Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Filme com polêmica cena de nudez de Xuxa pode voltar a ser exibido

Brecha na decisão judicial e fim de acordo com a apresentadora podem permitir que “Amor Estranho Amor” chegue aos cinemas e à TV.

Por Da Redação - Atualizado em 15 jan 2020, 09h39 - Publicado em 21 set 2019, 14h41

A comercialização de “Amor Estranho Amor”, filme de 1982 que causou polêmica por mostrar Xuxa nua ao lado de um menino de 12 anos, está proibida desde 1991, mas uma brecha na decisão judicial e o fim de um acordo financeiro entre a apresentadora e o produtor do longa podem fazer com que ele volte a ser exibido.

Agora, o produtor Aníbal Massaíni Neto tem dito que pretende fazer “Amor Estranho Amor” voltar a circular, desta vez em cinemas e em serviços de streaming na TV. Ele se apoia em dois pontos:

– Segundo ele, a decisão judicial refere-se apenas ao “mercado de home-video” (VHS e DVD), não a cinemas ou TV; e

–  No ano passado, chegou ao fim um acordo financeiro pelo qual Xuxa pagava anualmente a Massaíni Neto para que o filme não fosse exibido em quaisquer outros meios que não fossem do “mercado de home vídeo”.

Continua após a publicidade

Assim, ele teria a possibilidade de negociar o longa com salas de cinema e serviços de streaming na TV.

Amor Estranho Amor
Xuxa em cena de “Amor Estranho Amor”, de 1982 Reprodução/Reprodução

Xuxa ainda não se manifestou sobre isso especificamente, mas há pouco tempo revelou que só fez o filme por insistência do ex-jogador de futebol Pelé, seu namorado na época e amigo de Massaíni Neto. Para convencê-la, ele alegava que trabalhar com o diretor Walter Hugo Khouri (1929-2003) a projetaria nacionalmente como atriz.

Entenda a polêmica de “Amor Estranho Amor”

A cena em que Xuxa aparece de seios expostos ao lado de um menino em “Amor Estranho Amor” é curta e de muito pouca importância para o enredo; se ela não tivesse se tornado uma estrela, talvez ninguém lembrasse mais disso. Só que, pouco tempo depois do filme, Xuxa virou um ícone para as crianças, e daí a situação ganhou novos contornos.

A história foi a seguinte: realizada em 1982, a produção é anterior ao início da carreira da então modelo como apresentadora infantil – ela assumiu o “Clube da Criança”, da extinta TV Manchete, em 1983. E o problema começou de fato em 1986, quando Xuxa migrou para a Rede Globo para comandar o “Xou da Xuxa” e se consolidar como a “rainha dos baixinhos”: resgataram aquela cena curtinha, colocaram o filme de volta à tona e isso ameaçou manchar sua imagem.

Continua após a publicidade
Xuxa apresentadora infantil
Xuxa nos tempos de apresentadora infantil na Rede Globo, onde comandou o “Xou da Xuxa” Instagram @xuxamenegheloficial/Reprodução

Xuxa decidiu recorrer à Justiça e conseguiu impedir que “Amor Estranho Amor” fosse comercializado em home vídeo; paralelamente, fez um acordo financeiro com o produtor do longa, como explicado ali em cima. Se isso mudará de figura e o filme voltará a ser exibido – e mesmo se haverá interesse por parte de cinemas e TVs –, só o tempo dirá.

Enquanto isso se desenrola, você pode aproveitar a deixa para ver outros filmes do diretor Walter Hugo Khouri, um dos mais importantes nomes do cinema nacional. “Noite Vazia”, de 1964, e “Corpo Ardente”, de 1967, são ótimos títulos para começar a conhecer a obra do cineasta paulistano, que completaria 90 anos no próximo dia 21 de outubro.

Publicidade