CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Rachel Jordan Referência no mercado de consultoria de imagem, Rachel Jordan é especialista em comportamento profissional e atua como consultora, mentora e palestrante para empresas e pessoas que desejam desenvolver suas habilidades emocionais e alavancar a carreira. Co-autora do Livro À Sua Moda – 4Talks, Rachel também ministra cursos e workshops na área

Cinco dicas imperdíveis para descobrir seu estilo pessoal

Aprenda a conhecer seu corpo e a perceber o que fica bem em você e o que derruba a sua imagem

Por Rachel Jordan Atualizado em 5 ago 2022, 10h46 - Publicado em 3 ago 2022, 08h22

Potente canal de comunicação de uma pessoa, o estilo pessoal representa uma síntese daquilo que somos em nossa essência e revela muito sobre a nossa personalidade. Afinal, nosso estilo de vida, nossos gostos, escolhas e atitudes refletem o estilo de cada indivíduo em diferentes fases da vida. 

Se para algumas mulheres, ou homens, identificar e praticar de forma positiva seu estilo pessoal é uma questão natural, para outras (os) reconhecer seu estilo próprio é um grande ponto de interrogação. E por que essa descoberta acontece de forma natural para algumas pessoas enquanto para outras é um problema?

A resposta é simples minha gente: autoconhecimento. As mulheres, ou homens, que se conhecem profundamente são capazes de usar esse canal de comunicação não verbal positivamente com escolhas que valorizem seus pontos fortes e camuflem os menos favoráveis.

Quando nos conhecemos intensamente, sabemos como elevar nossa autoestima e aumentamos a confiança em nós mesmas (os). E o resultado disso se reflete diretamente naquilo que transmitimos através do estilo próprio, seja com uma roupa, uma maquiagem ou um calçado acertado, ou ainda nos lugares que frequentamos, onde moramos e como vivemos.

Todos esses elementos somados traduzem nosso estilo próprio. Reconheço que para muitas (os) essa tarefa de reconhecimento não é tão simples quanto parece, mas com algumas estratégias e possível chegar a um resultado positivo para descobrir seu estilo próprio.

Praticar o autoconhecimento é o primeiro exercício a ser feito por quem deseja se sentir à vontade e feliz com a imagem que transmite. No que diz respeito às nossas alternativas de vestimenta, por exemplo, precisamos perder o medo de encarar o espelho. Precisamos vê-lo como nosso aliado e não como inimigo. Ele nos ajudará e reconhecer os pontos positivos do nosso corpo e a descobrir aqueles que não favorecem tanto a nossa imagem. 

estilo pessoal - espelho
Espelho deve ser seu aliado, e não seu inimigo, neste processo. warrengoldswain/Getty Images

Mas, atenção: esse movimento é para ser positivo e não um chicote de críticas destrutivas. Olhe para você com amor e acolhimento, sabendo de antemão que ninguém é modelo de perfeição, até mesmo aquelas, ou aqueles, que parecem ser aos nossos olhos. 

Quantas vezes olhamos para uma pessoa e pensamos: nossa, como pode ser tão estilosa! No entanto, não sabemos que caminhos e adversidades aquela mulher, ou aquele homem, percorreram e superaram para transmitir tantos acertos em sua imagem e causar tamanha admiração de nossa parte. Não duvide, existe um trabalho até chegar a esse lugar. 

A meu ver, a grande maioria vai descobrindo e entendendo seu estilo próprio aos poucos, num jogo de acertos e erros. E mesmo depois de ter sido descoberto, o estilo pessoal de cada um (a) pode se transformar. Não somos a mesma pessoa por uma vida inteira, não é mesmo? Vamos mudando de acordo com nossas vivências, sejam elas positivas ou negativas. 

Identificar seu biotipo também é um passo fundamental para descobrir novas possibilidades. Um alerta: não se compare a ninguém. Tal atitude pode ser uma armadilha perigosa. Todas (os) temos nossos limites e imperfeições. Mas podemos atenuá-las com inteligência, criatividade e bom senso. 

