Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Disney decide mudar traços de Tiana em “WiFi Ralph” ao receber críticas

A companhia optou por escurecer a pele da princesa e aumentar o tamanho de seu nariz ao ser acusada de branquear a personagem.

Por Alice Arnoldi - Atualizado em 16 jan 2020, 08h44 - Publicado em 24 set 2018, 17h08

Se já estávamos felizes ao saber que as princesas da Disney estarão todas reunidas no filme  “WiFi Ralph – Quebrando a Internet“, com previsão de estreia para o dia 3 de janeiro de 2019, ficamos ainda mais ao descobrir que a companhia decidiu reanimar algumas cenas da personagem Tiana após ser acusada de branquear os traços da princesa. 

De acordo com o The Wall Street Journal, a primeira atitude dos estúdios Disney foi escurecer a pele da protagonista de “A Princesa e o Sapo” e alargar o seu nariz. Isso fez com que a sua imagem voltasse a ficar parecida com a que é vista no seu primeiro filme solo.

A escolha da companhia agradou e muito o instituto Color of Change, a maior organização on-line – mais de 1,4 milhões de membros – que luta contra as injustiças raciais que acometem, principalmente, os afrodescendentes. 

“A Disney escolheu restaurar a imagem de Tiana como uma princesa que é negra sem concessões: lábios cheios, pele escura, cabelo escuro. Isso é uma vitória para o Color of Change, para as crianças negras e seus pais, e para o público que quer ver uma diversidade de formas, tons e tamanhos nas artes”, afirmou em um comunicado. 

Representatividade certa importa sim e muito. Arrasou, Disney!

Continua após a publicidade
Publicidade