CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Mesmo com erro, “Animais Fantásticos 2” empolga fãs de Harry Potter

"Os Crimes de Grindelwald" nos apresenta novos personagens e segredos finalmente revelados que foram deixados pelo primeiro longa

Por Felipe Maciel Atualizado em 16 jan 2020, 05h25 - Publicado em 15 nov 2018, 15h22

Os fãs do mundo mágico de J.K. Rowling não aguentavam mais esperar para assistir a nova produção da escritora, que também assina o roteiro, em Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. Tem segredos finalmente revelados que foram deixados pelo primeiro longa, tem novos (fofos e poderosos) animais fantásticos, tem o Professor Dumbledore e a Professora Minerva McGonagall novinhos, também tem alguns erros de cronologia e muitos efeitos visuais de cair o queixo. Prepare sua cerveja amanteigada e separe a sua varinha, vamos te contar o que esperar da sequência dessa fantástica saga bruxa, que estreia no Brasil nesta quinta-feira, 15 de novembro.

J.K. Rowling é uma das mais amadas e premiadas escritoras do mundo. Apenas com a série de livros do mundo mágico de Harry Potter, a britânica já vendeu mais de 450 milhões de cópias, segundo dados da BBC, em 2011. Agora, a autora também se tornou roteirista da franquia de “Animais Fantásticos”, que deve render pelo menos cinco produções cinematográficas (uma delas será ambientada no Brasil!!!) e bilhões de dólares nas bilheterias do mundo todo.

Se o primeiro filme da franquia (“Animais Fantásticos e Onde Habitam”) deixou os fãs das histórias de J.K. enlouquecidos com muita magia, personagens cativantes e efeitos visuais incríveis, a sequência não deixou a desejar. Com dezenas de novas personagens bruxas e criaturinhas mágicas apresentadas em um espetáculo de tirar o fôlego, a produção, que dura mais de duas horas, é repleta de informações e diálogos, que algumas vezes podem até confundir o espectador desatento. Por isso, nada de piscar, hein!

 ATENÇÃO: SPOILERS SOBRE O ENREDO A PARTIR DAQUI

O filme é um spin-off de Harry Potter e tem elementos conhecidíssimos dos fãs do Mundo Bruxo de J.K., como a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e uma versão mais jovem do adorado diretor da escola, o Professor Alvo Dumbledore (Jude Law). A entrada do filme é de arrepiar qualquer um, com excelentes efeitos sonoros e visuais que devem render indicações técnicas para a produção nas próximas premiações de cinema.

Warner/Divulgação

A história é ambientada em sua maior parte em Paris, um ano após os eventos ocorridos no primeiro filme. A prisão do terrível bruxo Gellert Grindelwald (Jhonny Depp) foi frustrada após ele conseguir escapar da sua custódia nos Estados Unidos, o que o motiva a reunir novos seguidores bruxos de sangue puro. Mais uma vez, novas missões perigosas são oferecidas ao ingênuo magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne), que, junto ao seu crush, a auror Tina Goldstein (Katherine Waterston), precisa tentar proteger o jovem bruxo Credence Barebone (Ezra Miller), que busca entender suas origens e que agora tem total controle sobre os seus destrutivos poderes.

Com pelo menos quatro importantes enredos nas subtramas, o filme passa muitas informações e detalhes sobre personagens fundamentais para as próximas sequências. Um exemplo é o fofo casal formado por Jacob Kowalski (Dan Fogler) e Queenie Goldstein (Alison Sudol), que terá difíceis decisões para escolher. Outro casal que precisamos prestar atenção, é o irmão mais velho de Newt, o auror Theseus Scamander (Callum Turner) e a deslumbrante Leta Lestrange (Zoë Kravitz), que esconde um segredo que trará uma surreal reviravolta na parte final do filme.

Continua após a publicidade

Warner/Divulgação

Muita gente ficou chocada quando viu a enigmática Nagini (Claudia Kim) no trailer do filme como uma Maledictus, uma pessoa amaldiçoada. Os fãs da saga Harry Potter lembram dela como a fiel cobra que sempre esteve ao lado “Daquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado”. Ah, outra aparição que vai trazer muita nostalgia é a importante participação do alquimista Nicolas Flamel (Brotis Jodorowsky). Já separa os lencinhos, viu?

E o que dizer dos animais fantásticos? Será que podemos adotar ao menos um dos filhotinhos do fofo (e possessivo) Pelúcio? Certamente você não vai conseguir colocar em sua casa a representação do dragão chinês ZoWu, uma enorme criatura que vai te cativar com o seu brinquedinho hipnotizador. J.K. também criou a sua versão para o Monstro do Lago Ness, ao nos apresentar o feroz Cavalo-do-Lago.

Warner/Divulgação

A crítica especializada teve reações mistas com o lançamento da segunda parte da pentalogia. Os críticos do site Rotten Tomatoes deram uma média de 5.8 (de 10) para o filme. O jornal inglês The Guardian deu 3 estrelas (de 5). Mas os fãs que já assistiram ao longa não botam muitos defeitos, não, com exceção do grotesco erro cronológico que apresentou Minerva McGonagall (Fiona Glascott) como professora de Hogwarts anos antes do seu nascimento (como é que é, Joanne Rowling?).

Bom, tirando alguns errinhos, um dos acertos é a fenomenal experiência em IMAX, mesmo para quem, assim como eu, precisa usar óculos com grau para assistir (e que geralmente tem suas críticas quanto ao conforto de usar outro óculos por cima). Pode se preparar para um espetáculo audiovisual emocionante que vai deixar os olhinhos de todo Potterhead (de novo, eu) brilhando. 

Continua após a publicidade

Publicidade