Continua após a publicidade

Aprenda a conhecer seu corpo e a perceber o que fica bem em você e o que derruba a sua imagem, principalmente no ambiente profissional, espaço no qual existem muitas questões envolvidas. 

A opção por cada peça, a cor e a textura usadas nas suas roupas mostram muito do que você é, e do seu estilo próprio. Não tenha receio de sair da sua zona de conforto para descobrir mais sobre você. Lembre-se que ao chegar a algum lugar, a maneira como você se veste chama mais atenção do que as suas palavras num primeiro momento. 

Algumas perguntas são essenciais para ajudá-la (lo) no seu autoconhecimento. Se proponha os seguintes questionamentos: Que imagem desejo transmitir? Como quero ser lembrada no meu ambiente profissional ou social? Como gosto de me vestir? Prefiro peças mais clássicas, românticas ou casuais? 

Não tenho dúvida de que ao encontrar essas respostas você terá dado um grande passo para descobrir seu estilo pessoal. Abaixo algumas dicas para ajudar nessa missão que pode parecer difícil, mas, acredite, é prazerosa. 

Limpeza do armário – Muitas vezes a dificuldade em encontrar nosso estilo próprio também se deve ao fato de estarmos com o armário cheio de peças que não usamos por diferentes motivos. Promover uma limpeza do armário separando peças que você não identifica mais com seu momento atual, roupas que não cabem mais em você, ou peças que comprou e nunca usou, ajuda a conhecer melhor o que tem a ver com você e com seu estilo de vida agora. Além do mais, com o armário organizado com o que realmente usamos e precisamos é um bom caminho para identificar nosso estilo próprio.

Biotipo – Saber qual é o seu biotipo é um ponto muito importante para entender seu estilo pessoal. Caso você não saiba, existem cinco biotipos universais: retângulo ou reto, ampulheta, triângulo ou pera, triângulo invertido e oval. Conhecer qual é o seu ajudará a encontrar as peças que mais favorecem o seu corpo e como usá-las para valorizar a sua imagem.  

Investimento – Quando não conhecemos nosso estilo próprio, é muito comum comprarmos por impulso roupas, acessórios, calçados e maquiagem que não nos favorecem ou que não tenham a ver com a nossa essência, compramos por ser uma tendência. Muitas vezes determinadas tendências nada têm a ver com nosso estilo de vida, ou melhor, com nosso estilo pessoal. Saber investir em roupas e acessórios que nos valorizem faz toda diferença para a nossa imagem. 

Referências – Quando entramos no processo de autoconhecimento para descobrir nosso estilo, pode parecer difícil num primeiro momento. Nessa hora, buscar referências de estilo de pessoas ou influencers que considere estilosas pode ajudar no processo de descoberta. A ideia não é copiar, mas sim identificar o que mais lhe agrada em diferentes estilos, fazer uma curadoria e depois avaliar se o material selecionado realmente tem a ver com você, com sua maneira de ser e de viver. A partir dessas escolhas, você começará a encontrar o seu estilo próprio. 

Compra consciente – Cada vez mais devemos ser conscientes com nossa seleção de moda. Nosso estilo pessoal também deve perseguir esse caminho com alternativas de marcas mais conectadas com nosso estilo de vida.  Estar atenta a pequenos detalhes como a origem dos produtos, texturas e formas de produção é um caminho importante. Devemos sempre pensar em que imagem queremos transmitir social ou profissionalmente. Seja mais racional na hora de optar por determinadas peças ou produtos. Afinal, continuar comprando por impulso e de forma pouco consciente pode dificultar nosso processo de descoberta do estilo próprio.]

Curso de estilo Profissional

Voltado para Consultoras de Imagem que desejam se especializar, ou para profissionais de diferentes áreas que querem entender como seu estilo pode agir a seu favor no ambiente de trabalho, o curso acontece de maneira online nos dias 16 e 18 de agosto, com inscrições pelo site www.racheljordan.com.br.

Continua após a publicidade

Publicidade