Exposição no MIS paulista celebra os 90 anos de Hilda Hilst

Mostra apresenta obras inéditas da artista.

A feminista Hilda Hilst (1930-2004) se consagrou na poesia, prosa e dramaturgia. Mas ela não se limitava à literatura. Também dedicava parte de seu tempo à arte de desenhar. Neste mês, quem visitar o Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo terá a oportunidade de conhecer alguns desenhos inéditos da paulista. Anjo e Mulher e Criança com Bandolim fazem parte do acervo da mostra Revelando Hilda Hilst, que festeja os 90 anos do nascimento da autora e dá o pontapé inicial para as comemorações das cinco décadas do MIS.

Anjo, de Hilda Hist. Artista criava cenários que beiravam o surreal ao misturar fantasia com cenas cotidianas

Anjo, de Hilda Hist. Artista criava cenários que beiravam o surreal ao misturar fantasia com cenas cotidianas (Divulgação/Divulgação)

Além das obras, a exposição conta com retratos de Hilda em diferentes fases da vida, edições originais de seus livros e uma instalação sonora que permite ouvir gravações da escritora tentando se comunicar com o além. Em paralelo, haverá a exibição dos filmes Hilda Hilst Pede Contato e O Unicórnio, leitura de poemas e de uma peça dela, O Visitante. Com entrada gratuita, fica em cartaz até 15 de março.

Mulher e Criança com Bandolim, de Hist

Mulher e Criança com Bandolim, de Hist (Divulgação/Divulgação)