Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês
Rachel Jordan Especializada em imagem, comportamento e protocolos internacionais, Rachel Jordan é consultora, instrutora, palestrante e ministra cursos e workshops por todo o Brasil sobre imagem e comportamento no ambiente profissional

Dress code: o que é e qual a importância na sua imagem profissional

A colunista Rachel Jordan dá dicas de como se vestir no trabalho, de acordo com diferentes tipos de dress code

Por Rachel Jordan - Atualizado em 2 set 2020, 10h02 - Publicado em 2 set 2020, 10h30

Criado na Idade Média, com o objetivo de distinguir classes sociais como as de nobres e plebeus, o dress code foi se transformando ao longo dos séculos e hoje é visto como um importante canal de comunicação na imagem de uma pessoa ou corporação. Mas, afinal, o que é o dress code e por que ele, apesar de questionado em inúmeras situações, continua sendo essencial até os dias de hoje? Vamos entender melhor essa história. Dress code nada mais é do que um código de vestimenta usado para destacar um grupo social ou profissional em diferentes cenários do nosso cotidiano.

Neste artigo vamos falar sobre o dress code profissional e explicar sua função dentro do ambiente de trabalho. Sabemos que cada vez mais a imagem pessoal, ou de uma marca, exerce papel fundamental no mundo corporativo. Há algumas décadas as organizações começaram a entender que era preciso rever os padrões da roupa usada no ambiente de trabalho por várias razões.

As corporações passaram a investir ainda mais em novos conceitos e valores que expressem de forma clara e transparente seus objetivos. Atualmente, notamos que a forma de vestir de cada funcionário precisa estar alinhada com a imagem e o pensamento da empresa, seja ela mais formal ou informal. Mesmo com seu código informado, muitas vezes as corporações têm enfrentado problemas e tiveram seu dress code questionado.

É que muitos funcionários se sentem tolhidos em sua liberdade de expressão por causa do dress code adotado nas vestimentas. Nesses casos, o bom senso tem funcionado como o melhor instrumento para equilibrar a balança. É possível atender ao código da empresa sem asfixiar a personalidade e a maneira de se expressar de um trabalhador. Todos têm consciência que vivemos um outro tempo e que devemos ser respeitados.

O que precisamos entender é que a nossa imagem transmite mensagens e, por isso, o dress code continua sendo tão importante. Sendo assim, querida leitora, é fundamental saber como uma empresa encara a questão do vestuário desde o momento em que nos apresentamos para uma entrevista de emprego até as ocasiões onde acontecem as confraternizações do ambiente de trabalho. Assim são evitadas situações desconfortáveis e constrangedoras entre ambas as partes. Sabemos que em algumas profissões não é possível fugir muito do padrão adotado pela empresa, como é o caso das que apostam em uniformes. Esses padrões destacam seus profissionais, passando conceitos como credibilidade, seriedade e saúde.

Continua após a publicidade

Notamos que hoje as empresas adotam dress codes bastante diferenciados. Muitas ainda mantêm um código de vestimenta mais rígido, exigindo de seus funcionários traje social completo. Outras, como multinacionais e startups, adotam padrões mais informais, em que são permitidos looks descontraídos como, por exemplo, camisetas, calças jeans, bermudas e até moletons e chinelos. Em outras, apesar de cumprirem um estilo formal, permitem que seus funcionários usem trajes mais informais às sextas-feiras, prática conhecida como casual Friday.

O fato é que, mesmo diante de toda mudança que aconteceu no mundo corporativo e social, o dress code continua na ordem do dia. Mas a boa notícia, para aquelas que veem a prática como cerceamento à liberdade de expressão, é que o estilo pessoal e de autenticidade de cada uma de nós está sendo mais valorizado e respeitado. Afinal de contas, nossa maneira de vestir diz muito sobre nossa personalidade. Abaixo aponto os padrões de dress code adotados pelas empresas e dou dicas de como imprimir, mesmo no caso de uso obrigatório de uniforme, a sua marca pessoal.

Informal – Se você trabalha numa empresa que adota como dress code um estilo mais informal de vestimenta, está livre para ousar um pouco mais. No entanto, lembre-se: nada de excessos, você está no seu ambiente de trabalho e, mesmo sem querer, pode comunicar uma imagem diferente daquela que deseja passar como profissional. Imprima sua personalidade com acessórios diferenciados ou peças mais coloridas.

Semi-informal – É preciso estar atenta entre os estilos causal e formal e equilibrar os dois. Os trajes muito informais podem não representar o posicionamento da empresa, assim como os super formais. Insira seu estilo com leveza e equilíbrio, mas não se esqueça de transmitir profissionalismo. Se você é adepta do jeans, opte por calças de cortes mais retos e tonalidades mais escuras e complemente com uma bonita camisa. Se a escolha for uma de alfaiataria, a blusa pode ser mais informal e colorida. O salto dará um toque mais formal e elegante.

Formal – Empresas que escolhem o dress code formal não deixam dúvidas sobre a mensagem que querem transmitir através de seus funcionários: seriedade, credibilidade e segurança. As cores mais sóbrias e neutras são as mais indicadas na hora da escolha do look. As modelagens podem ser mais modernas, mas sem muita interferência de moda. Os acessórios também devem ser mais clássicos e discretos. Escolha sapatos mais fechados.

Continua após a publicidade
Publicidade