Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cuidados essenciais para ter com os cabelos durante o verão

Para manter os fios lindos e saudáveis também na estação mais quente do ano!

Por Priscila Doneda Atualizado em 20 jan 2020, 21h34 - Publicado em 2 fev 2017, 16h39

Somos do time que adora curtir o verão e tudo o que a estação mais quente do ano tem a oferecer, mas é necessário tomar alguns cuidados para que temporada seja aproveitada da melhor forma possível – e os cabelos não ficam fora dessa.

Durante a estação, quando passamos muito tempo na praia e/ou na piscina, os fios pedem alguns cuidados especiais. “O sal e o cloro são responsáveis por danificar os cabelos, além de acelerar o processo de desidratação capilar. Uma maneira eficaz de minimizar os danos é enxaguar bem os fios, com água doce corrente, ao sair do mar ou da piscina”, indica Leandro Ferreira, hairstylist do Jacques Janine Jardim América.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, prender o cabelo não é uma solução, pois o penteado não protege efetivamente os fios contra as agressões externas e também favorece o ressecamento provocado pelo mar e pela piscina. “Outra dica bastante simples é não pentear o cabelo molhado, para evitar a quebra. Arrume apenas com os dedos!”, orienta.

Durante a estação, é necessário adotar produtos específicos, como shampoo, condicionador e leave-in com proteção solar na fórmula. “Isso permite blindar a estrutura dos fios contra as agressões dos raios solares e preparar as madeixas para a exposição”, sugere. Além disso, existem três itens primordiais que devem estar na rotina de beleza durante a estação: proteção, hidratação e nutrição.

Vale lembrar que cada tipo de fio tem uma necessidade, especialmente nessa estação. O cabelo cacheado, por exemplo, é naturalmente mais ressecado, por conta da sua estrutura em espiral e, durante o verão, essa característica pode se acentuar. “Para reverter essa situação, é recomendado usar produtos ricos em óleos essenciais (coco, argan ou ojon)”, ensina.

Continua após a publicidade

Mulher negra na praia

Quem tem cabelo loiro também precisa ter cuidado para não ficar com ele esverdeado, devido ao cloro. “Para evitar essa adversidade, aposte em shampoo e condicionador matizadores e nunca se esqueça de enxaguar os fios com água doce após o contato com o produto”, aconselha.

Quem tem cabelo tingido, por sua vez, pode ficar com a cor desbotada ou queimada, por conta dos raios solares. “Por isso, antes de ir à praia ou à piscina, lave os fios com uma linha específica, para prolongar o efeito da cor e protegê-los contra o sol, investindo em cosméticos que ofereçam proteção UVA e UVB. A hidratação é outro segredo valioso para esse caso, pois, quanto mais hidratado o cabelo estiver, menores serão os danos causados à coloração. Você pode, por exemplo, usar uma máscara de hidratação com óleo de coco semanalmente e, a cada 15 dias, fazer um tratamento de reconstrução no salão de beleza. Quando for secar os fios, evite a alta temperatura, já que o calor dilata as escamas, fazendo com que a cor se perca com maior facilidade. Outra dica interessante é usar um chapéu, para evitar o contato direto com os raios UVA e UVB”, explica.

Geralmente, no fim da estação, os fios ficam mais ressecados, sem vida e opacos. Por isso, é importante buscar o auxílio de um profissional, para que ele indique o ritual que melhor atenda as necessidades do cabelo, incluindo tratamentos de hidratação, nutrição e reparação capilar.

“Nem sempre é possível recuperar o cabelo e a única alternativa pode ser a tesoura. Dependendo do ‘estrago’, é necessário seguir um calendário para restaurar os fios danificados e mantê-los saudáveis”, pontua Leandro. “O primeiro passo é investir na hidratação, para repor a água perdida e devolver o brilho e a maciez às madeixas. A próxima etapa é a nutrição, para alimentar o cabelo e repor os lipídios perdidos, com produtos nutritivos ricos em manteigas e óleos vegetais, combinados com ativos hidratantes. Por último, é preciso fazer a reconstrução profunda com máscara concentrada reconstrutora ou cauterização capilar, com queratina líquida. Esses rituais devem ser contínuos, então, não basta somente ir ao salão a cada 15 ou 20 dias, você precisa dar continuidade ao tratamento em casa, semanalmente”, finaliza.

Continua após a publicidade
Publicidade