Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Será que abrir uma empresa com a melhor amiga é um bom negócio?

Spoiler alert: preparem-se para brigar de vez em quando

Por Luciana Teixeira (colaboradora) Atualizado em 21 jan 2020, 10h41 - Publicado em 4 Maio 2016, 12h03

Vocês se conhecem há bastante tempo, o assunto nunca acaba, vocês já dividiram mais coisas do que gostariam de admitir e, de brinde, têm os mesmos interesses. É nessa hora que melhores amigas podem decidir levar a amizade a um outro patamar – não estamos falando de vocês morarem juntas – estamos falando de começar um negócio.

Para tomar esse importante passo, é preciso pensar bastante. Como explica Ariadne Mecate, consultora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o ditado “amigos, amigos; negócios a parte” pode fazer muito sentido. “Nem sempre a parceria na amizade vale para os negócios, pois eles envolvem muitos interesses. Então é preciso um bom alinhamento de objetivos. Por exemplo: uma pessoa pode querer que o negócio cresça e expanda, e a outra quer que continue pequeno”, explica.

Reprodução/Tumblr leki-fobie
Reprodução/Tumblr leki-fobie

Como fazer esse planejamento?

Agora que vocês já tomaram um banho de água fria e a empolgação diminuiu é hora de se organizar. “As pessoas devem estudar o mercado que estão imaginando entrar, para ver se a ideia é uma boa oportunidade de negócios. Para isso é preciso fazer uma pesquisa de mercado e sair do lugar comum. É sempre importante buscar um diferencial de qualidade. Depois disso, é importante fazer um plano de negócios de como a empresa vai ser”, explica Ariadne.

Leia também -> Amigos S/A: 6 dicas para separar pessoal e profissional com seus sócios

Em meio a isso tudo, vocês já podem aproveitar para observar quem é melhor fazendo o que e já irem distribuindo as atividades, EXCETO uma: a parte financeira. A consultora ressalta que é extremamente importante que todas as sócias (sim, é isso que vocês são) saibam de toda a parte financeira da empresa . Isso vai ajudá-las a crescer. E se uma de vocês quiser sair do negócio mais para frente, ou se precisar discutir gastos e investimentos, todas têm que estar a par do que se passa. Assim, para evitar problemas futuros, vocês já podem se matricular juntas em um curso de finanças.

Fórmula mágica

Reprodução/Tumblr 16sass-queen
Reprodução/Tumblr 16sass-queen

A gente bem que gostaria de ter uma receitinha para passar para vocês (e até para nós mesmas, por que não?).  A realidade é que agora a amizade de vocês vai ir muito além dos momentos de alegria e colos compartilhados. É hora de arregaçar as mangas e trabalhar, além de ter uma postura empreendedora. Mas o que é isso, afinal? É ir além da ideia de “nós gostamos de cozinhar e vamos abrir um restaurante”, por exemplo.

Vocês precisam observar nichos de mercado que estão crescendo, ou imaginar aqueles produtos que ainda não existem, mas que facilitariam MUITO a vida das pessoas – então fazer um estudo de mercado, planejamento e assim por diante…

Em parceria com a ONU, o SEBRAE tem um curso chamado Empretec (você encontra todas as informações necessárias aqui). Trata-se de um seminário para estimular a criatividade empresarial, desenvolvendo mudanças comportamentais, promovendo revisões de conceitos e atitudes, e preparando as empreendedoras para o mercado e a vida. Para ajudar vocês que pretendem empreender juntas, Ariadne separou as 10 principais atitudes que vocês precisam ter. São elas:

1. Ir atrás de oportunidades e iniciativas

2. Ser persistente

3. Calcular os riscos para não dar um passo maior que a perna

4. Exigir, de si mesma, qualidade e eficiência

5. Comprometimento com o negócio

6. Estar sempre atualizado sobre TUDO que envolve o mercado

7. Estabelecer metas

8. Sistema de planejamento e monitoramento

9. Saber se comunicar e ter contatos

10. Independência e autoconfiança

E agora, mulherada, estão prontas para arregaçar as mangas e começar um lindo negócio?

Continua após a publicidade

Reprodução/Tumblr yakamozsacanadam
Reprodução/Tumblr yakamozsacanadam

Continua após a publicidade
Publicidade