CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Cris Tarô Cris Paixão é publicitária com pós-graduação em marketing, e encontrou na terapia holística, principalmente no tarô, sua verdadeira paixão. Estudou com Adriana Kastrup e se especializou em tarô divinatório com tiragens que mostram a energia do momento atual e possibilidades futuras, através da mandala astrológica. Acompanhe seus conteúdos no Instagram (@cris.paixao_olhomagico).

Tarô: na semana entre 1 e 7 de agosto a energia é de estagnação e inação

O Enforcado traduz o momento em que você já tentou de tudo e se sente presa numa situação

Por Cris Paixão 1 ago 2022, 10h28

Podemos usar o entendimento das cartas do tarô, através das suas mensagens e conselhos, para aproveitarmos a semana da melhor maneira possível. Vejamos a energia geral entre os dias 1 e 7 de agosto com a carta do Enforcado.

O Enforcado representa um homem preso pelo pé esquerdo, crucificado (Ai, meu Deus!) e suas pernas formam um número 4, que significa o “não-agir”. A pessoa literalmente não tem possibilidade de se mexer por estar em estado de suspensão. Na verdade, o Pendurado, que é uma outra denominação atribuída à carta, parece ser a mais adequada, já que a pessoa não está “enforcada” nem com a corda no pescoço e, sim, “pendurada”.

Este arcano traduz o momento em que você já tentou de tudo e se sente presa numa situação, impossibilitada de realizar ou solucionar alguma coisa e, por conta disso, não está se sentindo feliz. Sabe quando bate aquela frustração na hora em que as coisas não estão saindo do jeito que você planejou? Você pode até se sentir pouco compreendida ou apoiada pelas pessoas e amigos.

Às vezes, pode ser apenas um atraso. Neste caso, é preciso parar um pouco e se munir de paciência para esperar que o que você deseja se realize. O Enforcado também pode significar que você está enfrentando um dilema e não tem a certeza de qual caminho seguir. Bem, não queria reforçar que agosto é o “mês do desgosto”, mas a energia da primeira semana é de estagnação, acontecimentos empacados, demora, ou seja, tem um “Q” de desgosto mesmo e é preciso ter resignação.

Mas também podemos encarar este arcano de uma outra forma ao analisarmos melhor a ilustração da carta: uma figura masculina está pendurada de cabeça para baixo, vendo o mundo sob uma perspectiva completamente diferente. Como a expressão do rosto dele é calma e serena, podemos deduzir que está nesta posição por sua própria escolha (será?). Além disso, a auréola em volta da sua cabeça simboliza uma nova visão, consciência e iluminação.

O Enforcado é a carta da rendição final, da suspensão no tempo e do sacrifício (“sacro-ofício”) pelo bem maior. O Enforcado lembra que, às vezes, você precisa colocar tudo em compasso de espera antes de dar o próximo passo ou o Universo fará isso por você (e nem sempre será no momento mais conveniente!). O Enforcado chama você para liberar os velhos modelos mentais e padrões comportamentais que não lhe servem mais para que possa ver sua vida por um outro ângulo e abraçar novas oportunidades que não poderia enxergar, caso não pisasse no freio.

Sem dúvida nenhuma, é muito chato o fato dos seus projetos estarem parados e não conseguindo avançar, não vou negar. Mas aproveite esta pausa forçada como uma chance para você refletir sobre o motivo de estar se sentindo presa ou restringida em sua vida. O que está prendendo você nesta posição tão incômoda e desconfortável? O que está te impedindo de seguir em frente no trabalho, na vida afetiva ou financeira? Isso me faz lembrar de uma cena inesquecível do filme Sociedade dos Poetas Mortos, onde o professor Keating (interpretado pelo saudoso ator Robin Williams) fica de pé na mesa da sala de aula e convida os alunos a fazerem o mesmo. Isto porque, estando mais alto, a perspectiva muda. Segundo ele “o mundo parece muito diferente daqui de cima”. De fato, “Às vezes, nossa vida é colocada de cabeça para baixo para que possamos aprender a viver de cabeça para cima.” (Max Weber).

Boa semana e muita luz!

Continua após a publicidade

Publicidade