Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Flavia Viana

Bailarina e jornalista, ou jornalista e bailarina. Tanto faz. A coluna fala sobre métodos, histórias, entrevista pessoas, mostra tendências, espetáculos, entre outros assuntos relacionados, mas colocando em tudo isso o mais importante: seu grande amor pela dança
Continua após publicidade

Noite de emoção e conquistas no 9º Premio Bibi Ferreira de Teatro

Pela primeira vez livres das máscaras, artistas se reencontram em cerimônia no Teatro Santander para celebrar a cultura brasileira

Por Flavia Viana
26 set 2022, 10h29

Na última quarta-feira (21), aconteceu na capital paulista a 9ª edição do Prêmio Bibi Ferreira no Teatro Santander. Um red carped estrelado com transmissão ao vivo e organização impecável, marcaram uma noite de conquistas, celebrações e homenagens, além de comemorar o centenário de nascimento de Bibi Ferreira.

O Prêmio, que nasceu em 2012 e que, desde 2019, reconhece também os espetáculos teatrais de prosa, é pioneiro no reconhecimento aos espetáculos musicais no país. O Bibi Ferreira é considerado um dos maiores prêmios da dramaturgia do país, seguindo o mesmo formato do Tony Awards, maior prêmio do Teatro nos EUA. Há anos, os atores Miguel Falabella e Alessandra Mestrini “exibem” no palco performances que nos fazem rir e chorar de emoção como mestres de cerimônia da premiação, com uma afinidade para poucos, e nesta edição não foi diferente.

O Prêmio Bibi Ferreira tem como idealizador Marllos Silva, que “abriu alas” para que Miguel e Alessandra fizessem parte dos pontos altos do evento, assim como o discurso de Marina Mathey, vencedora da categoria de melhor Atriz Coadjuvante pelo musical Brenda Lee e o Palácio das Princesas, a primeira mulher trans a ganhar na premiação. Ela foi aplaudida de pé. Marina “trouxe” com ela mais um discurso bastante emocionado da segunda vencedora trans da noite, Verónica Valentino, Atriz Revelação também por Brenda Lee. Ovacionada, ela declamou Gota D’água de Chico Buarque.

A noite ainda teve o ator Eduardo Martini, vencedor na categoria de Melhor Peça de Teatro com Clô, não só celebrando a arte, mas também falando sobre a importância da  união da classe e do apoio dos grandes para os menores. O ator Juca de Oliveira completou 70 anos de carreira e foi o homenageado da noite. Ele foi aplaudido de maneira constante pelo público. Juca falou dos 100 anos de Bibi, do prazer de trabalhar com ela e também citou o saudoso Jô Soares, além de exaltar todos os atores e seus trabalhos exibidos ali dentro de todas as categorias.

E para coroar a noite, o momento que muitos aguardavam… A aparição da atriz Claudia Raia, que não passou pelo red carped, mas subiu ao palco com o marido Jarbas Homem de Mello para receber o Prêmio de Melhor Musical,  por Concerto para Dois. Claudia agradeceu a todos, beijou o marido e disse que o maior prêmio estava dentro da barriga dela, seu bebê. Claudia está grávida aos 55 anos de idade, e estava visivelmente feliz e radiante. O Prêmio era apenas um detalhe (risos). Confesso que foi a minha primeira vez pessoalmente no Prêmio Bibi Ferreira, e de fato me envolvi, emocionei, vibrei e entendi ainda mais a paixão de todos ali pelo teatro, pela música e pela arte. É uma dedicação de muitos para nos proporcionar risos, lágrimas de saudades no momento da homenagem aos que partiram, mas também de alegria pelas conquistas de todos os presentes, além de uma energia que só estando ali para sentir. Eu que também faço parte da “turma” da arte sou suspeita para falar. Então…Viva a arte! Viva a cultura! E até o ano que vem…Confira logo abaixo os vencedores e suas categorias:

Continua após a publicidade

MELHOR MUSICAL

A Família Addams – T4F Entretenimento (VENCEDOR)

MELHOR MUSICAL BRASILEIRO

Conserto Para Dois, O Musical – Raia Produções (VENCEDOR)

MELHOR ATRIZ EM MUSICAIS

Continua após a publicidade

Andrezza Massei – Sweeney Todd (VENCEDORA)

MELHOR ATOR EM MUSICAIS

Jarbas Homem De Mello – Conserto para Dois, O Musical (VENCEDOR)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MUSICAIS

Marina Mathey – Brenda Lee, O Palácio das Princesas (VENCEDORA)

Continua após a publicidade

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MUSICAIS

André Torquato – Tatuagem (VENCEDOR)

REVELAÇÃO EM MUSICAIS

Verónica Valenttino – Brenda Lee, O Palácio das Princesas (VENCEDORA)

MELHOR DIREÇÃO EM MUSICAIS

Continua após a publicidade

Zé Henrique de Paula – Sweeney Todd (VENCEDOR)

MELHOR DIREÇÃO MUSICAL EM MUSICAIS

Thiago Rodrigues – A Família Addams (VENCEDOR)

MELHOR ARRANJO ORIGINAL EM MUSICAIS

Marco França – Tatuagem (VENCEDOR)

Continua após a publicidade

MELHOR COREOGRAFIA EM MUSICAIS

Bárbara Guerra – Donna Summer, O Musical (VENCEDORA)

MELHOR CENOGRAFIA EM MUSICAIS: Federico Bellone – A Família Addams (VENCEDOR)

MELHOR FIGURINO EM MUSICAIS: João Pimenta – Sweeney Todd (VENCEDOR)

MELHOR VISAGISMO EM MUSICAIS: Eliseu Cabral e Feliciano San Roman – A Família Addams (VENCEDORES)

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL EM MUSICAIS: Fernanda Maia – Brenda Lee, O Palácio das Princesas (VENCEDORA)

MELHOR LETRA E MÚSICA EM MUSICAIS: Daniel Salve – Nautopia (VENCEDOR)

MELHOR VERSÃO EM MUSICAIS: Mariana Elisabetsky e Victor Mühletahler – Charlie e a Fantástica Fábrica de Chocolate (VENCEDORES)

MELHOR DESENHO DE LUZ EM MUSICAIS: Caetano Vilela – Donna Summer, O Musical (VENCEDOR)

MELHOR DESENHO DE SOM EM MUSICAIS: Gastón Briski – Charlie e a Fantástica Fábrica de Chocolate (VENCEDOR)TEATRO DE PROSA

MELHOR PEÇA: Brilho Eterno – Solo Entretenimento, Palco 7 Produções, Rega Início Produções e Reynaldo Gianecchini (VENCEDOR)

MELHOR ATRIZ EM PEÇA DE TEATRO: Marisa Orth – Barbara (VENCEDORA)

MELHOR ATOR EM PEÇA DE TEATRO: Eduardo Martini – Simplesmente Clô (VENCEDOR)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM PEÇA DE TEATRO: Renata Brás – Brilho Eterno (VENCEDORA)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM PEÇA DE TEATRO: Luiz Guilherme – Terremotos (VENCEDOR)

MELHOR DIREÇÃO EM PEÇA DE TEATRO: Marco Antônio Pâmio – Terremotos (VENCEDOR)

MELHOR CENOGRAFIA EM PEÇA DE TEATRO: Duda Arruk – Terremotos (VENCEDORA)

MELHOR FIGURINO EM PEÇA DE TEATRO: Fábio Namatame – Terremotos (VENCEDOR)

MELHOR DRAMATURGIA EM PEÇA DE TEATRO: Samir Yazbek – Tectônicas (VENCEDOR)

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.