Clique e assine com até 75% de desconto

Cabelo afro: desvende o visual das personagens de Sexo e as Negas

Descobrimos as técnicas de coloração, corte e penteado das 4 atrizes principais da série.

Por Ju Romano (colaboradora) Atualizado em 15 jan 2020, 00h54 - Publicado em 15 out 2014, 21h00

Zulma (Karin Hills)

Cabelo afro: desvende o visual das personagens de Sexo e as Negas

Foto: Globo / Estevam Avellar

 

Técnica: tranças soltas de cabelo sintético.

Como foi feito: tiras de fios sintéticos forma trançadas a partir da raiz dos naturais até chegar ao comprimento desejado.

Pra quem funciona: é uma opção para quem tem pouco cabelo ou não quer esperar crescer. “A trança tem tudo a ver com a mulher negra e permite diversos penteados“, explica Érica Monteiro, caracterizadora do seriado Sexo e as Negas.

Cuidados: o ideal é lavar sempre pela manhã, para que dê tempo de secar, já que pela quantidade de fios ele demora mais e deixa-lo úmido à noite pode gerar uma série de consequências, desde caspa até resfriados. “Lave umas 2 ou 3 vezes por semana, em dias intercalados e com xampu ultra hidratante”, recomenda Kênia Lopes, cabeleireira da Globo e responsável pelo cabelo de Karin Hills. O retoque deve ser feito, em média, a cada 1 mês e meio, de acordo com o crescimento dos fios e a textura – nos mais lisos, tende a durar menos, já que a trança vai escorregando.

 

Soraia (Maria Bia)

Cabelo afro: desvende o visual das personagens de Sexo e as Negas

Cabelo vermelho fogo é a característica marcante da personagem
Foto: Globo / Alex Carvalho

 

Técnica: coloração vermelha.

Como foi feito: ocabelo foi descolorido e, depois, recebeu a tinta com pigmentos vermelhos. “Como os fios da Maria Bia eram virgens, apesar de serem finos reagiram muito bem ao descolorante e consegui abrir mais de 3 tons sem danificá-los”, explica o cabeleireiro Wilson Eliodório, de São Paulo, responsável pela transformação da atriz. Um tonalizante usado no final do processo deixou cor ainda mais viva.

Para quem funciona: um vermelho bem vivo e que chama bastante atenção como esse é para uma mulher de atitude. “Pensamos no cabelo da cantora Rihanna para construir nossa personagem mais ‘pegadora’”, conta Érica.

Cuidados: lavar todos os dias não é recomendável para não remover a oleosidade já que o cabelo afro é seco e com a química tende a ressecar ainda mais. Duas vezes por semana com produtos hidratantes e específicos para cabelos coloridos é o ideal. Para finalizar, use um creme para pentear (mas não penteie os fios, passe no cabelo e modele com as mãos) e um óleo vegetal. O retoque da tintura pode ser feito a cada 3 semanas.

Continua após a publicidade

 

Tilde (Corina Sabbas)

Cabelo afro: desvende o visual das personagens de Sexo e as Negas

A peruca fica imperceptível quando os fios postiços se assemelham aos naturais
Foto: Globo / Estevam Avellar

 

Técnica: meia peruca + cabelos naturais

Como foi feito: a Tilde perde uma parte do cabelo nos primeiros episódios da série, portanto o moicano loiro (que já era o cabelo natural da atriz) dá lugar a uma peruca longa, que pega de orelha a orelha, só na metade de trás da cabeça. A parte da frente continua como estava antes.

Para quem funciona: qualquer mulher que quiser mais volume sem fazer alongamento ou trancinhas.

Cuidados: como a peruca é de fios naturais, os cuidados são os mesmos aos de um cabelo cacheado. “Lavagem e hidratação de 2 a 3 vezes por semana e babyliss para deixar a ondulação mais real”, diz Carlos Soares, cabeleireiro da Globo responsável pelos fios longos de Corina Sabbas. Já na parte da frente, é recomendado usar uma vez por semana o xampu ou máscara com pigmentos roxos, que ajudam a manter o loiro sem amarelar.

 

Lia (Lilian Valeska)

Cabelo afro: desvende o visual das personagens de Sexo e as Negas

O volumoso estiloso pode ser conquistado com alguns truques como o aplique
Foto: Globo / Alex Carvalho

 

Técnica: aplique de cabelo natural.

Como foi feito: para completar o corte moderno, com comprimento simétrico e volume distribuído ao redor da cabeça, o aplique em mechas é colocado com grampos, só no ponto mais alto, todas as vezes que a Lilian vai gravar.

Para quem funciona: paraaumentar o volume dos fios em penteados, por exemplo, ou para mulheres que não têm muito cabelo. “O aplique confere mais atitude à personagem, que é moderna e vaidosa”, conta Érica Monteiro.

Cuidados: é preciso cuidar dos fios como você faz com os seus e isso inclui lavagem e hidratação semanal. Na hora de guardar, basta enrolar em um grampo para manter o cacheado e guardar até o próximo uso.

Continua após a publicidade
Publicidade