Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Ideias para viajar barato em qualquer lugar do mundo

Como a internet pode te ajudar a baratear a hospedagem, o transporte e a alimentação

Por Thalita Milan (colunista) - Atualizado em 21 jan 2020, 20h10 - Publicado em 30 jul 2015, 13h14

Quantas vezes você já desistiu de viajar por causa do dinheiro? Aquele feriado emendado está chegando, mas você ainda não tem algo planejado porque não sabe se vai ter grana? Aí vem a boa notícia: É possível cortar alguns gastos e realizar o seu sonho sem entrar em dívidas, independente do destino escolhido. Tanto faz se você quer passar algumas semanas na Europa ou fazer um bate e volta na Argentina: sempre há possibilidades de gastar menos na viagem. Basta usar a internet para isso.

Onde dormir: Você tem acomodação de graça e ainda pode pedir várias dicas sobre como desbravar a cidade para uma pessoa que conhece aquele lugar como ninguém. Está bom ou quer mais? Então, é só fazer um perfil no Couchsurfing. Pelo site, você pode entrar em contato com pessoas do mundo todo que disponibilizam um sofá (ou a cama do quarto de visitas mesmo) gratuitamente. É praticamente impossível não achar alguém que possa te abrigar por algumas noites. Se você não considera essa alternativa muito segura por estar viajando sozinha, é só entrar em contato com a pessoa por telefone ou Skype antes da viagem. Eu já fiz Couchsurfing em diversos lugares e foi super tranquilo. Além de fazer vários amigos novos, visitei cidades a partir de uma perspectiva de alguém que é local!

Como chegar: Quer visitar um ponto turístico um pouco afastado da cidade, mas não sabe como chegar até lá? Ou ficou um pouco frustrada ao ver os preços das passagens de transporte público entre um local e outro? �� só usar os aplicativos de carona. O Carpooling, por exemplo, está presente em vários países. Comece inserindo o destino e entre em contato com pessoas que planejam realizar aquele trajeto no dia escolhido. Se você se sente meio insegura de pegar uma carona com um desconhecido, basta combinar um lugar público para o ponto de encontro. Geralmente, a taxa cobrada para esse serviço é o custo do combustível, que é partilhado pelos passageiros. Não tem como ficar mais barato do que isso.

Continua após a publicidade

Não se esqueça também dos aplicativos de transporte público, que costumam ser bem precisos, pelo menos nas grandes cidades européias. A grande vantagem de utilizá-los em relação ao Google, por exemplo, é que eles dão atualizações em tempo real sobre atrasos para metrôs e trens.

Comendo barato: No Brasil, eles estão começando a fazer sucesso. Os aplicativos de restaurante permitem pesquisar os locais mais baratos para matar a fome através da localização. Eu uso muito o Yelp  e o Tripadvisor, pois nos dois é possível ter uma idéia do estilo do restaurante que eu quero visitar e ainda ler comentários de clientes. Uma boa dica, de forma geral, é evitar estabelecimentos ao redor dos principais pontos turísticos da cidade e, sempre que puder,  perguntar em fóruns onde é possível experimentar as especialidades locais sem gastar muito.

Resumindo: É preciso pesquisar, pesquisar e pesquisar. A internet está cheia de comunidades e sites que ajudam os viajantes com informações valiosíssimas. Você já pode começar a planejar sua próxima aventura sem ter medo do extrato bancário no fim do mês!

Continua após a publicidade
Publicidade