Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

4 maneiras de encontrar passagens mais baratas

Com o dólar alto, vale a pena economizar cada centavo que você puder na passagem

Por Thalita Milan (colunista) Atualizado em 21 jan 2020, 18h33 - Publicado em 24 set 2015, 17h47

Você comprou a passagem e já recebeu o email de confirmação. Passa uma semana e você vê a mesma passagem por um preço mais barato. Essa situação é chata, mas não deixa de ser bem comum até entre os viajantes mais experientes. Para não passar por isso, vale investir tempo comparando preços. Encontrar passagens aéreas mais baratas pode ser trabalhoso, mas sempre vale a pena. E o seu bolso, é claro, agradece pelo esforço.

Reprodução
Reprodução

Utilize os sites que comparam preços

O Skyscanner e o Kayak, por exemplo, comparam os preços das passagens de diversas companhias aéreas. Se você tiver um pouco de flexibilidade na sua viagem, vale clicar naquela opção do filtro para mostrar os preços do dia anterior e do dia seguinte. Nunca é demais repetir que viajar durante a semana sai mais barato do que no fim de semana, já que muita gente faz viagens curtas de fim de semana e a alta procura encarece os preços.

Outro recurso legal dos dois buscadores é que você pode se cadastrar para receber um alerta por email sempre que aquele trecho tiver uma redução no valor. É uma boa dica para quem está só pesquisando sem compromisso e pode adiar a compra. Importante: Mesmo que você pesquise os preços através dos sites de comparação, é melhor deixar para COMPRAR a passagem no site da companhia aérea diretamente. Alguns comparadores podem apresentar um preço diferente – às vezes até mais caro – em relação ao da companhia aérea.

+ Veja também: Como viajar sem pagar hotel

Continua após a publicidade

Reprodução
Reprodução

Limpe os cookies ou faça a pesquisa na aba anônima

É impressionante como essa dica preciosa realmente funciona. No mês passado, resolvi fazer uma viagem curta e pesquisei pelo preço no site de uma companhia aérea. Como as minhas informações de pesquisa ficaram gravadas no computador, a empresa pode verificar que eu estava fazendo aquela busca e aumentou o preço da passagem na segunda vez que pesquisei. É claro que não são todas as empresas que fazem isso, mas é sempre bom ter um cuidado extra. Ao pesquisar exatamente pelo mesmo tíquete através da aba anônima, verifiquei uma diminuição de 20% no valor.

Reprodução
Reprodução

Assine a newsletter das companhias aéreas

Sei que é super chato ficar recebendo propaganda. Mesmo assim, sempre vale a pena se cadastrar para receber essas promos em primeira mão. É claro que você não precisa assinar a newsletter de todas as empresas que existem por aí. Se você planeja fazer uma viagem nacional nas próximas férias, cadastre-se no site das companhias aéreas brasileiras. Quer embarcar para uma aventura na Ásia no próximo semestre? Vale assinar, desde já, a newsletter de empresas que tenham rotas nesse continente. Siga também as companhias áreas nas redes sociais e curta páginas no Facebook como a Tripco, que busca promoções legais das companhias áereas diariamente.

Reprodução
Reprodução

Procure aeroportos alternativos

Pesquisar por rotas e aeroportos diferentes para a sua viagem e se surpreenda com a diminuição dos preços. Simulando uma viagem de São Paulo para Munique para 2 de Março de 2016, o preço mais barato indicado foi de R$2400. Com R$1400 você faz um vôo de Munique para Londres e gasta em torno de R$100  para uma passagem Londres – Munique com a Ryanir, que é uma empresa low cost. São R$900 de economia! Tá vendo como vale a pena? 

Continua após a publicidade
Publicidade