 20 cm, de pínus, com fio de 2 m e soquete E27, Oppa , R$ 239,20). 

A própria cabeceira seguiu esse conceito de desenho desigual – à esquerda, ela acompanha a largura da cama; à direita, estendese até a parede vizinha, compensando visualmente o fato de o criado-mudo ser mais estreito e mais baixo que a cômoda. “A cabeceira foi feita com chapas de pínus – além de serem baratas, dão um ar jovem e descontraído”, aponta a profissional. 

A fim de criar uma base uniforme para o conjunto assimétrico, a parede foi tingida da cor Nevoeiro, ref. C160, da Suvinil.

Continua após a publicidade
Publicidade