Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Manual do carro: aprenda os cuidados para valorizar seu automóvel

Um guia para você aprender os cuidados fundamentais que mantêm seu carro sempre em ordem e bem valorizado

Por Redação M de Mulher Atualizado em 16 jan 2020, 01h11 - Publicado em 25 abr 2013, 21h00

Fique de olho no funcionamento do carro e não se esqueça da manutenção regular
Foto: Getty Images

É preciso conhecer a máquina por dentro e por fora para acertar na manutenção preventiva, que vai aumentar a vida útil das peças, garantir segurança, economizar combustível e valorizar o veículo na hora da revenda. Vamos à aula de mecânica?

Pintura
Para manter o aspecto bonito do carro, lave-o sempre que pegar poeira ou barro. O ideal é usar um detergente bem suave, lavando e enxaguando rapidamente toda a superfície. Depois, seque. Não utilize querosene nem solvente. Encere a pintura pelo menos duas vezes ao ano.

Lataria
Riscos, batidas de porta em estacionamentos ou ainda pequenos amassados acontecem com frequência. O mais importante é consertar logo, para não estragar ainda mais o carro. Pequenos retoques, “martelinho de ouro” e outros recursos são facilmente encontrados em serviços de reparos rápidos. Procure fazer, no mínimo, três orçamentos de oficinas antes de ordenar o serviço – procure oficinas distantes, para garantir que não têm o preço tabelado.

Radiador
Verifique a cada 15 dias o nível da água do reservatório. Os carros mais modernos dificilmente baixam a água. Caso a temperatura suba muito, pare o carro na hora para não queimar o motor.

Catalisador
É um dispositivo instalado no escapamento com a função de transformar substâncias poluentes em gases menos nocivos à atmosfera. Dura em média 80.000 km, mas pode estragar facilmente. Então, evite entrar em poças profundas, desvie de pedras maiores e cuide com combustível de má qualidade. Catalisador danificado perde a eficiência e um novo custa bem caro (por volta de R$ 300). Se precisar trocar, procure um modelo igual do original.

Vidros
Normalmente acumulam poeira, óleo e outras sujeiras, mas devem estar sempre limpos para não prejudicar a visibilidade. Para lavá-los, utilize muita água com detergente suave ou limpa-vidros e uma flanela macia. Para evitar riscos precoces, não ligue o limpador de para-brisa quando o vidro estiver seco.

À prova de golpes
Dicas para não ser ludibriada pelo mecânico na hora de fazer a revisão ou a manutenção do carro:
1. Procure oficinas com reputação boa no mercado. Peça a indicação de amigos ou pesquise na internet.
2. Desconfie de quem sai dando logo de cara a causa do problema, pois assim como um bom médico, o mecânico precisa realizar um diagnóstico preciso.
3. Acompanhe a avaliação feita em seu veículo, pois não há motivos para o mecânico esconder o que está fazendo.
4. Assim que ele concluir o diagnóstico e lhe passar o que precisa ser feito e substituído, solicite explicações sobre o funcionamento da peça e as possíveis implicações caso você não a troque.
5. Combine o que será feito antes de iniciar o serviço e exija garantias.
6. Diga ao mecânico que você deseja ver as peças que foram substituídas para ter certeza de que o serviço foi feito.
7. Exija a nota fiscal dos produtos usados em seu veículo e a descrição dos serviços realizados.

Antes de viajar, verifique…
* a calibragem dos pneus, inclusive do estepe, aumentando a pressão em mais 2 a 3 libras.
* as condições das palhetas e para-brisa, para isto, molhe o vidro e acione o limpador para verificar se as palhetas limpam corretamente.
* se alguma lâmpada do veículo está queimada, isto aumenta o campo de visão do motorista e também não atrapalha o condutor quem vem no sentido contrário.
* numa reta se a direção do carro está puxando para os lados; isso pode indicar desalinhamento no veículo, com isto, precisa de uma revisão na loja.
* Caso o carro esteja com algum barulho ou anomalia, na hora da revisão, fique atento a suspensão.

Continua após a publicidade
Publicidade