Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

História de leitora

Leitoras de CLAUDIA contam suas lembranças emocionantes com a revista
Continua após publicidade

Migração de carreira: Minha jornada à frente de negócios de moda

Lívia Paranaguá conta como largou a advocacia para aprender a empreender no universo da moda

Por Lívia Paranaguá
13 dez 2022, 11h25

Resolvi migrar de carreira e me arriscar em uma nova trajetória, totalmente desconhecida, e não me arrependo de nenhum passo dado até aqui. Hoje, sou dona da Pura, uma marca de sapatos autorais e feitos à mão, e sócia da Complê, marca de roupas femininas, junto com outras duas mulheres incríveis: Julia Rangel e Isabella Dalul. Poderia dizer que tudo aconteceu facilmente, mas empreender é se surpreender diariamente, explorar o desconhecido, lidar com medos, problemas e buscar constantemente novas soluções.

Enquanto eu trabalhava como advogada, iniciei a minha transição de carreira. De fato, eu não era uma empreendedora nata. Tudo que carregava dentro de mim era a minha vontade e foi ela que me trouxe a evolução e a experiência que adquiri nesse processo.

Lancei a loja de sapatos em 2017. Nessa época, ainda atuava na advocacia e tinha decidido terceirizar tudo do meu novo negócio. O plano inicial era criar sapatos para noivas mas, aos poucos, fui percebendo que o rumo do meu negócio deveria ser outro, que precisava tomar as rédeas da marca e transformá-la naquilo que eu realmente desejava. Precisei fazer ajustes e tomar decisões difíceis: mudar o tipo de produto, investir em novos fornecedores…e, no meio dessa transição, resolvi abrir minha primeira loja física, mesmo com um estoque que ainda não me fascinava, sem estrutura e até sem embalagens! 

Foram muitos os aprendizados e eles vieram logo no início. Três dias antes do lançamento, descobri que estava grávida e também soube que a maioria das peças não chegariam a tempo para o evento de lançamento. Foi um verdadeiro baque receber duas notícias tão importantes de uma só vez, mas ainda assim tive que encontrar o melhor caminho para lidar com cada uma delas.

Estava muito feliz com a gravidez, mas nem consegui comemorar naquele momento, já que tinha vários problemas iminentes para resolver com relação ao estoque de sapatos para o lançamento. Contornei a situação no dia do evento e consegui algumas peças para expor. Só então relaxei e compartilhei a grande novidade da gravidez, ali mesmo no meio dos sapatos expostos, com os amigos e familiares que foram prestigiar e acabaram recebendo mais esta notícia. Foi uma dupla comemoração, cheia de emoções!

Continua após a publicidade

Foi então que aprendi minha primeira lição como empreendedora: você nunca estará 100% preparado, nunca estará no cenário perfeito para começar algo, mas é preciso começar. Só assim poderá ajustar o que for preciso e corrigir os erros que eventualmente (ou seria melhor dizer: certamente?!) virão.

Um outro grande desafio na minha carreira foi em 2020. Quem imaginaria gerir um negócio no meio de uma pandemia? Eu estava me estabelecendo como empresária, entendendo um pouco mais do meu negócio, havia acabado de receber os sapatos da coleção de inverno e quando tudo mudou, o mundo parou e o cenário era de fim dos tempos. Eu não sabia o que esperar dos próximos meses. Tive que entender aos poucos qual caminho tomar estudando, testando, trabalhando (muito) e me reinventando.

Aliás, neste período de dedicação extrema e de desenvolvimento profissional intenso, nasceu a marca de roupas femininas que acabou de completar dois anos de vida e me ensina todo dia mais e mais! Neste lindo projeto, tenho duas amigas que se tornaram sócias e abraçaram este sonho comigo. 

Quando você se joga de cabeça em um novo momento profissional é natural que algumas decisões não sejam tomadas da melhor maneira e, sinceramente, acho que fiz algumas loucuras que foram arriscadas, mas que me ensinaram muito!

Continua após a publicidade

Já comprei milhares de embalagens por medo de ficar sem insumo, decidi reformar minha loja física durante a pandemia, já fiz pedidos de sapatos sem saber como iria pagar… Algumas escolhas tiveram bons resultados e outras nem tanto, porém como disse Phill Knight (co-fundador da Nike) em sua biografia: “A vida é crescimento. Ou você cresce, ou morre.” 

Não é possível ter controle de tudo. É fundamental pedir ajuda, estudar, delegar tarefas e entender que somos todos humanos. Na balança da vida, o trabalho falará mais alto em alguns momentos, no entanto é preciso equilíbrio e gentileza consigo para respeitar os momentos de lazer com a família e amigos.

E agora dou início a um novo ciclo, já que além da minha loja no bairro Jardins em São Paulo, inaugurei uma Pop-Up Store em um dos shoppings mais charmosos da capital paulistana, o Shops Jardins, explorando um novo formato de vendas, com um novo público e em um novo espaço. Tudo novo de novo.

Que empreender seja mais que ultrapassar obstáculos, realizar metas e ter novas conquistas. Que seja sempre o frio na barriga, a felicidade espontânea, o brilho no olhar genuíno e o início de novas aventuras. Empreender é se aventurar diariamente e eu amo isso!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.