CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Você está cometendo algum destes 7 erros no décor da sala?

Escolher o tapete errado, não planejar o layout e não pensar na sua rotina… Cuidado com estes sete erros de décor

Por Mariana Bruno Atualizado em 20 Maio 2022, 17h15 - Publicado em 6 jan 2017, 11h32

Você já passou pela situação de comprar um tapete e, na hora de coloca-lo na sala, descobrir que ele é muito pequeno? Ou então finalmente comprar o sofá dos sonhos e ve-lo manchado ou deformado com o tempo? Foi pensando nesses apertos que o My Domaine convidou três profissionais para acabar de vez com as dúvidas e eliminar estes sete erros de décor da sala. Confira:

1. Escolher o sofá errado

04-um-sobrado-cheio-de-livros-e-obras-de-arte
Divulgação

Muito grande, muito pequeno, pouco confortável ou então em um tecido pouco prático: o sofá é a peça central da sala e, por isso, exige um cuidado maior. “Nas salas, um bom sofá é a chave para o conforto, mas é também central para como o ambiente vai parecer. A nossa dica para acertar na escolha é prestar atenção na altura do assento (um assento baixo é ruim para sentar e levantar) e desenhar um plano do ambiente antes de compra-lo”, diz David John Dick, do DISC Interiors. “Para evitar escolher o sofá errado, opte por algo simples. Ninguém ama um sofá simples mais que eu porque eles são muito fáceis de combinar”, complementa a estilista Emily Henderson.

2. Imitar um showroom

inspiracao-do-dia-cantinho-da-sala-com-cristaleira-vintage
Reprodução/Lauren Louise Photography/Apartment Therapy

Comprar todas as peças em uma mesma loja pode parecer boa ideia, mas cuidado para não transformar a sala em um mostruário. “É importante para nós misturar elementos novos e antigos para criar um ambiente interessante, eclético e individual”, explica a arquiteta Elizabeth Roberts. Lembre-se de complementar o décor com luminárias, texturas e acessórios – “as peças pequenas são o que adiciona personalidade”, indica.

3. Comprar um tapete muito pequeno

01_living
CasaPRO

Os tapetes são essenciais para arrematar o espaço e fazer com que ele pareça unificado, sem peças flutuando pelo ambiente. Porém, se muito pequeno, ele vai deixar a sala desproporcional, o que vai chamar a atenção. “As salas quase sempre precisam de um tapete de 2,4 x 3 metros, se não um de 2,7 x 3,6 metros. A menos que você tenha uma sala muito pequena, fique longe de qualquer coisa menor do que 1,8 x 2,7 metros. Tapetes menores podem cair bem próximos à cama, na cozinha ou no hall, mas eles não vão funcionar em uma sala”, a estilista Emily Henderson conta.

4. Não planejar o layout

Continua após a publicidade

3-salas-de-estar-de-top-designers
Reprodução/Architectural Digest

Você usa a sala para receber? Adoraria ter uma poltrona sua para ler um bom livro à noite? Tudo isso – ao lado do formato e tamanho do ambiente – tem que ser levado em consideração quando pensamos no layout. “É importante considerar e criar grupos de conversa, especialmente se o espaço é longo e estreito. É também muito importante considerar as vistas dos assentos maiores – em um ambiente amplo e grande, é bom poder sentar em uma peça favorita e, em uma sala pequena, é importante considerar as vistas necessárias da janela”, a arquiteta Elizabeth Roberts diz.

5. Pendurar arte da forma errada

05-sala-apartamento-ambientes-integrados-sao-paulo

A regra é clara: a arte deve ser pendurada na altura da visão. Certo? “Não se o seu teto é muito baixo e se você é muito alto. Se a parede fosse dividida em quatro seções horizontais, pense que a arte deve ficar na terceira parte de baixo para cima”, indica a estilista Emily Henderson.

6. Esquecer a usabilidade

5-salas-de-estar-de-top-designers-2

Aquele sofá de veludo que você anda namorando há meses pode até ficar lindo na sua sala, mas será que ele realmente se encaixa na sua rotina? “Escolha tecidos e tapetes que aguentam o uso do dia a dia. Há alguns tecidos de área externa ótimos que nós estamos usando no interior que as crianças e cachorros não conseguem destruir. O tapete de algodão é muito melhor para uma família”, indica a arquiteta Elizabeth Roberts.

7. Não combinar épocas e estilos

destaque-paleta-de-cores-qual-tom-usar-na-parede-atras-do-sofa

“Muitas vezes as pessoas se sentem restringidas e limitadas pela arquitetura da casa e escolhem móveis com base nessa arquitetura e período de tempo. A nossa solução é misturar estilos de mobiliário com a arquitetura. Quando misturando elementos novos e vintage, preste atenção nas alturas porque o mobiliário tradicional é geralmente mais alto do que peças modernas”, finaliza David John Dick, do DISC Interiors.

banner_goto
Continua após a publicidade

Publicidade