CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Por que você deveria atualizar sua senha do LinkedIn

Usuários da rede receberam e-mails pedindo a mudança após roubo de informações de 117 milhões de pessoas.

Por Gabriela Kimura Atualizado em 21 jan 2020, 09h58 - Publicado em 19 Maio 2016, 08h20

Se você acordou, checou seus e-mails e achou estranho o pedido do LinkedIn para mudar sua senha, não se preocupe que não é uma tentativa de phishing. O motivo da medida de segurança é um antigo problema da rede: em 2012, houve um grande vazamento de dados, que acreditava-se ter atingido 6,5 milhões de usuários.

Aparentemente, o buraco foi bem maior: um hacker com o codinome de Peace estaria tentando vender as informações de 117 milhões de usuários do LinkedIn, de acordo com a Motherboard. O preço das combinações de e-mail e senhas estaria em 5 bitcoins, aproximadamente US$ 2.200.

Por isso, foram disparados e-mails para quem pode ter sofrido com essa invasão, pedindo para que alterem suas senhas de acesso. Além dessa medida, também é possível criar mais passos de verificação de autenticidade, como incluir seu número de celular para receber um código de acesso.

Em um post no blog oficial da plataforma, a equipe afirma que tomou conhecimento dessas informações ontem (17), mas não tem como saber se esse resultado é da invasão de 2012 ou uma nova. De qualquer forma, as senhas já foram resetadas e é altamente recomendada a alteração das mesmas para quem receber o pedido.

Continua após a publicidade
Publicidade