CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Google homenageia a precursora da Bossa Nova, Elizeth Cardoso

Nos 101 anos do nascimento da cantora, ela é homenageada. Relembramos sua carreira estelar

Por Da Redação 16 jul 2021, 13h05

A atriz e cantora brasileira Elizeth Cardoso é a homenageada pelo Google Doodle nesta sexta-feira (16). A data marca os 101 anos do nascimento da artista, que é considerada a precursora da Bossa Nova no Brasil.

Carioca, Elizeth Moreira Cardoso, também conhecida como Divina, nasceu em 16 de julho de 1920. Sua trajetória é marcada por um momento de convergência de dois movimentos, a chamada Era de Ouro do Rádio e a invenção da Bossa Nova. 

De família musical, Elizeth estreou como cantora ainda garota, aos 5 anos. Ouvinte assídua do rádio, a cantora teve sua primeira grande oportunidade aos 16, em 1936. Jacob do Bandolim, que a ouvia cantar em uma festa, se encantou com o seu dom musical e a convidou para estrear profissionalmente na Rádio Guanabara, na época sob direção do próprio Bandolim.

As décadas seguintes foram marcadas pela crescente fama de Elizeth, que gravou em 1950 o seu primeiro hit, Canções de Amor, composta por Chocolate e Elano de Paula, que consolidou sua carreira musical.

Oito anos depois, o single passou a ser parte integrante do LP Canção do Amor Demais, de músicas interpretadas por Elizeth, que foram escritas por Tom Jobim Vinícius de Moraes. De acordo a revista Rolling Stone, o álbum é um dos principais lançamentos da época da Bossa Nova, sendo considerado por alguns críticos como o precursor da bossa nova.

A artista de vibratos indiscutíveis, que tem como identidade o prolongamento da consoante “r”, tornou-se uma sensação internacional nas décadas seguintes e fez diversas turnês mundiais até a década de 80. Além dos palcos, Elizeth também fez sucesso no cinema e na televisão. 

Acometida por um câncer de estômago, Elizeth faleceu, aos 69 anos, em 7 de maio de 1990.

Continua após a publicidade

Publicidade