Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Nós por Elas promove mentoria colaborativa para mulheres profissionais

Durante 30 dias, as selecionadas recebem 8 horas de mentoria exclusiva com grandes executivas

Por Da Redação Atualizado em 6 jan 2021, 22h10 - Publicado em 6 jan 2021, 16h00

O projeto criado na pandemia Nós Por Elas lança no próximo dia 21 de janeiro a sua quinta etapa. Criado pela empresária e investidora social, Edna Vasselo Goldoni, ele atende mulheres que se encontram em estado de vulnerabilidade emocional ou física, que tenham curso universitário, mais de três anos de experiência e que desejem evoluir na carreira, mudar de área ou mesmo empreender.

Durante 30 dias, as selecionadas recebem oito horas de mentoria exclusiva, participam de oito lives exclusivas, contam com uma hora por semana de orientação direta do mentor, e podem assistir a quatro master lives. A seleção é feita por ordem de inscrição. Ao final de cada período, o grupo se reúne virtualmente para uma “formatura”, quando também são contados alguns casos especiais das mentoradas.

Entre as mentoras, estão grandes executivas do mundo corporativo como Joanita Koraleski, ex-CEO da Seara, atual diretora do comitê Fazer o Bem Faz Bem, da JBS; Claudia Abreu, ex-CEO do Mundo Verde, atual CEO da 2W Comercializadora Varejista;  Bárbara Fortes, COO do Espaço Laser e Mônica Marcondes, gerente-geral de participações em energia da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), uma das executivas da capa de CLAUDIA em novembro passado; entre outras profissionais que doaram seu tempo para o projeto.

A pandemia tem sido um desafio para as mulheres nas empresas, envolvendo jornada tripla de trabalho, combinando home office com o trabalho da casa e apoio aos estudos dos filhos. Além disso, o desemprego atingiu quase 40% mais as mulheres do que os homens, segundo informações do IBGE.

“Quando me vi em casa, sem poder manter o ritmo de realização ao qual estou acostumada, pensei que gostaria de fazer algo para ajudar as mulheres que enfrentavam dificuldades na pandemia. Falei com algumas amigas que trabalham como executivas em importantes empresas e consegui desenhar um modelo de mentoria colaborativa. O que não sabia era que seria um grande sucesso e em prazo recorde”, comemora Edna Goldoni.

Logo na primeira edição, a divulgação, feita apenas em redes sociais, atingiu número acima das vagas oferecidas. Foram 75 mulheres mentoradas. Na segunda edição, o projeto já evoluiu para 150 participantes; 200 na terceira e 250 na quarta turma.

Já as executivas, que acumulam grande experiência em suas admiráveis carreiras, desejam compartilhar conhecimento técnico e dar mais apoio a mulheres no mercado de trabalho. “O Nós por Elas é, antes de tudo, um grande projeto de sororidade e que nasceu num momento que tínhamos de decidir se mergulharíamos no caos ou enfrentaríamos o vírus do desânimo dentro de cada uma de nós”, diz Edna. Seu objetivo é alçar o projeto à condição de maior iniciativa de mentoria colaborativa do Brasil.

As inscrições para a próxima edição serão realizadas no site do IVG. Serão 250 vagas para as primeiras mulheres que se inscreverem.

Continua após a publicidade
Publicidade