Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Férias perfeitas sem gastar muito

Planeje uma viagem inesquecível com a família nas férias de julho sem acabar com suas economias

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 16 jan 2020, 01h01 - Publicado em 29 abr 2013, 21h00

Não adie sua viagem de férias por falta de planejamento. Comece a pensar nela já!
Foto: Getty Images

Sonhar é preciso

Desejar conhecer algum lugar é o primeiro passo para viajar”, garante José Eduardo Camargo, redator do Guia Viajar Bem e Barato (ed. Abril). ”Analise o que você espera da viagem: campo, sossego, badalação.” Com isso em mente, fica fácil conciliar o bolso e o sonho.

Planeje suas férias

Continua após a publicidade

Coloque no papel todas as despesas do projeto: pacote turístico, alimentação, passeios etc. Comece a economizar desde já, dia após dia. Por exemplo, se a sua viagem custará R$ 620 por pessoa, você pode guardar R$10,50 por dia e, após 2 meses, terá a quantia necessária!

Compre pacotes turísticos

Em geral, sai mais barato comprar um pacote do que adquirir separadamente as diárias de hotel e as passagens aéreas. As operadoras têm acordos vantajosos com os hotéis e as companhias aéreas. Isso pode lhe garantir até 50% de economia.

Além disso, na maioria das agências, os pacotes (com hospedagem, café-da-manhã e passagens aéreas) são parcelados em até dez vezes sem juros. E as passagens, em até seis vezes sem juros.

Continua após a publicidade

Informe-se

Antes de decidir quais passeios fazer, consulte o órgão de turismo de cada destino. Em cidades grandes é comum haver dias em que entradas em atrações como museus e parques são de graça. Pesquise bastante.

Carregue um guia

Os guias de viagem estão entre as melhores fontes de informação sobre passeios e atrações, inclusive as gratuitas. Vale consultar o Guia Viajar Bem e Barato e o portal de turismo Viaje Aqui

Continua após a publicidade

Hospede-se na vizinha

Ao lado de cidades turísticas badaladas há sempre outras mais tranqüilas, com preços bem mais baixos. Por exemplo: Arraial do Cabo (RJ) é bem mais barata que Búzios. Ou seja, sai mais em conta ficar na ”genérica” – e você ainda pode dar um pulo na vizinha famosa.

Fique na casa de parentes

Além de ter o aconchego da família, você só precisa se preocupar em pagar as passagens e os passeios. Mas não seja uma hóspede inconveniente: inclua no cálculo de gastos algumas compras de supermercado e padaria, para reforçar a despensa dos parentes.

Continua após a publicidade

Vá de navio

Comprando pacotes em navios, você pode ficar com até quatro pessoas dentro da mesma cabine. Nesse caso, um dos passageiros paga apenas as taxas de embarque. Invista em roteiros com sistema ”all inclusive” – todas as refeições e bebidas não alcoólicas já incluídas no preço final. Há roteiros de até três dias pelo litoral brasileiro.
 

Publicidade