Clique e assine com até 75% de desconto

5 formas de aproveitar ao máximo o espaço de cozinhas estreitas

E saiba quais são as distâncias mínimas que devem ser respeitadas para manter a segurança e a boa circulação.

Por Raquel Drehmer Atualizado em 15 jan 2020, 17h11 - Publicado em 27 Maio 2019, 08h30

Com os imóveis cada vez menores, é natural que as cozinhas também venham perdendo metragem e tenham, em muitos apartamentos, cerca de 6 m². E é comum que elas sejam estreitas, o que exige um pouco de jogo de cintura ao distribuir móveis e eletrodomésticos – afinal, é importante que o lugar onde é feita a comida seja confortável e garanta uma circulação adequada.

O grande desafio é fazer isso respeitando distâncias mínimas no projeto de decoração. “A ergonomia, ou seja, a relação segura e eficiente entre o nosso corpo e o espaço da casa, é essencial para o bem-estar. Não adianta nada ter um apartamento ‘de cinema’ e não conseguir se movimentar direito nele. Ou correr o risco de se machucar ao andar e fazer suas coisas do dia a dia”, explica o arquiteto Paulo Assis.

O corredor da cozinha precisa ter 1 metro de largura, sem obstáculos. “Tem que haver espaço para uma pessoa passar por trás de quem esteja usando o fogão ou a pia e também para que aquela que está no fogão possa dar uma volta com o corpo enquanto segura uma panela quente, por exemplo. A cozinha não pode ser espremida”, justifica a arquiteta Eduarda Salla.

As portas da cozinha ideais para um cômodo estreito são as de correr, que não roubam espaço de circulação ou para a abertura da geladeira/do forno.

Os eletrodomésticos da cozinha devem obrigatoriamente manter uma distância de pelo menos 10 cm entre um e outro e das paredes, para evitar acidentes. Todos eles irradiam calor – mesmo a geladeira, que tem motor que aquece sua parte traseira.

A seguir, confira dicas de Paulo e Eduarda para aproveitar de forma inteligente e segura o espaço dessas cozinhas, com imagens de inspiração para colocar tudo em prática.

Integre cozinha e sala

Esta é a dica de ouro para a cozinha estreita, pois dá uma sensação instantânea de amplitude e facilita a movimentação de pratos e panelas da cozinha para a mesa de refeições. Você pode tirar a metade superior da parede e ganhar uma bancada em estilo cozinha americana ou tirar a parede toda e marcar a separação entre cozinha e sala com um balcão sob medida.

Continua após a publicidade

MAS ATENÇÃO: isso só pode ser feito com o aval de um/a arquiteto/a e depois da avaliação da planta do apartamento. Se houver fiação elétrica ou tubulação hidráulica passando por essa parede ou, ainda, caso se trate de uma parede estrutural, a integração não é possível.

Cozinhas estreitas
Pinterest/Reprodução

Alinhe móveis e eletrodomésticos às paredes e balcão/bancada

O espaço já é tão restrito que não faz sentido haver obstáculos no meio do caminho, não é verdade? Armários, fruteira, geladeira, fogão e tudo mais devem ficar alinhados às paredes e ao balcão ou bancada da integração com a sala. Uma boa saída para ter mais espaço de armazenamento é fazer armários aéreos sob medida ou fixar suportes e prateleiras nos espaços mais altos.

Cozinhas estreitas
Casa 100 Arquitetura/Reprodução

Prolongue o espaço com uma bancada contínua

Com uma bancada contínua que englobe pia, armários e fogão, você ganha um espaço a mais de balcão. De quebra, o ambiente fica visualmente mais amplo.

Cozinhas estreitas
Arquiteta Fernanda Marques/Reprodução

Delimite fisicamente a lavanderia com uma porta de correr

Máquina de lavar, tanque e varais devem ter em seu espaço – a lavanderia –, assim como os produtos de limpeza, que jamais devem se misturar com a comida.

Para ganhar espaço nessa divisão, o ideal é uma porta de correr. De preferência de vidro, para a cozinha poder aproveitar a iluminação natural vinda da janela da área de serviço.

Cozinhas estreitas
Pinterest/Reprodução

Escolha bem as cores e materiais dos armários

Esta é uma dica mais visual do que física, mas vale!

Móveis claros, com portas de vidro ou com espelhos aplicados em suas superfícies dão sensação de amplitude. Outro truque visual legal é escolher texturas na horizontal, que também deixam a cozinha visualmente “mais comprida”.

Nesta cozinha em que não foi possível integrar o cômodo com a sala, optou-se pela aplicação de um enorme espelho na parede oposta à bancada da pia e ela pareceu dobrar de tamanho.

Cozinhas estreitas
Pinterest/Reprodução
Continua após a publicidade
Publicidade