Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

‘Planeta Fome’: a história surreal por trás do novo álbum de Elza Soares

O título remete ao dia em que Elza cantou em público pela primeira vez, aos 13 anos.

Por Júlia Warken - Atualizado em 15 jan 2020, 10h00 - Publicado em 13 set 2019, 17h33

Elza Soares lançou nessa sexta-feira (13) seu mais novo álbum: “Planeta Fome”. Assim como os nomes de seus outros dois últimos trabalhos (“A Mulher do Fim do Mundo” e “Deus é Mulher”), esse também é muito forte – mas a história por trás da escolha do título é ainda mais impactante.

View this post on Instagram

Quero apresentar pra vocês a cara, a capa, do meu filho mais novo, PLANETA FOME ✨ É mais um filho que chega nesse mundo e vai fazer diferença,viu! Chega abusado, falando alto! Quero muito que vocês ouçam e quero muitos gritos 💪🏾✊🏾✨💋🧡 . Arte da @coutinholaerte e Design do @pedrohansen_art . E você? Você tem fome de que? . #PlanetaFome #🧷 #TenhoFomedeLibertação #eunãovousucumbir #Libertação

A post shared by Elza Soares (@elzasoaresoficial) on

Continua após a publicidade

O título remete ao dia em que Elza cantou em público pela primeira vez, aos 13 anos de idade. Na época, ela estava desesperada por causa do filho doente e precisava de dinheiro para comprar remédios. Sim, aos 13 anos Elza já era mãe, pois casou-se forçadamente aos 12.

“Eu já tinha perdido um [filho] e esse estava entre a vida e a morte. Eu não tinha um tostão”, contou Elza durante o Agency Women Leadership Day, evento promovido recentemente pelo Facebook.

Frente ao problema que enfrentava, ela resolveu ir ao programa de calouros de Ary Barroso na Rádio Tupi. Aquela era uma chance de ganhar algum dinheiro.

Continua após a publicidade

A cantora conta que, ao inscrever-se no programa, ficou apreensiva com o fato de que deveria usar uma “roupa bonita” para o dia da apresentação. “Eu na época devia pesar uns 35 quilos e minha mãe uns 65, mas eu pensei ‘o único jeito que tem é eu pegar uma roupa da minha mãe'”. Para que as peças não ficassem tão largas, ela improvisou com alfinetes.

Elza lembra que a plateia do show de calouros riu ao vê-la daquele jeito no palco. E, fazendo graça, Ary Barroso lhe perguntou: “De que planeta você veio, minha filha?”. Todos riram mais ainda, mas a resposta pegou as pessoas de surpresa. “Do mesmo planeta que você, seu Ary. Do planeta Fome”.

Ao soltar a voz na Rádio Tupi, Elza deixou todos de queixo caído novamente. A música escolhida foi “Lama”, de Paulo Marques e Ailce Chaves, uma canção forte.

“No meio da música o Ary parou, me abraçou, e falou: ‘Senhoras e senhores, nesse momento nasce uma estrela'”, emociona-se Elza, dizendo que terminou de cantar ainda abraçada no apresentador.

Continua após a publicidade
Marcos Hermes/Divulgação

Ary Barroso tinha razão ao prever o futuro dela, mas Elza só conseguiu ir atrás de seus sonhos muitos anos depois. A história completa dessa saga já foi contada no MdeMulher. Leia aqui.

Mas, e nos dias atuais, Elza Soares tem fome de quê? “A gente tem fome de saúde, a gente tem fome de cultura, a gente tem fome de fé. Temos fome de tudo, o país continua com muita fome. Eu continuo com fome”, responde ela.

Ouça aqui ao álbum “Planeta Fome”, de Elza Soares:

Publicidade