Universidade americana cria bolsa de estudos Marielle Franco

O programa criado pela John Hopkins deve começar em 2019

A universidade norte-americana John Hopkins, em Washington, oferecerá a partir de 2019 uma bolsa de estudos com o nome de Marielle Franco, vereadora assassinada em março deste ano. A oportunidade é focada nos universitários que querem cursar o mestrado em um programa de estudos latino-americanos da SAIS (School of Advanced International Studies).

Nos primeiros dois anos, as aulas – voltadas para Relações Internacionais –  poderão ser assistidas em Washington, mas há a possibilidade de cursar metade desse período no campus Bolonha, na Itália.

Em nota, a SAIS afirma que “a bolsa de estudos será concedida anualmente para apoiar estudantes de mestrado comprometidos com o avanço da justiça social, igualdade e representação política mais ampla”.

Monica de Bolle, diretora do programa, reiterou em entrevista ao O Globo o quão importante é dar espaço às pautas de Marielle. “São assuntos relativos ao Rio, mas que atingem toda a América Latina”, afirmou.

Leia mais: Entrevista completa com Monica Benício, viúva de Marielle Franco