Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tarô

Cris Paixão é publicitária com pós-graduação em marketing, e encontrou na terapia holística, principalmente no tarô, sua verdadeira paixão. Estudou com Adriana Kastrup e se especializou em tarô divinatório com tiragens que mostram a energia do momento atual e possibilidades futuras, através da mandala astrológica. Acompanhe seus conteúdos no Instagram (@cris.paixao_olhomagico).
Continua após publicidade

Tarô da semana: carta da morte traz a energia da transformação

Conheça o significado deste arcano e suas influências na semana

Por Cris Paixão
10 jun 2024, 08h53

A carta da Morte é uma das mais temidas do Tarô. E não é para menos. Quando ela sai num jogo, os menos avisados podem pensar que esta carta é um RSVP do Ceifador (em inglês, Grim Reaper), encarado por muitas culturas como um mensageiro da morte. Este arcano raramente prediz a morte física, mas uma morte simbólica de algum aspecto do ego. 

A figura central da Morte é um esqueleto com uma foice, símbolos associados tradicionalmente à morte. No entanto, no tarô tradicional, a carta significa uma transformação de vida em termos de ciclos de morte e renascimento.

A mensagem da carta da Morte é a seguinte: “Ei, é hora de mudar as coisas”. “Elimine o passado!”. Pense nisso como o grande final de um capítulo na sua vida. Se fosse um filme, poderíamos escutar neste momento o diretor gritando “corta!” no fim da tomada. 

A morte é um símbolo de transformação completa e um mergulho no desconhecido. E tendemos a temer a incerteza. Deixar ir é mesmo assustador, mas, em última análise, nos leva a ter mais paz de espírito. Não vou negar, qualquer corte causa dor. Mas é preciso fazer as podas de plantas para que as mesmas cresçam fortes e bonitas.

A Morte é o arcano de número 13, que é de fato muito especial; na verdade, é um dos únicos números que tem sua própria fobia (triskaidekaphobia – medo do número treze) associada a ele! Esta fobia faz com que alguns edifícios, especialmente nos EUA, não incluam o dígito nos números no elevador ou que alguns aviões não tenham o assento 13. Os triscaidecafóbicos acreditam que ele traz má sorte. 

Continua após a publicidade

Na verdade, as antigas culturas chinesas consideram o número treze uma sorte, junto com os antigos egípcios. Que o diga a cantora Taylor Swift, que tem o número 13 como sendo sortudo: “toda vez que ganhei um prêmio, estava sentada no 13º assento, na 13ª fila, na 13ª seção ou na fila M, que é a 13ª letra. Basicamente, quando o número aparece na minha vida, é um sinal de coisas boas”, disse ela.

De fato, é um número que representa sua conexão divina com o Universo. Uma curiosidade: há muito tempo o número treze era conhecido como um número sagrado e divinamente feminino, uma vez que há treze luas/ciclos lunares a cada ano (não 12) e as mulheres estão exclusivamente ligadas aos ciclos lunares.

O número 13 está aparecendo para que você saiba que é hora de transformar tudo o que (ou quem) em sua vida não está apoiando você. E para lembrá-la de que você tem seres divinos incrivelmente poderosos ao seu lado. Se há pessoas em sua vida que não são respeitosas ou são excessivamente críticas e você se sente fechada em relação à negatividade delas – agora é a hora de abandonar esses relacionamentos.

Quando você libera pessoas tóxicas ou negativas de sua vida – ou aprende a traçar limites sólidos com elas (se não conseguir removê-las completamente), você traz para si uma nova energia que não é mais defensiva, desgastante ou raivosa.

Continua após a publicidade

Em breve você experimentará avanços muito necessários em relacionamentos nos quais se sente presa, chateada ou desafiada. Este momento de transformação é importante para a sua missão divina.

Sim, a Morte marca um fim e está falando sobre um estágio final em alguma coisa na sua vida. Então, não tema as mudanças que surgirão. Abrace o desconhecido e experimente os mistérios da autotransformação. “Nada é permanente, salvo a mudança.” (Heráclito)

Uma ótima semana e muita luz,

Cris Paixão.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.