A nova série da Netflix é ideal para quem ama ‘House’ e ‘Grey’s Anatomy’

Você acha que as redes sociais podem ajudar a encontrar a cura de uma doença misteriosa? Pois essa série da Netflix mostra que podem, sim.

Você é daquelas que acha que é um pouco médica porque já assistiu às 15 temporadas de Grey’s Anatomy, ou porque de vez em quando acertava um diagnóstico antes do que o Dr. House na série que levava o nome dele? Pois em agosto estreou na Netflix uma série feita sob medida para você: “Diagnóstico”.

É uma série documental, então não tem os romances do hospital Grey Sloan Memorial, ou os conflitos do Princeton-Plainsboro Teaching Hospital, mas, por outro lado, tem muitas daquelas histórias da vida real que são ainda mais incríveis do que a ficção. Coproduzida pelo The New York Times, a série é liderada por Lisa Sanders, médica da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, que é especialista em casos raros e complexos.

Lisa tem uma coluna no NYT Magazine desde 2002, em que escreve sobre doenças misteriosas. Foram os textos dela, inclusive, que inspiraram a criação de “House”.  Ela atuou como consultora da série de TV do médico rabugento por anos. 

Na série da Netflix, que tem 11 episódios, ela conta histórias de pessoas que tiveram seus diagnósticos esclarecidos com uma ajuda valiosa das redes sociais. Sim! Lisa defende que seus pacientes busquem opiniões e casos semelhantes pela internet. Dessa forma, dividindo experiências e descobertas ao redor do mundo, fica mais fácil resolver problemas que pareciam sem solução.

Diz se não é feita sob medida para fãs de “House” e “Grey’s Anatomy”? Com 11 episódios de cerca de 50 minutos, é uma ótima ideia para maratonar no fim de semana. Vai lá!