Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

10 mandamentos para criar uma loja virtual de sucesso

Diferentemente do varejo tradicional, em uma loja virtual é possível monitorar todos os passos (ou os cliques) dos consumidores.

Por Estúdio ABC
Atualizado em 21 jan 2020, 16h30 - Publicado em 10 dez 2015, 17h40

Já pensou em abrir uma loja de bolsas ou sapatos? Ou você quer vender docinhos e artesanato? Não importa a sua escolha, empreender e permanecer positiva é sem dúvida uma ótima maneira para enfrentar épocas de crise. Conheça os principais pontos de atenção na hora de abrir seu primeiro negócio online e comece na rede com o pé direito.

1. Plataforma

O passo inicial é escolher o sistema que vai fazer a sua loja virtual funcionar. Fique de olho em três coisas: custos, nível de customização e funcionalidades do sistema. Você vai precisar, por exemplo, de ferramenta de controle de estoque e de flexibilidade para aumentar ou diminuir a capacidade da loja de acordo com a demanda. Especialistas recomendam que o valor gasto com o licenciamento da plataforma não ultrapasse 30% do capital inicial de investimento. A Loja Integrada é um exemplo dos mais usados aqui no país.

2. Layout e fotografia

Pense na organização das páginas como vitrines de lojas físicas, nas quais tudo precisa ser apresentado de forma atrativa, bem categorizada e com o preço claro. Assim como no varejo tradicional, as pessoas também compram por impulso na internet. Para que seus consumidores tenham vontade de incluir no carrinho itens que não estavam buscando, investir em fotos de qualidade e com múltiplos ângulos do mesmo produto também é fundamental.

3. Navegação

A recomendação é que seu cliente encontre o produto que procura com no máximo três cliques. O campo de busca precisa funcionar bem, e o famoso ícone do carrinho de compras deve estar sempre visível, logo no primeiro scroll da página. Não se esqueça: o carregamento do site precisa ser rápido, inclusive em conexões mais lentas, como as de celular.

4. Comunicação

Além de criar marca e identidade visual, é indicado elaborar um plano de comunicação que contemple as formas de divulgação da loja virtual, os canais de atendimento ao cliente, os espaços de interação, o monitoramento do pós-venda e as campanhas de fidelização. Parece complicado? Nesta seção do site Exame.com você terá um bom início de leitura para se inteirar no assunto.

Continua após a publicidade

5. Descomplique

Produtos com descrições ricas em detalhes transmitem mais confiança para que os consumidores escolham sua loja na hora de fazer uma compra, além de contribuir para a boa indexação em mecanismos de buscas. No entanto, opte sempre por uma linguagem descomplicada. Termos muito técnicos podem afastar os compradores, principalmente os de primeira viagem.

iStock iStock

6. Escolher meios seguros de pagamento

Trabalhar com fornecedores que ofereçam menor risco de fraudes é fundamental. Antes de tomar a decisão definitiva, é necessário certificar-se sobre o tipo de suporte oferecido, sobre as tarifas cobradas e se elas variam conforme o volume de transações. Além disso, é importante procurar programas de proteção ao vendedor, como o do PayPal, que garantem uma série de benefícios e te dão mais segurança pra começar um negócio.

7. Prazos de entrega

Ao finalizar uma compra e receber um prazo de entrega, o cliente acredita realmente que ele será cumprido. Por isso, escolha trabalhar com parceiros de confiança, que, de preferência, já tenham experiência atendendo outras lojas virtuais. Caso você se disponha a fazer as entregas pessoalmente, é necessário levar em consideração o tempo de deslocamento entre destinos e a possibilidade de congestionamentos. Prometer o que não se pode cumprir pode fazer com que o consumidor nunca mais volte a uma loja, principalmente em datas comemorativas. Ter cuidado redobrado na hora de conferir cor e modelo dos produtos também nunca é demais.

Continua após a publicidade

8. Políticas de trocas

As regras precisam ser de fácil entendimento e baseadas na legislação que protege os clientes, o famoso Código de Defesa do Consumidor. Além disso, a política de trocas precisa estar visível, ou seja, ser de fácil acesso. É necessário oferecer soluções rápidas para reverter situações desagradáveis. O recebimento de um produto com defeito, por exemplo, pode se tornar motivo para elogios sobre como a loja foi eficiente na gestão do problema.

9. E o mobile?

Tem crescido o número de brasileiros que usam mais os celulares e tablets do que computadores de mesa para navegar na internet. E, principalmente para fazer compras. Em 2015, do total de gastos online no mundo todo, 13% já se dá via smartphone e 7% via tablet, segundo pesquisa da Ipsos encomendada ao PayPal.  Isso significa que as lojas virtuais precisam oferecer uma versão mobile ou perderão vendas. As dicas de interface atrativa e com navegação fácil também devem ser aplicadas aqui. Atenção: as adaptações feitas para os dispositivos móveis não devem descaracterizar a identidade visual do site.

10. Análise de dados

Diferentemente do varejo tradicional, em uma loja virtual é possível monitorar todos os passos (ou os cliques) dos consumidores. Com isso, você consegue levantar dados valiosos que podem te ajudar a selecionar produtos e a entender melhor o perfil dos clientes. O Google Analytics, ferramenta gratuita para coleta de dados de acesso a sites, pode ser uma boa opção (o próprio Google oferece um curso online gratuito para seus primeiros passos). Monitore tudo desde o início e arrase nas vendas!

Depois de todas essas dicas, você certamente está mais preparado para iniciar seu e-commerce. Mas pode estar pensando que o momento econômico do País não está ajudando ninguém a investir, certo? Pois então, temos uma boa notícia! O PayPal está com uma campanha para incentivar os pequenos empreendedores a tirarem seus projetos do papel. A empresa está zerando as taxas das 2ª e 3ª parcelas em vendas a prazo. Além disso, o vendedor pode receber o pagamento de uma só vez, em 24 horas, sujeito à análise de risco e crédito do PayPal. Os ventos estão conspirando para você começar!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.