Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Deixa te falar...

Alexandre Simone e Lucas Galdino, comunicadores e criadores do @historiasdeterapia, contam causos que vão do emocionante ao cômico
Continua após publicidade

Amor de carnaval… fora de época

Ela estava no pior momento possível para conhecer alguém. Mas a vida vem para balançar as certezas, né?

Por Alexandre Simone e Lucas Galdino
Atualizado em 10 fev 2024, 07h20 - Publicado em 10 fev 2024, 07h09

Júnior e Michelle são completamente apaixonados por Carnaval e poderiam ter vivido um amor de foliões — não fosse pelo pequeno detalhe de terem se conhecido em outubro. Quando se encontraram pela primeira vez, na primavera, de cara o Júnior se encantou pela Michelle. 

A questão ali era que Michelle estava grávida. Ou seja, embora estivesse solteira, não tinha cabeça para ficar pensando em homem, não. Ainda assim, começou a ver nas conversas que levava com Júnior que algo estava nascendo — e esse algo ainda não era seu filho, mas o amor.

Mas vamos colocar essa história na ordem certa: tudo começou na festa de formatura de uma amiga da Michelle, em outubro. Lá estava ela, curtindo a festança com o barrigão de 8 meses, quando Júnior comentou com uma amiga que Michelle “era uma grávida linda”.

Ela nem deu bola — não estava muito aberta para o amor por causa do seu último relacionamento, que não terminara bem. Também havia o fato de estar no final da gravidez e já não ter cabeça para pensar em mais nada, muito menos em um romance.

Ela até brincava com as amigas: dizia que ficaria dois anos sem beijar na boca por causa da maternidade solo. Mas o destino… ah, o destino! Esse danado tratou de colocar o Júnior no caminho de Michelle e antecipar em muitos meses o beijo.

De qualquer forma, não aconteceu no primeiro dia. A festa acabou e os dois, Júnior e Michelle, ficaram conversando pela internet. Sim, além da gestação havia o empecilho da distância: ele morava no Recife, e ela, em Petrolina.

Continua após a publicidade

Eram 700 quilômetros de separação — mas estamos falando de amor, não é mesmo? E, sabemos, para o amor nada é impossível.Os dois ficaram de conversinha por vinte dias, tempo o suficiente para Michelle ficar balançada, mas ainda não totalmente entregue.

Só que a gente não controla o coração, né? O que estava surgindo ali era amor de verdade, daqueles que tinham que acontecer. Sem saber, eles já haviam até passado várias folias no mesmo lugar — em Salvador, Recife, Olinda — ainda que não tivessem se encontrado em nenhuma das ocasiões. Os dois também eram apaixonados pelo cantor Saulo e viviam indo aos mesmos shows. Compartilhavam um amor de Carnaval, só que fora de época. 

Mas havia também os preconceitos. Por mais que Michelle estivesse envolvida, a moça ficava pensando: “Quem se interessa por uma grávida, gente?”.

Se formos parar para pensar, ela não estava errada. Vivemos em uma sociedade machista e conservadora. Mulheres grávidas, ou seja, futuras mães, não são vistas como pessoas que se relacionam e têm vida sexual ativa. Mãe é algo sagrado.

Só que, para a surpresa da Michelle, o Júnior se interessava. Não pelo fato dela estar grávida, mas por ela. A gravidez ali era um mero detalhe que não o impedia de se relacionar com ela. Tanto é que Júnior foi até Petrolina para vê-la novamente vinte dias antes do nascimento do bebê. 

Continua após a publicidade

E foi justamente aí, querida leitora, assim que os dois se encontraram, que o beijo aconteceu! (Gritos efusivos destes colunistas que vos escrevem).

Depois do beijo, o resto é história. Uma história que completou 10 anos em outubro de 2023. Pedro Luca nasceu, Júnior ia visitar Michelle todos os meses e, pouco tempo depois, acabou se mudando para Petrolina para ficar mais perto da amada e do bebê.

Os dois começaram a namorar sério justamente em um show do Saulo, claro. Depois noivaram e se casaram em pouco tempo. O casal continua passando os Carnavais nas mesmas cidades, mas agora juntos, como uma família.

Júnior e Pedro Luca têm uma relação de pai e filho, Michelle segue apaixonada e Júnior também.

E essa história toda só nos faz refletir: quem quer sempre arruma um jeito, não é mesmo? 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.